Alberto Federmann, um pioneiro esquecido

  • Adilson Mendes Graduado em história pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000). Mestrado (2007) e doutorado (2012), ambos em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. Pesquisador associado da Cinemateca Brasileira ao longo da década de 2000, participou de atividades de difusão cultural da instituição. Pesquisador do Instituto Butantan de 2015 a 2017, atualmente é pesquisador voluntário do Lab. de História da Ciência do Butantan.

Resumo

A trajetória de Alberto Federmann e suas incursões pelo cinema científico contribuem para desvelar um campo entre a arte e a ciência ainda pouco investigado. Autor de filmes hoje esquecidos, Federmann documentou a formação da pesquisa científica no Brasil, além de ter registrado a cidade de São Paulo nas primeiras décadas do século XX.
Publicado
2015-12-31
Como Citar
Mendes, A. (2015). Alberto Federmann, um pioneiro esquecido. Cadernos De História Da Ciência, 11(2), 212-217. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2015.v11.33900
Seção
Nota Histórica