A trajetória institucional do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, por meio das revistas Amazoniana e Acta Amazonica (1965-1975)

Autores

  • Ângela Nascimento dos Santos Panzu Mestre em História pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). É analista em Ciência e Tecnologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

DOI:

https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2015.v11.33881

Palavras-chave:

História das ciências, disseminação científica, Amazônia, história institucional

Resumo

Este trabalho se propõe a analisar a circulação do conhecimento científico praticado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), no período de 1965 a 1975, por meio da análise desses resultados nos primeiros periódicos científicos lançados pelo INPA: a revista Amazoniana, editada com parceria alemã; e a revista Acta Amazonica, primeira revista do INPA editada no Brasil, com recursos nacionais, desde 1971. Proponho-me a entender os vários aspectos da produção e da disseminação do reduzido número de artigos publicados pelos pesquisadores brasileiros na revista Amazoniana em relação àqueles publicados pelos estrangeiros na revista Acta Amazonica.

Referências

Batista D, Sioli H. Introdução. Amazoniana: limnologia et oecologia regionalis systemae fluminis Amazonas, 1965, v(1), n(1): 5.
Faulhaber P, Toledo PM [Coord.]. Conhecimento e fronteira: história da ciência na Amazônia. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2001.
Gama WNG. O papel do estado na regulação do acesso de pesquisadores estrangeiros na Amazônia brasileira na década de 1990: o caso do INPA.
[Tese de Doutorado em Política Científica e Tecnológica]. Campinas, SP: Unicamp, 2004.
______. O projeto dinâmica biológica de fragmentos florestais-PDBFF (INPA: Smithsonian): uma base científica norte-americana na Amazônia brasileira. [Dissertação de Mestrado Internacional em Planejamento do Desenvolvimento do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos]. Belém, PA: UFPA, 1997.
______, Velho, L. A cooperação internacional na Amazônia. Estud. av., 2005, v(19), n(54): p.205-224. Kerr WE. Warwick Kerr: a Amazônia, os índios e as
abelhas. Estud. av., 2005, v(53), n(19): 56.
Kuhn TS. A estrutura das revoluções científicas. 3.ed. São Paulo: Perspectiva, 1991.
Guimarães SF. A gestão da cooperação internacional do INPA: diretrizes básicas para consolidação.
In: Marcovitch J, Baião MS (Orgs). Gestão da Cooperação Internacional – experiências e depoimentos; coletânea de ensaios dos participantes do IV Procint, FEA/ USP, 1994.
Machado CJS. Formação e modo de organização de uma coletividade heterogênea de pesquisadores: o caso do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Revista Internacional de Estudos Políticos, 1999, v(1), n(3).
Magalhães RCS, Maio MC. Desenvolvimento, ciência e política: o debate sobre a criação do Instituto Internacional da Hileia Amazônica. Hist. cienc.
saúde-Manguinhos. dez. 2007, v(14): 171-172.
Maio MC. A tradução local de um projeto internacional: a Unesco, o CNPq e a criação do INPA. In: Faulhaber P, Toledo PM [Coord.]. Conhecimento
e fronteira: história da ciência na Amazônia.
Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2001. Nogueira E. Uma história brasileira da Botânica. Brasília: Paralelo 15; São Paulo: Marco Zero, 2000.
Panzu ANS. O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA: trajetória institucional por meio de suas práticas científicas, 1954-1975.
Manaus: [s.n], 2015. (Dissertação de Mestrado em História Social). Manaus, AM: UFAM, 2015.
Petitjean P, Domingues HMB. A redescoberta da Amazônia num projeto da Unesco: o Instituto Internacional da Hiléia Amazônica. Revista de Estudos Históricos, Descobrimentos. Rio de Janeiro, 2000, v(14), n(26).
Rodrigues W et al. Criação e evolução histórica do INPA (1954-1981). Acta Amazônica, Manaus, mar. 1981, v(11), n(1): 7-23.
Rodrigues W. Entrevista: William Rodrigues; começamos do zero. Acta Amazonica, out./dez. 2004, v(34), n(4): 3.
Reis ACF. A Amazônia e a cobiça internacional. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1960.
Schwartzman S. A política brasileira de publicações científicas e técnicas: reflexões. Rev. bras. tecnologia, 1984, v(15), n(3): 20-33.
Sioli H. 50 anos de pesquisas em limnologia na Amazônia: Dr. Harald Sioli. Acta Amazonica, 2006, v(36), n(3): 287-297.
Toni F. Avaliação da cooperação científica internacional em pesquisa biológica na Amazônia: o caso Brasil e França. Dissertação de Mestrado,
Campinas, Unicamp, 1994.
______, Velho L. A presença francesa no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA. Interciencia, 1996, v(21), n(1): 25-30 [internet].
Acessado em 10/09/2014. Disponível em http://www.interciencia.org.ve.Velho L. A ciência e seu público. Transinformação, set./dez. 1997, v(9), n(3): 16.
Weigel P. Ciência e desenvolvimento: dificuldades de diálogo na experiência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). [Dissertação de Mestrado Internacional em Planejamento do Desenvolvimento do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos)]. Belém, PA: UFPA, 1994. 4v.

Fontes primárias
Amazoniana: limnologia et oecologia regionalis systemae fluminis Amazonas. Plön, 1965 – Artigos publicados a partir de 2007. Disponíveis em:
http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/iroh.19800650503/abstract.Acta Amazonica. Manaus, 1971. Disponível em: http://acta.inpa.gov.br. Artigos publicados a partir de 2004, também estão disponíveis em: http://www.scielo;br/aa.Brasil. Presidência da República, Governo do Brasil.
Decreto nº 98.830/1990, de 16 de janeiro de 1990. Publicado no DOU de 16/01/90, Seção I, p.1.092. Dispõe sobe “a coleta, por estrangeiros, de dados e materiais científicos no Brasil” e dá outras providências. Brasília: Legislação Brasileira, 2001. Disponível em http://www.planalto.gov.br/Legislacaobrasileira.
CNPq. Relatório anual 1969. Rio de Janeiro: IBBD, 1970.
INPA. [Relatório das atividades em 1963]. [Manaus: INPA, 1964], 1v. Datilografado.
INPA. [Relatório das atividades em 1966]. [Manaus: INPA, 1967], 1v. Datilografado.
INPA. Relatório geral sobre as atividades do INPA, durante o período de 4 de junho de 1954 a 20 de outubro de 1955, apresentado à Presidência do Conselho Nacional de Pesquisas pelo professor Dr. Olympio Oliveira Ribeiro da Fonseca, então diretor daquela instituição. Rio de Janeiro: [s.n.], 1958.
INPA. Relatório anual 1975. [Apresentado pelo diretor Warwick Estevam Kerr]. [Manaus: INPA, 1976]. 57 f. Datilografado. [Incompleto].

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

Panzu, Ângela N. dos S. (2015). A trajetória institucional do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, por meio das revistas Amazoniana e Acta Amazonica (1965-1975). Cadernos De História Da Ciência, 11(1), 70–86. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2015.v11.33881