Avaliação de uma experiência sobre o uso do teatro como ferramenta para despertar o interesse sobre história da ciência e da tecnologia

Autores

  • Fernanda P. Ricci Assessora técnica cultural do Instituto Butantan. Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas; Mestre em Educação.
  • Luciana Monaco Coordenadora do Núcleo de Difusão do Conhecimento do Instituto Butantan. Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas; Doutora em Educação.

DOI:

https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2014.v10.33917

Palavras-chave:

divulgação científica, ensino de história da ciência, teatro

Resumo

Este trabalho visa apresentar a experiência com o espetáculo teatral 1001 invenções da civilização muçulmana e discutir suas possíveis contribuições ao ensino da história e da natureza da ciência. A ação, que abarcou vinte escolas públicas, visava sensibilizar os alunos para a importância da ciência num período que antecedeu o Renascimento e que influencia sobremaneira a nossa vida atual. O enredo é centrado em quatro personagens, dois homens e duas mulheres, envolvidos no desenvolvimento e na difusão de conhecimentos e tecnologias, como conhecimentos sobre ótica e construção de motores. Por meio da aplicação de questionários, levantamos as impressões do público e identificamos que o espetáculo foi bem recebido por alunos e professores. Nos relatos, os alunos demonstraram interesse em aprender mais sobre ciência, tecnologia e suas histórias e os professores indicaram que a peça prendeu a atenção dos alunos e que poderia ser associada a conteúdos da sala de aula.

Referências

Allchin D. Teaching the Nature of Science: Perspectives & Resources. Saint Paul: SHiPS Education Press, 2013. Brasil. Ministério da Educação. secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEMT, 1999.
Brickhouse NW. Should the social epistemology of science be rated x? In: Duachl RA, Grandy RE (Eds.). Teaching Scientific Inquiry: Recommendations for Research and Implementation. Rotterdam, The Netherlands: Sense Publishers, 2008, cap.7, pp.95-98.
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). Percepção Pública da Ciência e Tecnologia no
Brasil. [internet]. Acessado em 2/06/2016. Disponível em: <http://percepcaocti.cgee.org.br/>.
Delizoicov D, Angotti JA, Pernambuco MM. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. 3.ed. São Paulo: Cortez, 2009. (Coleção Docência em Formação).
Duschl RA. Science Education in Three-Part Harmony: Balancing Conceptual, Epistemic, and Social Learning Goals. Review of Research in Education, v(32), n(1): 268-291, fev. 2008.
______, Grandy RE (Eds.). Teaching Scientific Inquiry: Recommendations for Research and Implementation. In: Teaching Scientific Inquiry: Recommendations for Research and Implementation. Rotterdam, The Netherlands: Sense Publishers, 2008, cap.1, pp.1-37.
Fision KD. Drawing a Scientist: What We Do and Do Not Know After Fifty Years of Drawings. Sch. sci. math., v(102), n(7): 335-345, nov. 2002.
Galili I. Promotion of Cultural Content Knowledge Through the Use of the History and Philosophy of Science. Sci. educ., v(21), n(9): 1283-1316, sep. 2012.
Manzoli F et al. Children’s s perceptions of science and scientists a case study based on drawings and story telling. Science and technology, v(2):3-13, 2006.
Massarani L. A forma como a ciência e o cientista são representados pela mídia pode ser aprimorada: depoimento. [Outubro/2014]. Rio de Janeiro: Hist. Ciênc. Saúde-Manguinhos. Entrevista concedida a Haendel Gomes. [internet] Acessado em 02/06/2016. Disponível em: <http://www.revistahcsm.coc.fiocruz.br/a-forma-como-a-ciencia-e-o-cientista-sao--representados-pela-midia-pode-ser-aprimorada/>.
Mattews MR. História, filosofia e ensino de ciências: a tendência atual de reaproximação. Cad. Catarin. Ensino Fis., Florianópolis, v(12), n(3): 164-214, 1995.
Sasseron LH. Alfabetização científica e documentos oficiais brasileiros: um diálogo na reestruturação do ensino da Física. In: Carvalho AMP, Ricardo EC, Sasseron LH, Santos Adib MLV, Pietrocola IM. Ensino de Física. São Paulo: Cengage Learning, 2010, cap.1, pp.1-27.
Seroglou F, Adúriz-Bravo A. Introduction: The Application of the History and Philosophy of Science in Science Teaching. Sci. educ., v(21), n(6): 767-770, jul. 2012.
Remillard-Hagen E. Lady Mary Wortley Montagu and Smallpox Inoculation in 18th-Century England. [internet]. Acessado em 02/06/2016. Disponível em: <http://www1.umn.edu/ships/modules/biol/smallpox.htm>.

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

Ricci, F. P., & Monaco, L. (2014). Avaliação de uma experiência sobre o uso do teatro como ferramenta para despertar o interesse sobre história da ciência e da tecnologia . Cadernos De História Da Ciência, 10(2), 83–103. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2014.v10.33917