A arte da regulação na Secretaria Municipal de Saúde de Embu das Artes (Lições aprendidas)

Autores

  • Luiza Sterman Heimann é médica sanitarista, mestre em Saúde Pública pela Universidade Harvard (EUA) e em Saúde Preventiva pela Universidade de São Paulo (USP). É diretora de Departamento Técnico de Saúde do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
  • Lauro Cesar Ibanhes é psicólogo, mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e doutor em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP). É pesquisador do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
  • Iracema Ester do Nascimento Castro é médica sanitarista, especialista em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP). É pesquisadora do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
  • Carlos Tato Cortizo é tecnólogo, mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) e assistente técnico de Pesquisa Científica do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
  • Fausto Souza Martino é cirurgião-dentista, mestre em Ciências Odontológicas, Área de Concentração Odontologia Social pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Odontologia em Saúde Coletiva pela USP e em Saúde da Família pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
  • ILarissa Soares Guaitoli é psicóloga, especialista em Gestão Pública em Saúde pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
  • Flávia Carotta é fonoaudióloga, mestre em Distúrbios da Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especialista em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP).

DOI:

https://doi.org/10.52753/bis.2012.v13.33708

Palavras-chave:

Regulação, Gestão e Planejamento

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar o processo de implantação da regulação no município de Embu das Artes durante o ano de 2010, no marco da parceria entre o IS e a Secretaria Municipal de Saúde, que desde 2009 desenvolvem projetos que respondem a necessidades de melhoria na atenção e gestão do SUS, na perspectiva da produção e incorporação do conhecimento. Para o ano de 2010, os gestores municipais identificaram
como problema de gestão a regulação e a necessária informação para tomada de decisão, ou seja, identificar e analisar instrumentos, serviços, ações e atividades de regulação desenvolvidas, que, ao serem apreendidos como objeto de investigação, podem contribuir para a melhoria do planejamento e da organização do sistema municipal de saúde. Para apreender aspectos da função regulatória e as condições e organização da marcação de consultas, além de análise documental, foram realizadas entrevistas com agentes reguladores, diretores das unidades de saúde e equipe reguladora do nível central. Foram avaliados aspectos estruturais como espaço físico, recursos materiais e força de trabalho; processos de trabalho, acesso aos serviços e fluxos. Os resultados, dos quais esta reflexão conjunta é um produto, são mostrados sob a forma de dificuldades e vantagens e lições aprendidas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

1. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Regulação em Saúde: livro 10. Brasília (DF); 2007.
2. Ministério da Saúde , Secretaria da Assistência à Saúde. Regulação no setor de saúde: em direção aos seus fundamentos públicos. Brasília (DF); 2004.
3. Ministério da Saúde, Departamento de Apoio à Descentralização. Regulamento dos pactos pela vida e de gestão. Brasília; 2006. (Série A. Normas e manuais técnicos).
4. Embu. Plano Municipal de Saúde 2010-2013. (mimeo).
5. Embu. Documento sobre Regulação. 2010. (mimeo).
6. Heimann LS, Cortizo CT, Castro IEN, Kayano J, Rocha JL, Nascimento PR et al. Descentralização do Sistema Único de Saúde: trilhando a autonomia municipal. São Paulo: Sociedade Brasileira de Vigilância de Medicamentos; 2000.
7. Heimann LS, Carvalheiro JR; Donato A, Ibanhes LC, Lobo EF, Pessoto UC O município e a saúde. São Paulo: HUCITEC; 1992.
8. Ibanhes LC, Heimann LS, Junqueira V, Boaretto RC, Pessoto UC, Cortizo CT et al. Governança e regulação na saúde: desafios para a gestão na Região Metropolitana de São Paulo, Brasil. Cad. Saúde Pública [periódico na internet]. 2007 [acesso em 30 jan 2012]; 23(3):575-584.Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n3/16.pdf
9. Nascimento AFM, Damasceno AK, Silva MJ da, Silva MVS da, Feitoza AR. Regulação em Saúde: aplicabilidade para concretização do Pacto de Gestão do SUS. Cogitare Enferm. 2009;14(2): 346-52.

Downloads

Publicado

2012-07-31

Como Citar

Heimann, L. S., Ibanhes, L. C., Castro, I. E. do N., Cortizo, C. T., Martino, F. S., Guaitoli, I. S., & Carotta, F. (2012). A arte da regulação na Secretaria Municipal de Saúde de Embu das Artes (Lições aprendidas). BIS. Boletim Do Instituto De Saúde, 13(3), 245–241. https://doi.org/10.52753/bis.2012.v13.33708

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>