Doença Meningocócica: Investigação de Surto Comunitário no Distrito Administrativo do Grajaú, Município de São Paulo, Julho de 2006

Autores

  • Flávia Helena Ciccone Programa de Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS-SP)
  • Eliana Suzuki Programa de Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS-SP)
  • Alessandra C.G. Pellini Programa de Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS-SP)
  • Angela Carvalho Freitas Programa de Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS-SP)
  • Pedro José Vilaça Programa de Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS-SP)
  • Telma R. M. P. Carvalhanas Centro de Vigilância Epidemiológica
  • Isabel Cristina Supervisão de Vigilância em Saúde Capela do Socorro (SUVIS)
  • Maria de Fátima Silva Martins 3Supervisão de Vigilância em Saúde Capela do Socorro (SUVIS)
  • Sonia R. Silva Ramos Centro de Prevenção e Controle de Doenças da Coordenação de Vigilância em Saúde (CCD/Covisa/SMS-SP)
  • Rachel Maria Borelli Paradella Centro de Prevenção e Controle de Doenças da Coordenação de Vigilância em Saúde (CCD/Covisa/SMS-SP)
  • Helena Aparecida Barbosa 4Centro de Prevenção Controle de Doenças da Coordenação de Vigilância em Saúde (CCD/Covisa/SMS-SP)
  • Cleir Aparecido Santana Suporte Técnico e Subgerência de Informação da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa/SMS-SP)
  • Maria Gomes Valente Central de Vigilância Epidemiológica (Central CVE/CCD/SES-SP)

Palavras-chave:

Doença meningocócica, Investigação de surto, Medidas de prevenção e controle

Resumo

A doença meningocócica (DM) é uma moléstia infecciosa aguda de relevância para a saúde pública, devido ao     seu potencial epidêmico e à elevada letalidade. O Distrito Administrativo (DA) do Grajaú, município de São     Paulo (MSP), confirmou 17 casos de DM, em 2006, com coeficiente de incidência de 4,4/100.000 habitantes e     letalidade de 35,3%. Foram sorogrupados 29,4% e todos identificados como meningococo do sorogrupo C. A     comunidade Sucupira, localizada neste DA, apresentou três casos de DM. O objetivo da investigação foi     caracterizar e confirmar a ocorrência do surto da doença nesta comunidade. A investigação dos casos foi     realizada a partir de bancos de dados, de fichas epidemiológicas, de fichas de atendimento hospitalar e de     entrevistas com os familiares de três casos circunscritos a Sucupira. Para a inclusão de DM no surto foi utilizada     a definição de caso: caso de DM confirmado por critério laboratorial, necropsia ou clínica, de 30 de junho a 7 de     julho de 2006, residente na comunidade Sucupira. Dos 17 casos de 2006, foi confirmado um surto de DM na     comunidade Sucupira, com três casos e dois óbitos. Destes, somente a cepa de um paciente foi sorogrupada,     com identificação de sorogrupo C, o que está de acordo com a atual prevalência do sorogrupo C no DA Grajaú e     MSP. As medidas de controle, quimioprofilaxia e vacinação, foram realizadas de forma criteriosa e oportuna. A     investigação permitiu a descrição clínica e epidemiológica dos casos, com a confirmação de surto na     comunidade.    

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica. 6º ed. Brasília (DF); 2005.

World Health Organization. Control of Epidemic Meningococcal Disease. WHO. Practical Guidelines. 2ª ed. 1998. Disponível em: http://www.who.int/csr/resources/publications/meningitis/ WHO_EMC_BAC_98_3_EN/en/ [2006 jul 18].

Meira DA. Doença Meningocócica. In: editores Veronesi R, Focaccia R. Tratado de Infectologia. Segunda edição. São Paulo: Atheneu; 2002. p. 645-54.

American Academy of Pediatrics. Infecções Meningocóccicas. In: Pickering LK, ed. Red Book: 2003 Report of the Committee on Infectious Disease. 26ª edição. Elk Grove Village; 2003: 444-450.

Prefeitura do município de São Paulo. Disponível em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/subpreituras/ spcs [2006 jul 18].

Carvalhanas TRM P, Brandileone MCC, Zanella RC. Meningites bacterianas. Bepa 2005 [Boletim online]. Disponível em: http://www.cve.saude.sp.gov.br/agencia/bepa17_meni.htm [2006 jun 26].

Centers for Diseases Control. Prevention and Control of Menigococcal Disease. Recommendation of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2005; 54 (RR-7): 1-21. Disponível em: http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr5407a1.htm [2006 jun 18].

Fundação Seade. Anuário Estatístico do Estado de São Paulo: 1999. São Paulo 2000.

Stiehm, E, Damrosch, D. Factors in the prognosis of meningococcal infection. J. Pediatric 1966; 68: 457-67.

Carvalhanas TRMP, Pellini ACG, Gorla MCO. Infecção Meningocócica. In: Antonio Carlos Lopes, editor. Tratado de Clínica Médica, v. 3. São Paulo: Roca 2006; seção 19, cap.386, p. 3996- 4015.

Centers for Diseases Control. Epidemiology and Prevention of Vaccine – Preventable Diseases: the Pink Book. 9th ed. Atlanta (GA): 2006. Meningococcal disease. Disponível em: http://www.cdc.gov/nip/ publications/pink/meni.pdf [2006 jul 18].

Barroso DE, Carvalho DM, Nogueira AS, Solari CA. Doença meningocócica: epidemiologia e controle dos casos secundários. Rev Saúde Pública 1998; 32(1): 89-97.

Downloads

Publicado

2006-07-31

Como Citar

1.
Ciccone FH, Suzuki E, C.G. Pellini A, Carvalho Freitas A, Vilaça PJ, R. M. P. Carvalhanas T, Cristina I, Silva Martins M de F, R. Silva Ramos S, Borelli Paradella RM, Barbosa HA, Santana CA, Gomes Valente M. Doença Meningocócica: Investigação de Surto Comunitário no Distrito Administrativo do Grajaú, Município de São Paulo, Julho de 2006. Bepa [Internet]. 31º de julho de 2006 [citado 27º de fevereiro de 2024];3(31):7-12. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/BEPA182/article/view/38809

Edição

Seção

Informe Epidemiológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>