Abatacepte para pacientes com artrite reumatoide refratária ao tratamento com fármacos modificadores do curso da doença

Autores

  • Tereza Setsuko Toma é Médica, pesquisadora e Diretor Técnico de Saúde I do Núcleo de Análise e Projetos de Avaliação de Tecnologias de Saúde do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo-SP.
  • Eduardo Fonseca de Almeida é Administrador, graduado e mestre pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – FEA/USP.
  • Eliane de Araújo Cintra é Enfermeira, Hospital das Clínicas da Universidade de Campinas. Professora Doutora em Ciências Médicas pela UNICAMP.
  • Andréia de Fátima Nascimento é Médica e professora do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.52753/bis.2013.v14.34131

Palavras-chave:

Abatacepte, Drogas Biológicas, Artrite Reumatoide

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é doença inflamatória sistêmica, crônica e progressiva, que acomete membrana sinovial, articulações, ossos e cartilagens. Controlar dor e rigidez, reduzir perda da função e incapacidade articular e melhorar qualidade de vida são os propósitos no manejo da AR. Anti-inflamatórios não esteroides e analgésicos são usados no alívio dos sintomas. Medicamentos denominados drogas modificadoras do curso da doença (DMCD) biológicas ou não biológicas são utilizados para reduzir dano articular. As DMCD biológicas suprimem o sistema imunológico e a resposta inflamatória. Abatacepte é fármaco biológico imunomodulador seletivo da co-estimulação, inibindo linfócitos T. O objeto deste artigo é discutir provas científicas sobre efetividade e segurança do abatacepte no tratamento da AR refratária ao uso de DMCD não biológicas. Realizou-se busca de documentos nas bases PubMed, EMBASE, TRIP DATABASE, Google Acadêmico, SciELO e LILACS, de 2009 a 2012. De 360 estudos identificados, 19 foram selecionados. Conclui-se que abatacepte é indicado para pacientes com AR grave que não respondem a pelo menos dois esquemas com DMCD não biológicas, sendo opção quando não há resposta a tratamento com biológicos anticitocinas do grupo dos anti-TNF.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

1. Almeida EF, Cintra EA, Toma TS. Abatacepte para pacientes com artrite reumatoide refratária ao tratamento com drogas modificadoras do curso da doença (DMCD) não biológicas. Parecer Técnico-Científico elaborado para o Curso de Avaliação de Tecnologias em Saúde [monografia na internet]. São Paulo; 2012. [acesso em 24 nov 2012]. Disponível em: http://www.saude.sp.gov.br/resources/instituto-de-saude/homepage/nucleos/nucleo-de-analise-e-projetos-de-avaliacao-de-tecnologias-de-saude/ptc_abatacept_fevereiro2012.pdf [ Links ]
2. Bértolo MB, Brenol CV, Schainberg CG, Neubarth F, Lima FAC, Laurindo IM, et al. Atualização do consenso brasileiro no diagnóstico e tratamento da artrite reumatóide. Rev Bras Reumatol [periódico na internet]. 2007 [acesso em 4 jun 2011];47(3):151-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbr/v47n3/03.pdf [ Links ]
3. Kristensen LE, Jakobsen AK, Bartels EM, Geborek P, Bliddal H, Saxne T, et al. The number needed to treat for second-generation biologics when treating established rheumatoid arthritis: a systematic quantitative review of randomized controlled trials. Scand J Rheumatol. 2011;40(1):1-7. [ Links ]
4. Malottki K, Barton P, Tsourapas A, Uthman AO, Liu Z, Routh K, et al. Adalimumab, etanercept, infliximab, rituximab and abatacept for the treatment of rheumatoid arthritis after the failure of a tumour necrosis factor inhibitor: a systematic review and economic evaluation. Health Technol Assess [periódico na internet]. 2011 [acesso em 15 nov 2011];15(14):1-278. Disponível em: http://www.hta.ac.uk/fullmono/mon1514.pdf [ Links ]
5. Marques Neto JF, Gonçalves ET, Langen LFOB, Cunha MFL, Radominski S, Oliveira SM, et al. Estudo multicêntrico da prevalência da artrite reumatóide do adulto em amostras da população brasileira. Rev Bras Reumatol. 1993;33(5):169-73. [ Links ]
6. Maxwell L, Singh JA. Abatacept for rheumatoid arthritis. Cochrane Database of Systematic Reviews. The Cochrane Library [base de dados na internet], Issue 09, Art. No. CD007277. DOI: 10.1002/14651858.CD007277.pub4, 2011. [acesso em 15 nov 2011]. Disponível em: http://cochrane.bvsalud.org/cochrane/main.php?lib=COC&searchExp=abatacept&lang=pt
7. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Portaria SCTIE nº 66 de 06 de novembro de 2006. Aprova o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas – Artrite Reumatoide [portaria na internet]. Brasília (DF); 2006. [acesso em 15 nov 2011]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/.../pcdt_artrite_reumatoide_2006.pdf [ Links ]
8. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretrizes metodológicas: elaboração de pareceres técnico-científicos [monografia na internet]. 3.ed.rev.atual. Brasília (DF); 2011. 80 p. (Série A. Normas e manuais técnicos). [acesso em 23 jan 2012]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/DiretrizesPTC.pdf [ Links ]
9. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS. Medicamentos Biológicos (infliximabe, etanercepte, adalimumabe, rituximabe, abatacepte, tocilizumabe, golimumabe e certolizumabe pegol) para o tratamento da Artrite Reumatóide. Relatório de Recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS [monografia na internet]. Brasília (DF); 2012. [acesso em 24 nov 2012]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/CONITECRel12BiologicosAR.pdf [ Links ]
10. Mota LMH, Cruz BA, Brenol CV, Pereira IA, Fronza LSR, Bertolo MB et al . Consenso da Sociedade Brasileira de Reumatologia 2011 para o diagnóstico e avaliação inicial da artrite reumatoide. Rev Bras Reumatol [periódico na internet]. 2011 [acesso em 4 jun 2011]; 51(3): 207-19. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbr/v51n3/v51n3a02.pdf [ Links ]
11. Nam JL, Winthrop KL, Van Vollenhoven RF, Pavelka K, Valesini G, Hensor EMA, et al. Current evidence for the management of rheumatoid arthritis with biological disease-modifying antirheumatic drugs: a systematic literature review informing the EULAR recommendations for the management of RA. Ann Rheum Dis. 2010;69:976-86. [ Links ]
12. Salliot C, Finckh A, Katchamart W, Lu Y, Sun Y, Bombardier C, et al. Indirect comparisons of the efficacy of biological antirheumatic agents in rheumatoid arthritis in patients with an inadequate response to conventional disease-modifying antirheumatic drugs or to an anti-tumour necrosis factor agent: a meta-analysis. Ann Rheum Dis. 2011;70:266-71. [ Links ]
13. Singh JA, Christensen R, Wells GA, Suarez-Almazor ME, Buchbinder R, Lopez-Olivo MA, et al. Biologics for rheumatoid arthritis: an overview of Cochrane reviews. Cochrane Database of Systematic Reviews [base de dados na internet];08, Art. No. CD007848. DOI: 10.1002/14651858.CD007848.pub4, 2011a. [acesso em 15 nov 2011]. Disponível em: http://cochrane.bvsalud.org/cochrane/main.php?lib=COC&searchExp=artrite%20and%20reumatoide&lang=pt
14. Singh JA, Wells GA, Christensen R, Tanjong GE, Maxwell L, MacDonald JK, et al. Adverse effects of biologics: a network meta-analysis and Cochrane overview. Cochrane Database of Systematic Reviews. [base de dados na internet];8, Art. No. CD008794. DOI: 10.1002/14651858.CD008794.pub2, 2011b. [acesso em 15 nov 2011]. Disponível em: http://cochrane.bvsalud.org/cochrane/main.php?lib=COC&searchExp=artrite%20and%20reumatoide&lang=pt

I Acesso em 15/12/2011. Disponível em http://www.accessdata.fda.gov/scripts/cder/drugsatfda/
II Acesso em 15/12/2011. Disponível em http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/banco_med.htm
III BUSCA GERAL: ((“arthritis, rheumatoid”[MeSH Terms] OR (“arthritis”[All Fields] AND “rheumatoid”[All Fields]) OR “rheumatoid arthritis”[All
Fields] OR (“rheumatoid”[All Fields] AND “arthritis”[All Fields])) AND (“abatacept”[Supplementary Concept] OR “abatacept”[All Fields])) AND
(“humans”[MeSH Terms] AND “2008/11/20”[PDat] : “2011/11/19”[PDat]);BUSCA ESPECIALIZADA:Therapy/Broad[filter] AND ((*arthritis,rheumatoid”[MeSH Terms] OR (“arthritis”[All Fields] AND “rheumatoid”[All Fields]) OR “rheumatoid arthritis”[All Fields] OR (“rheumatoid”[All Fields] AND “arthritis”[All Fields])) AND (“abatacept”[Supplementary Concept] OR“abatacept”[All Fields])) AND (“2008/11/20”[PDat] : “2011/11/19”[PDat])
IV ‘abatacept’/exp/mj AND rheumatoid AND ‘arthritis’/exp/mj AND [humans]/ lim AND [embase]/lim AND [2010-2012]/py AND ‘rheumatoid arthritis’/de AND (‘Article’/it OR ‘Article in Press’/it OR ‘Review’/it)
V (abatacept rheumatoid arthritis) (not title:juvenile) from:2010
VI Tudo no Título: Abatacept"rheumatoid arthritis" definido na busca avançada: “publicado a partir de 2010”)
VII rheumatoid arthritis
VIII abatacept AND rheumatoid AND arthritis

Downloads

Publicado

2013-05-31

Como Citar

Toma, T. S., Almeida, E. F. de, Cintra, E. de A., & Nascimento, A. de F. (2013). Abatacepte para pacientes com artrite reumatoide refratária ao tratamento com fármacos modificadores do curso da doença. BIS. Boletim Do Instituto De Saúde, 14(2), 179–186. https://doi.org/10.52753/bis.2013.v14.34131

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>