Avaliação em saúde

Autores

  • Virginia Junqueira Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Instituto de Saúde
  • Iracema Ester do Nascimento Castro Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Instituto de Saúde

Palavras-chave:

Avaliação em saúde, Sistema Único de Saúde

Resumo

A instituição do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil foi um marco da reforma de Estado concretizada na Constituição de 1988. A avaliação do impacto das ações do SUS sobre a situação de saúde da população é atribuição que cabe aos três níveis de governo.
Ao revisar a literatura sobre a avaliação em saúde, Silva&Formigli (1994) observam que a variedade de definição dos termos empregados por diversos autores guarda relação com a complexidade do objeto e com as diferentes concepções e práticas de saúde. Segundo estas autoras, a avaliação em saúde pode ter seu foco centrado desde o cuidado dispensado ao indivíduo
até às políticas e aos sistemas, passando pelos serviços e programas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BRASIL (1990). Lei Orgânica da Saúde nº 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e

recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União,

Brasília, DF, seção I, nº 182, p.18055, 20 de setembro.

BRASIL (1993). Ministério da Saúde. Lei 8689 de 27/07/1993: Dispõe sobre a extinção do Instituto Nacional de Assistência Médica da

Previdência Social (INAMPS), e dá outras providências.

BRASIL (1995). Ministério da Saúde. Decreto nº 1651 de 28/09/1995: Regulamenta o Sistema Nacional de Auditoria no âmbito do SUS.

CASTIEL, LD (1986). Considerações Acerca da Utilização da Epidemiologia na Avaliação de Sistemas de Saúde. Cadernos de Saúde Publica

(2) 184-90.

CASTELLANOS, PL (1991). Proyecto: Sistemas Nacionales de Vigilancia de la Situacion de Salud segun Condiciones de Vida y del Impacto de las

Acciones de Salud y Bienestar. Borrador de trabajo, OPS/OMS (mimeo).

CASTELLANOS, PL (1994). Perfiles de mortalidad, nivel de desarrollo e ineqüidades sociales em la region de las Americas. Borrador de trabajo.

OPS/OMS.

SILVA, LM da; FORMIGLI, VL (1994). A avaliação em saúde: limites e perspectivas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de janeiro, 10(1) 80-91, jan/mar

Downloads

Publicado

2002-12-30

Como Citar

Junqueira, V., & Castro, I. E. do N. (2002). Avaliação em saúde. BIS. Boletim Do Instituto De Saúde, (28), 6–9. Recuperado de https://periodicos.saude.sp.gov.br/bis/article/view/38171

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)