FLEURY, R. N. Critérios para o emprego de classificação de Ridley e Jopling na rotina dos laboratórios de anatomia patológica (Primeira parte). Hansenologia Internationalis: hanseníase e outras doenças infecciosas, Bauru, SP, v. 30, n. 2, 2005. DOI: 10.47878/hi.2005.v30.36328. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/hansenologia/article/view/36328. Acesso em: 13 abr. 2024.