Contribuição do Laboratório Regional de Santos na epidemiologia da esquistossomose mansoni em Santos
PDF

Como Citar

1.
Moura SAL de. Contribuição do Laboratório Regional de Santos na epidemiologia da esquistossomose mansoni em Santos. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 31º de julho de 1952 [citado 20º de junho de 2024];12(1-2):97-110. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/33223

Resumo

O autor faz um pequeno histórico da esquistossomose mansoni em Santos e, a seguir, enumera os trabalhos realizados pelo Laboratório Regional de Santos referentes à epidemiologia desta doença, nesta cidade. Relata como foram descobertos os focos dos bairros do Sabóo e do Jabaquara e como se verificou a extensão desta helmintose pelo Macuco e Ponta da Praia. Denuncia o perigo que representa à disseminação da esquistossomose mansoni a corrente imigratória de operários e trabalhadores vindos de zonas e Estados largamente atingidos por esta parasitose (Nordeste, Sergipe, Alagoas, Bahia e Minas Gerais), que se empregam, frequentemente, como serventes, vigias de obras, etc e que residem nos próprios locais de trabalho, em geral desprovidos de instalações sanitárias e cujas dejeções são lançadas no chão ou em precaríssimas fossas negras em geral em conexão com as valas de drenagem onde proliferam os moluscos hospedeiros intermediários. Mostra o que realizou uma comissão que foi designada para estudo e combate à esquistossomose, os resultados obtidos com inquéritos coprológicos feitos entre escolares, descreve os processos usados nos exames das amostras de fezes e analisa os meios empregados para o diagnóstico desta doença.

https://doi.org/10.53393/rial.1952.12.33223
PDF

Referências

1. ARANTES,A. - 1923 - Sôbre dois casos de schistosomose autoctones em Santos Ann. Paul. Med. Cir. 14: 95-96.

2. ARANTES,A. - 1923-1924 - Schistosomose em Santos. Bol. Soc. Med. Cir. Santos 3 : 20-23.

3. ARANTES,A. - 1924 - 11 casos autoctones de schistosornose em Santos. Bol. Soc. Med. Cir. São Paulo 7: 64.

4. MAGALHÃES,Z. PAIVA - 1949 - Esquistosomíase mansoni. Novo foco autóctone em Santos. Rev. Inst. Adolfo Lutz 9: 5-17.

5. MEIRA, J. ALVES e J. C. MACEDO SOARESJr. - 1948 - A biópsia retal no diagnóstico da esquistosomíase mansoni. Arq. Eac, Hig. Saúde Púb. Univ. S. Paulo 2 (1): 45-90.

6. MOURA, S. A. LEÃO de - 1942 - Incidência das parasitoses nos escolares de Santos. Imprensa Médica 18 (340) : 98-101.

7. MOURA, S. A. LEÃO de - 1945 - Schistosomose mansoni autóctone em Santos. Rev. Inst. Adolfo Lutz 5 : 279-311.

8. OTTOLINA,C. "- 1947 - El problema clínico de Ia schistosomiasis mansoni ante nuevos métodos diagnósticos y sus resultados. Rev. Policiin. Caracas 16: 55-72.

9. PEREIRA, O. ARANTES- 1951 - A intradermorreação para diagnóstico de esquistosomose mansoni. Res. Clin.· Cient. 10: 331-338.

10. PEREIRA, O. ARANTES- 1952 - Considerações sôbre a biópsia retal no diagnóstico da esquistosomose mansoni. Rev. Bras. Gasiroenierol, 4 (2): 283-290.

11. PEREIRA, O. ARANTESe M. BARRETONETTo - 1949 - Biópsia retal múltipla e cograma na esquistosmose mansoni. Arq. Clinica 9: 127-153.

12. TORRES, D. M. GONZALEZ- 1940 - Sôbre um caso de schistosomose intestinal autóctone de Santos. Apendicite por Schistosoma (Schistomosa !) mansoni, Arq. Inst. Biol. 11 : 579-588.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1952 S. A. Leão de Moura

Downloads

Não há dados estatísticos.