Política sanitária: o discurso de Rodolfo Mascarenhas nas revistas médicas de São Paulo

Autores

  • Cláudio Bernardino Junior Graduado em História pela Universidade de São Paulo.
  • Márcia Regina Barros da Silva Professora do Departamento de História/FFLCH – USP.

DOI:

https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2012.v8.34344

Palavras-chave:

periódicos, história da medicina, história das ciências, sanitarismo

Resumo

O sanitarista Rodolfo dos Santos Mascarenhas é figura conhecida na historiografia preocupada com a história do sanitarismo em São Paulo. Sua tese de livre-docência, apresentada em 1949 na Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo, é constantemente citada na literatura, apesar disso, seus trabalhos publicados no periódico Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo permanecem pouco explorados. Neste texto discutiremos especificamente dois artigos científicos, Contribuição para o estudo das despesas do governo do Estado de São Paulo com os seus serviços de saúde pública (1890-1948), de 1948, e Contribuição para o estudo do financiamento das unidades sanitárias locais pelos municípios brasileiros, de 1950, que dialogam com sua tese e podem fornecer novos subsídios para a historiografia
do período. Os dois textos abordam controvérsias políticas tratando-os apenas como controvérsias científicas, com argumentos que os identificam como científicos, racionais e propositivos. Procuraremos demonstrar como o discurso de Mascarenhas conecta intimamente política, sociedade e ciência, apontando também como as revistas médicas paulistas são espaços privilegiados para o acompanhamento das transformações porque passaram instituições médico-científicas do Estado de São Paulo.

Referências

Blount JA. A administração da saúde pública no estado de São Paulo: o Serviço Sanitário (1892 – 1918). Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro, out.-dez. 1972, v(12) n(4): 40-48.
Castro Santos LA, Faria LR. A reforma sanitária no Brasil: ecos da Primeira República. Bragança Paulista (SP): EDUSF, 2003.
Hochman G. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil. São Paulo: Hucitec/Anpocs, 1998.
Latour B. A esperança de Pandora: ensaios sobre a realidade dos estudos científicos. Bauru (SP): Editora EDUSC, 2001.
________ Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.
Mascarenhas RS, Ferreira NG. Contribuição para o estudo do financiamento das unidades sanitárias locais pelos municípios brasileiros. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Jan. 1950, v(4)n(1):45-58.
______, Freitas AV. Contribuição ao estudo da história do ensino de educação sanitária na Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo Jun. 1959, v(13)n(1): 243-262.
______. História da saúde pública no Estado de São Paulo. Rev. Saúde Pública. 2006, v(40)n(1): 3-13.
______. Financiamento dos serviços de saúde pública. Rev. Saúde Pública. Ago. 2006a, v(40)n(4): 559-572.
______. História da saúde pública no Estado de São Paulo. Rev. Saúde Pública. Dez. 1973, v(7)n(4): 433-446.
______. Financiamento dos serviços de saúde pública. Rev. Saúde Pública. Jun. 1967, v(1)n(1): 24-37.
______. Problemas de saúde pública no estado de São Paulo. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Jun. 1954, v(8)n(1): 1-13.
______. Contribuição para o estudo do financiamento das unidades sanitárias locais pelos municípios brasileiros. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Jun. 1950, v(4)n(1): 45-58.
______. A tuberculose e a imigração nacional. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, jun. 1950a, v(4) n(1): 69-121.
______. Contribuição para o estudo da administração sanitária estadual em São Paulo [Tese de livre docência]. São Paulo: Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 1949.
______. A tuberculose e a imigração nacional. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Jun. 1949, v(3) n(1): 87-207.
______. A tuberculose e a imigração nacional. Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Dez. 1949a, v(3) n(2): 219-324.
______. Contribuição para o estudo das despesas do governo do Estado de São Paulo com os seus serviços de saúde pública (1890-1948). Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo. São Paulo, Jun. 1948, v(2)n(1): 91-204.
Ramos R. Necrológio: professor Rodolfo dos Santos Mascarenhas, 1909-1979. Rev Saúde Pública. Set. 1979, v(13)n(3): 169-71.Silva MRB. O mundo transformado em laboratório: ensino médico e produção de conhecimento em São Paulo de 1891 a 1933 [Tese de doutorado]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, 2004.
______. Revistas Médicas Paulistas e a Nova Realidade Republicana In: Mota A, Marinho MGSMC. (org.). Práticas Médicas e de Saúde nos Municípios de São Paulo: a história e suas interfaces. São Paulo: USP, Faculdade de Medicina: CD.G Casa de Soluções e Editora, 2011.
Teixeira LA. Comentário: Rodolfo Mascarenhas e a história da saúde pública em São Paulo. Rev. Saúde Pública. São Paulo, Fev. 2006, v(40)n(1): 17-19.
Telarolli Jr R. Poder e saúde: as epidemias e a formação dos serviços sanitários de saúde em São Paulo. São Paulo: Editora da UNESP, 1996.
Vianna PVC, Ribeiro FA. Sanatórios, tecnologia médica e cultura urbana: uma visita à cidade de São José dos Campos na primeira metade do Século XX. In: Mota A, Marinho MGSMC (org.). Práticas Médicas e de Saúde nos Municípios de São Paulo: a história e suas interfaces. São Paulo: USP, Faculdade de Medicina: CD.G Casa de Soluções e Editora, 2011.

Downloads

Publicado

2012-12-31

Como Citar

Bernardino Junior, C., & Silva, M. R. B. da. (2012). Política sanitária: o discurso de Rodolfo Mascarenhas nas revistas médicas de São Paulo. Cadernos De História Da Ciência, 8(2), 211–229. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2012.v8.34344