Expressão gênica de miRNA na toxoplasmose cerebral

Autores

  • Ingrid Siqueira Pereira Coordenadoria de Controle de Doenças
  • Cristina da Silva Meira-Strejevitch Coordenadoria de Controle de Doenças
  • Vera Lucia Pereira-Chioccola Coordenadoria de Controle de Doenças

Palavras-chave:

toxoplasmose cerebral, aids, expressão gênica, miRNA

Resumo

A toxoplasmose constitui um sério problema de saúde pública, principalmente
em pacientes imunocomprometidos, como os portadores do vírus da
imunodeficiência humana (HIV). Apesar do acesso universal e gratuito à
terapia antirretroviral (TARV) e a diminuição dos casos, a toxoplasmose
cerebral ainda é responsável por alta morbidade e mortalidade, além de
representar um determinante de mau prognóstico nesses pacientes. Os
miRNAs são moléculas que exercem um importante papel na regulação da
expressão gênica em células eucariontes. Sendo assim, há muito potencial
para serem utilizados para o diagnóstico, prognóstico e intervenções
terapêuticas. Diante disso, este estudo avaliou os níveis de expressão dos
miRNAs miR-146a, miR-21, miR-155, miR-125b e miR-29c em plasma de
pacientes com toxoplasmose cerebral e aids (TC/aids). Foram analisadas
79 amostras de plasma divididas em três grupos: grupo I- 32 amostras
de plasma de pacientes TC/aids; grupo II- 27 amostras de plasma de
indivíduos assintomáticos e soropositivos para toxoplasmose (TA) e grupo
III- 20 amostras de indivíduos soronegativos para toxoplasmose (CN).
Após a extração de RNA total contendo miRNA foi realizada a síntese do
DNA complementar e em seguida o perfil de expressão de cada miRNA
foi determinado por PCR quantitativo em tempo real. Os resultados foram
expressos em quantificação relativa e mostraram que o miR-146a e o miR-21
foram significativamente mais expressos nos pacientes com toxoplasmose
cerebral e aids quando comparados com os indivíduos assintomáticos e
soropositivos para toxoplasmose. Em relação aos miR-155, miR-125b e
miR-29c não houveram diferenças estatisticamente significantes entre os
grupos estudados. Até o momento, este é o primeiro estudo a investigar
a expressão de miRNAs em pacientes com toxoplasmose cerebral e aids
abrindo perspectivas para futuros estudos a cerca do seu emprego no
diagnóstico, prognóstico e aplicação clínica.

Publicado

2021-05-31

Como Citar

1.
Siqueira Pereira I, da Silva Meira-Strejevitch C, Lucia Pereira-Chioccola V. Expressão gênica de miRNA na toxoplasmose cerebral. Bepa [Internet]. 31º de maio de 2021 [citado 6º de fevereiro de 2023];18(209):72-3. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/BEPA182/article/view/36672

Edição

Seção

Resumo de teses e dissertações