Contribuição das pesquisas desenvolvidas na Sucen incorporadas às ações de vigilância e controle dos vetores da dengue

Autores

  • Maria de Lourdes da Graça Macoris Superintendência de controle endemias
  • Maria Teresa Macoris Andrighetti Superintendência de controle endemias
  • Gisela Rita Alvarenga Monteiro Marques Superintendência de controle endemias
  • Lígia Leandro Nunes Serpa Superintendência de controle endemias
  • Mariza Pereira Superintendência de controle endemias
  • Dalva Marli Valério Wanderley Superintendência de controle endemias

DOI:

https://doi.org/10.57148/bepa.2015.v.12.39259

Palavras-chave:

dengue, aedes aegypti

Resumo

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Chiaravalloti FN. Descrição da colonização de Aedes aegypti na região de São José do Rio Preto, São Paulo. Rev Soc Bras Med Trop.1997;30(4):279-85.

Glasser CM, Gomes AC. Infestação do Estado de São Paulo por Aedes aegypti e Aedes albopictus. Rev Saúde Pública. 2000;34(6):570-7.

Glasser CM, Gomes AC. Clima e sobreposição da distribuição de Aedes aegypti e Aedes albopictus na infestação do Estado de São Paulo. Rev Saúde Pública. 2002;36(2):166-72.

Alves MCGP, Gurgel SM, Almeida MCRR. Plano amostral para cálculo de densidade larvária de Aedes aegypti e Aedes albopictus no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saúde Pública. 1991;25(4):251-6.

Alves MCGP, Silva NN. Simplificação do método de estimação da densidade larvária de Aedes aegypti no Estado de São Paulo. Rev Saúde Pública, 2001;35(5).

Pereira M. Produtividade e habitats larvários de Aedes aegypti em Santos, Estado de Säo Paulo. [tese de doutorado]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública USP; 2001.

Glasser CM, Arduino MB, Barbosa GL, Ciaravolo RMC, Domingos MF, Oliveira CD, Pereira M. Comportamento de formas imaturas de Aedes aegypti, no litoral do Estado de São Paulo. Rev Soc Bras Med Trop. 2011:44(3):349-55.

Forattini OP, Brito M. Reservatórios domiciliares de água e controle do Aedes aegypti. Rev Saúde Pública. 2003;37(5):676-7.

São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Plano de Intensificação das ações de controle de dengue no Estado de São Paulo. Vigilância e Controle de Aedes aegypti: Normas, orientações e recomendações técnicas. São Paulo; 2001.

Marques CCA, Marques GRAM, Brito M, Santos LLGN, Ishibashi VC, Gomes FA. Estudo comparativo de eficácia de larvitrampas e ovitrampas para vigilância de vetores de dengue e febre amarela. Rev Saúde Pública.1993;27(4):237-41.

Macoris MLG, Mazine CAB, Andrighetti MTM, Yasumaro S, Silva ME, Nelson MJ, Winch P. Factors favoring houseplant container infestation with Aedes aegypti larvae in Marília, São Paulo, Brazil. Am J Public Health.1997;1(4):280-6.

Mazine CAB, Macoris MLG, Andrithetti MTM, Yasumaro S, Silva ME, Nelson MJ, Winch P. Disposable containers as larval habitats for Aedes

aegypti in a city with regular refuse collection: A study in Marília, São Paulo State, Brazil. Acta Tropica. 1996;62:1-13.

Andrighetti MTM, Mazine CAB, Yasumaro S, Macoris MLG, Costa VP, Winch PJ. Newsleters as a channel for communication in a community-based Aedes aegypti control program in Marília, Brazil. J Am Mosq Control Assoc. 1996;12(4):732-5.

Yasumaro S, Silva ME, Andrighetti MTM, Macoris MLG, Mazine CAB, Winch P. Community involvement in a dengue Prevention Project in Marília, São Paulo State, Brazil. Human Org, 1998;57(2):209-14.

São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Normas e recomendações técnicas para a vigilância e controle do Aedes aegypti no Estado de São Paulo. São Paulo; 2002.

Macoris MLG, Andrighetti MTM, Takaku L, Glasser CM, Garbeloto VC, Cirino VCB. Alteração de resposta de suscetibilidade de Aedes aegypti a inseticidas organofosforados em municípios do estado de São Paulo, SP, Brasil. Rev Saúde Pública.1999;33(5):86-7.

Lefèvre AMC, Lefèvre F, Scandar SAS, Yasumaro S, Sampaio SMP. Representações dos agentes de combate ao Aedes aegypti sobre a estratégia de retirada do inseticida nas ações de controle do vetor. Rev Bras Epidemiol. 2003;6(4):359-72.

Chiaravalloti VB, Maria MS, Chiaravalloti FN, Conversani DT, Fiorin AM, Barbosa AAC, Ferraz AA. Avaliação sobre a adesão às práticas preventivas do dengue: o caso de Catanduva, São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública, 2002;18(5):1321-9.

São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Avaliação da mortalidade de formas imaturas de Aedes aegypti expostas a diferentes concentrações salinas. Laboratório de Entomologia Médica-LEnA, Fevereiro de 2000. Mimeo. 3p

São Paulo (Estado) Secretaria de Estado.Normas e recomendações técnicas para vigilância e controle de Aedes aegypti no Estado de São Paulo. São Paulo; 2005.

Macoris MLG, Andrighetti MTM, Nalon KCR, Garbeloto VC, Caldas Jr ALC. Standardization of bioassays for monitoring resistance to insecticides in Aedes aegypti. Dengue Bull. 2005;29:176-82.

Macoris MLG, Andrighetti MTM. Monitoramento da susceptibilidade de Aedes aegypti aos inseticidas utilizados para seu controle no Estado de São Paulo. Bol Epidemiol Paulista. 2006;3:50-55.

Barata EAMF, Costa AIP, Chiaravalloti Neto F, Glasser CM, Barata JMS, Natal D. População de Aedes aegypti em área endêmica de dengue,

Sudeste do Brasil. Rev Saúde Pública, 2001;35(3):237-42.

São Paulo (Estado) Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Principais Problemas na Normatização das Atividades de Vigilância e Controle de Aedes aegypti e Ajustes Necessários. Estado de São Paulo. São Paulo; 2000.

Andriguetti MTM, Macoris MLG, Takaku L, Galvani KC, Cardoso RP, Scandar SS, Glasser CM, Wanderley DMV, Yang HM. Avaliação do efeito do inseticida Malathion aplicado sob a forma de ultra baixo volume com equipamentos portátil e pesado sobre Aedes aegypti (Diptera: Culicidae). Rev Pat Tropical. 2012; 42:427-41

Wanderley DMV, Gomes AHA, Pereira M, Holcman MM, Barbosa GL. Larval infestation of Aedes aegypti and dengue transmission in municipalities of the State of Sao Paulo, Brazil. In: Anais do 18º International Congress for Tropical Medicine and Malaria and XLVIII

Congress of the Brazilian Society of Tropical Medicine. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical; 2012.

Barbosa GL, Lourenço RW. Análise da distribuição espaço-temporal de dengue e da infestação larvária no município de Tupã, Estado de São Paulo. Rev Soc Bras Med Trop. 2010;43(2):145-51.

Barbosa GL, Holcman MM, Pereira M, Gomes AHA, Wanderley DMV. Indicadores de infestação larvária e influência do porte populacional na transmissão de dengue no estado de São Paulo, Brasil: um estudo ecológico no período de 2007- 2008. Epidemiol Serv Saúde. 2012;21:195-204.

Costa AIP, Natal D. Distribuição espacial da dengue e seus determinantes socioeconômicos em localidade urbana no sudeste do Brasil. Rev Saúde Pública. 1998;31(6):232-6.

Lima VLC, Andrade VR, Figueiredo LTM, Carmos L, Restitutti MC. Utilização do geoprocessamento para análise de inquérito soroepidemiológico para Dengue, Campinas, São Paulo, 1998. Inf epidemiol SUS. 2001;10:23-4.

Barbosa GL, Donalisio MR, Lourenço RW, Andrade VR, Arduino MB, Lima VLC. Spatial distribution of the risk of dengue and the entomological indicators in Sumaré, State of São Paulo, Brazil. PLoS Negl Trop Dis. 2014;8(5):e2873.

Downloads

Publicado

2023-05-04

Como Citar

1.
Macoris M de L da G, Andrighetti MTM, Marques GRAM, Serpa LLN, Pereira M, Wanderley DMV. Contribuição das pesquisas desenvolvidas na Sucen incorporadas às ações de vigilância e controle dos vetores da dengue. Bepa [Internet]. 4º de maio de 2023 [citado 20º de julho de 2024];12(135/136):35-9. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/BEPA182/article/view/39259

Edição

Seção

Especial de 40 anos da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) 1975-2015 / v.12 n. 135 -136 (2015)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>