Os caminhos públicos da odontologia paulista no início do século XX

Autores

  • Luiz Vicente Souza Martino Cirurgião-dentista sanitarista, pesquisador do Instituto de Saúde SES-SP, mestrando no Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, FSP/USP.
  • Carlos Botazzo Pesquisador científico, docente comissionado no Departamento de Odontologia Social/ FOUSP, Doutor em Saúde Coletiva.
  • Celso Zilbovicius Professor do curso de especialização de Odontologia em Saúde Coletiva da FUNDECTO/ FOUSP, doutor em ciências odontológicas com área de concentração em odontologia social.

DOI:

https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2010.v6.35784

Palavras-chave:

história da odontologia, história do cirurgião-dentista, Serviço Sanitário do estado de São Paulo

Resumo

Este trabalho pretende examinar as relações da emergente odontologia paulista com os serviços públicos de saúde durante o primeiro quartel do século XX, considerando a profissão e o Serviço Sanitário de São Paulo, ambos logicamente em seu contexto, a cidade de São Paulo no início deste século. Para tanto, foram analisados documentos relativos à legislação dos serviços públicos e, mais especificamente, de saúde pública deste estado, de 1891 até 1925, bem como material da literatura odontológica da época. Um panorama histórico do cirurgião-dentista e da odontologia no estado foi traçado, observando a profissão e a área de atuação ao final do século XIX e primeiro quarto do século XX. O Serviço Sanitário também foi alvo de estudo, para que os principais atos e decretos estaduais relativos ao órgão fossem expostos. Houve, ainda, uma contextualização dos assuntos abordados com aspectos sociais, econômicos e políticos concernentes aos períodos históricos em questão.

Referências

Botazzo, C. Da arte dentária. São Paulo, Hucitec/Fapesp. 2000
Botazzo, C. A emergência da clínica odontológica. Odontologia e Sociedade. Vol. 1(1/2), pp. 5-13. 1999
Botazzo, C. A cárie dentária como fetiche. In: Botazzo, Carlos e Oliveira, Maria Aparecida (Org.). Atenção Básica no Sistema Único de Saúde: abordagem interdisciplinar para os serviços de saúde bucal. São Paulo: Páginas & Letras Editora e Gráfica Ltda, 2008, p. 219-238.
Carvalho, CL. A transformação no mercado de serviços odontológicos as disputas pelo monopólio da prática odontológica no século XIX. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 13, n. 1, p. 55-76, jan.-mar. 2006.
Foucault, M. O nascimento da clínica. 3ª ed. Rio de Janeiro, Forense Universitária. 1987
Freitas, SFT. História social da cárie dentária. Bauru, Edusc. 2001Hochman, G. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil. São Paulo, Hucitec/Anpocs. 1998
Iyda, M. Cem anos de saúde pública: a cidadania negada. São Paulo, Unesp. 1994
Love, JL. A locomotiva: São Paulo na federação brasileira 1889-1937. Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1982
Luz, MT. Medicina e ordem política brasileira. Rio de Janeiro, Edições Graal. 1982
Luz, MT. As instituições médicas no Brasil: instituição e estratégia de hegemonia. Rio de Janeiro, Edições Graal. 1979
Machado, R et. al. Danação da norma: a medicina social e constituição da psiquiatria no Brasil. Rio de Janeiro, Edições Graal. 1978
Mascarenhas, R dos S. Contribuição para o estudo da administração sanitária estadual em São Paulo. 1949. Tese de livre docência em técnica de saúde pública, São Paulo, Faculdade de Higiene e Saúde Pública/USP. 1949
Merhy, EE. A saúde pública como política – um estudo de formuladores de política. São Paulo, Hucitec. 1992
Mota, A. Tropeços da medicina bandeirante: medicina paulista entre 1892-1920. São Paulo, Edusp. 2005
Mott, ML et al. ‘Moças e senhoras dentistas’: formação, titulação e mercado de trabalho nas primeiras décadas da República. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.15, Supl., p.97-116, jun. 2008.
Nettleton, S. Protecting a vulnerable margin: towards to an analysis of how the mouth came be separated from the body. Sociology of Health and llness.1988; 10(2):156-169.
Pimenta, TS. Transformações no exercício das artes de curar no Rio de Janeiro durante a primeira metade do Oitocentos. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, vol. 11(1) (suplemento 1): 67-92, 2004.
Pimenta, TS. Barbeiros– sangradores e curandeiros no Brasil (1808-28). História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, vol. V(2): 349-72, jul.-out. 1998.
Revista Odontológica Brasileira, vol. 2(1), pp. 31-2. São Paulo. 1914
Revista Odontológica Brasileira, vol. 1(3), pp. 341-50. São Paulo. 1913
Revista Odontológica Brasileira, vol. 1(5), pp. 232-9. São Paulo. 1912
Ribeiro, MAR. História sem fim...inventário da saúde pública. São Paulo – 1880-1930. São Paulo, Editora da Universidade Estadual Paulista. 1993
Ring, ME. História da odontologia. São Paulo, Editora Manole. 1998
Rosen, G. Uma história da saúde pública. Rio de Janeiro, Hucitec/Unesp/Abrasco. 1994
Santos Filho, L. História geral da medicina brasileira – volume 1. São Paulo, Hucitec/Edusp. 1977
São Paulo. Lei nº 12, de 21 de Outubro de 1891. Organiza o Serviço Sanitário de Estado. Colecção das Leis e Decretos do Estado de São Paulo de 1889 – 1891. 2ª ed. São Paulo: Imprensa Official (do Estado de São Paulo), pp. 233-4, 1938a
São Paulo. Lei nº 1310, de 30 de Dezembro de 1911. Aprova o decreto nº 2141, de 14 de Novembro de 1911, expedido pelo Poder Executivo, reorganizando o Serviço Sanitário e o Regulamento... Colecção das Leis e Decretos do Estado de São Paulo de 1911. São Paulo: Diario Official (do Estado de São Paulo), pp. 147-8, 1912
São Paulo. Lei nº 43, de 18 de Julho de 1892. Organiza o Serviço Sanitário de Estado. Colecção das Leis e Decretos do Estado de São Paulo de 1892. São Paulo: Diario Official (do Estado de São Paulo), pp. 25-8, 1897
Telarolli Junior, R. Poder e saúde: as epidemias e a formação dos serviços de saúde em São Paulo. São Paulo, Editora da Universidade Estadual Paulista. 1996
Vasconcellos, MCC. Estudo dos serviços estaduais de odontologia de saúde pública do estado de São Paulo 1889-1980. Tese de doutoramento em saúde pública, São Paulo, Faculdade de Saúde Pública/USP. 1984
Warmling, MC. Da autonomia da boca: um estudo da constituição do ensino de odontologia no Brasil. 2009. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2010-06-30

Como Citar

Martino, L. V. S., Botazzo, C., & Zilbovicius, C. (2010). Os caminhos públicos da odontologia paulista no início do século XX. Cadernos De História Da Ciência, 6(1), 141–156. https://doi.org/10.47692/cadhistcienc.2010.v6.35784