Classificação epidemiológica dos municípios segundo o Programa de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral Americana no Estado de São Paulo, para 2013

Autores

  • Osias Rangel Comitê de Leishmaniose Visceral Americana da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
  • Roberto Mistsuyoshi Hiramoto Instituto Adolfo Lutz
  • Lúcia de Fátima Henriques Superintendência de Controle de Endemias
  • Helena Hilomi Taniguchi Instituto Adolfo Lutz
  • Ricardo Mario de Carvalho Ciaravolo de Carvalho Ciaravolo Superintendência de Controle de Endemias
  • José Eduardo Tolezano Instituto Adolfo Lutz
  • Ana Cecília Costa França Centro de Vigilância Epidemiológica
  • Juliana Yamashiro Centro de Vigilância Epidemiológica
  • Silvia Silva de Oliveira Centro de Vigilância Epidemiológica

Resumo

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Secretaria da Saúde, Coordenadoria de Controle de Doenças, Superintendência de Controle de Endemias. Manual de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral Americana do Estado de São Paulo. São Paulo; 2006.

Secretaria da Saúde, Coordenadoria de Controle de Doenças, Comitê de Leishmaniose Visceral Americana. Classificação epidemiológica dos municípios segundo o Programa de Vigilância e Controle da leishmaniose visceral americana no estado de São Paulo, atualizado em novembro de 2011. Bepa. 2011;8(96):32-6.

Rangel O, Sampaio SMP, Ciaravolo RMC, Rodas LAC, Holckman MM, Uchoa FC et al. Distribuição de casos humanos de leishmaniose visceral americana (LVA) nos municípios do estado de São Paulo e suas implicações para o planejamento das ações de controle da doença. In: Anais da XXVII Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XV Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmaniose; 2011; Uberaba/MG, BR. nº L-V/E 23, 2011; p. 152.

Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. Portaria nº 2.742, de 31 de agosto de 2010. Define as terminologias adotadas em legislação nacional, conforme disposto no Regulamento Sanitário Internacional 2005 (RSI 2005), a relação de doenças, agravos e eventos em saúde pública de notificação compulsória em todo o território nacional e estabelecer fluxo, critérios, responsabilidades e atribuições aos profissionais e serviços de saúde. [portaria na internet]. [acesso em 10 fev. 2013]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/ 6_portaria_2472.pdf

Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. Nota Técnica nº 33, 08 ago 2010. Orientações sobre a Portaria nº 2742, de 31/08/2010, que define a nova relação de doenças e agravos e eventos em saúde pública de notificação compulsória. [nota técnica na internet]. [acesso em 11 fev. 2013]. Disponível em: http:// portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/ 8_nota_tecnica_portaria_2472.pdf

Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. Nota Técnica nº 12, de 2011. Esclarecimentos sobre as dúvidas levantadas pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo no Ofício CCD nº 38/2011 do dia 14 de fevereiro de 2011. Brasília: Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis/Unidade Técnica de Zoonoses Vetoriais e Raiva; 2011.

Secretaria da Saúde, Coordenadoria de Controle de Doenças, Centro de Vigilância Epidemiológica. Distribuição do número de casos e óbitos de LVA segundo município e GVE de infecção no Estado de São Paulo. [atualizado em 02 maio 2013; [acesso em 03 jul. 2013]. Disponível em: http:// www.cve.saude.sp.gov.br/htm/zoo/ lvah_lpi.htm

World Health Organization. Visceral leishmaniasis rapid diagnostic test performance. WHO/TDR; 2011. (Diagnostics Evoluation Series, no 4).

Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Nota Técnica Conjunta nº 1, de 2011. Esclarecimentos sobre substituição do protocolo diagnóstico da leishmaniose visceral canina (LVC). Brasília: Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis/Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública; 2011.

World Health Organization. Health Promotion Evaluation: recomendations to policy-markers. Copenhagen: WHO Regional Office for Europe; 1998.

Downloads

Publicado

2013-03-29

Como Citar

1.
Rangel O, Mistsuyoshi Hiramoto R, Henriques L de F, Hilomi Taniguchi H, de Carvalho Ciaravolo RM de CC, Tolezano JE, Costa França AC, Yamashiro J, Silva de Oliveira S. Classificação epidemiológica dos municípios segundo o Programa de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral Americana no Estado de São Paulo, para 2013. Bepa [Internet]. 29º de março de 2013 [citado 30º de maio de 2024];10(111):3-14. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/BEPA182/article/view/38316

Edição

Seção

Atualizações

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>