Utilização do aparelho de Bimler Classe III, aparelho Planas Composto modificados e placa expansora, para o restabelecimento das cabeças mandibulares na cavidade articular

Autores

  • Júlio César Elias Pós-Graduação - Coordenadoria de Controle de Doenças
  • Maria de Fátima Costa Pires Pós-Graduação - Coordenadoria de Controle de Doenças

Palavras-chave:

Articulações/anormalidades, Articulação Temporomandibular/ diagnóstico, Artropatias/reabilitação, Artroscopia/terapia, Disco da Articulação temporomandibular/fisiopatologia, Dor facial

Resumo

As desordens do sistema mastigatório incluem qualquer desarmonia que ocorra nas
relações funcionais das articulações temporomandibulares dos músculos buco faciais,
dos músculos mastigadores e dos suprimentos vasculares e nervosos desses tecidos.
A dor na articulação temporomandibular desencadeada pelo movimento mandibular
atinge de 5 a 12% dos indivíduos entre 20 e 40 anos de idade. O presente estudo tem
como objetivo propor uma ficha de exame físico para diagnóstico das artropatias das
articulações temporomandibulares com base no questionário RDC/TMD para ser
utilizado na prática clínica e propor a utilização de um aparelho Bimler ClasseIII,
aparelho Planas Composto modificado e placa expansora, para o restabelecimento
das cabeças mandibulares na cavidade articular. Participaram da pesquisa 16 adultos
maiores de 18 anos de ambos os sexos atendidos em clínicas particulares médicas/
odontológicas, nas cidades de São Paulo, Santos, Limeira, Atibaia e Santa Bárbara
D’Oeste. Todos os participantes avaliados responderam à ficha proposta para exame
físico para diagnóstico das disfunções temporomandibulares (DTM), medida da abertura
bucal, ausculta das articulações temporomandibulares, medida da proporção facial e
foram solicitados exames radiológicos. Os participantes submetidos a utilização desse
aparelho apresentaram sintomatologia de aguda a intensa (pontuação 5 na ficha de
exame físico) com ou sem uso de medicação anti-inflamatória, analgésica e relaxante
muscular para o quadro álgico da artropatia das articulações temporomandibulares e
presença de locking. A principal queixa relatada pelos participantes no momento da
consulta foi o cansaço muscular em 100% (16/16) dos participantes. Os 16 participantes
utilizaram o aparelho por 24 horas por dia por período de até 7 meses assim divididos:
período inicial de uso do aparelho de 1 a 3 meses, sendo o primeiro mês o de adaptação
ao aparelho; período intermediário de 4 a 5 meses e o final do uso do aparelho de 6
a 7 meses. Após análise do RX panorâmico observou-se em todos os participantes a
recuperação do espaço articular a linearidade das cabeças mandibulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-12-30

Como Citar

1.
Elias JC, Costa Pires M de F. Utilização do aparelho de Bimler Classe III, aparelho Planas Composto modificados e placa expansora, para o restabelecimento das cabeças mandibulares na cavidade articular. Bepa [Internet]. 30º de dezembro de 2019 [citado 25º de maio de 2024];16(192):61-2. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/BEPA182/article/view/37483

Edição

Seção

Resumo de teses e dissertações