Transformações no modelo assistencial ao parto: história oral de mulheres que deram à luz nas décadas de 1940 a 1980.

Autores

  • Nathalie Leister Obstetriz. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da USP. Mestre em Ciências.

DOI:

https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2011.v7.34373

Resumo

Existem inúmeras produções sobre a memória de profissionais relacionada à assistência ao parto; no entanto, o registro de memórias maternas é escasso. Este estudo teve o objetivo de compreender as transformações no modelo de assistência ao parto a partir da experiência de mulheres que deram à luz no Estado de São Paulo nas décadas de 1940 a 1980. Fez-se um estudo descritivo, segundo o método da História Oral Temática. A colônia foi constituída por 20 mulheres que são mães, avós e bisavós de egressos da primeira turma do Curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Os dados foram coletados por entrevista não estruturada, com base em um roteiro com temas relativos à experiência no parto. Foi realizada transcrição,textualização e transcriação das narrativas orais. O texto final foi submetido à análise de conteúdo. Os resultados mostraram que as mulheres tiveram 49 partos no período estudado. Nas décadas de 1940 a 1970 (1ª geração), ocorreram 22 partos normais, um fórcipe e duas cesarianas, já na década de 1980 (2ª geração), 16 cesarianas, sete partos normais e um fórcipe. Até a década de 1960, o local predominante do parto foi o domicílio e as mulheres foram assistidas majoritariamente por parteiras. A partir da década seguinte, todos os partos ocorreram no hospital. Na análise temática, foram identificados os temas: “A Experiência do Parto” e “A Maternidade e seu Contexto”. Os resultados indicaram uma demarcação geracional e temporal nos anos de 1970. A experiência das mulheres da 1ª geração ocorreu no contexto de transição do modelo assistencial, e as mulheres da 2ª geração experienciaram a consolidação de um modelo de parto hospitalocêntrico. A década de 1980 representa um momento de inflexão dos elementos que compõem o modelo assistencial com incremento da tecnologia e das intervenções obstétricas.

Downloads

Publicado

2011-12-31

Como Citar

Leister, N. (2011). Transformações no modelo assistencial ao parto: história oral de mulheres que deram à luz nas décadas de 1940 a 1980. Cadernos De História Da Ciência, 7(2), 117–119. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2011.v7.34373