Ancylostoma duodenale e Necator americanus: diagnóstico diferencial das larvas infestantes e prevalência em amostras fecais provenientes da Grande São Paulo

Arquivos suplementares

pdf

Palavras-chave

Ancylostoma duodenale, Necator americanus, diagnóstico diferencial da larva infestante
Ancylostoma duodenale, Necator americanus, prevalência em habitantes da Grande São Paulo, Brasil

Como Citar

1.
Corrêa L de L, Silva MIPG da, Silva RM da, Dias RMDS. Ancylostoma duodenale e Necator americanus: diagnóstico diferencial das larvas infestantes e prevalência em amostras fecais provenientes da Grande São Paulo. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 22º de fevereiro de 2022 [citado 25º de abril de 2024];39(2):145-53. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/37309

Resumo

A falta de quaisquer dados sobre a prevalência do Ancylostoma duodenale e do Necator americanus entre habitantes da Grande São Paulo foi que motivou a pesquisa que abrangeu 300 amostras fecais. Foi utilizado o método de cultura de larvas de Harada e Mori (1951) e o reconhecimento da espécie foi efetuado através do estudo das larvas filarióides do terceiro estágio, utilizandc o critério diagnóstico estabelecido por G. Matsusaki. Para rigoroso aferimento dos parâmetros diagnósticos utilizados, foram recuperados, após medicação adequada, exemplares adultos de Anculoetoma duodenale e de Necator americanus de alguns dos pacientes estudados. Dentre as 300 amostras fecais cultivadas, 60,30/0 continha larvas de Neeator americanus, 14,70/0 mostrava larvas de l1ncylostoma duodenale e 25,00/0 correspondia a portadores de dupla infestação.

https://doi.org/10.53393/rial.1979.39.37309

Referências

1. ASAMI, K.; ENOMOTO, Y. & MIURA, S. Infestações por ancilostomídeos e Strongyloides etercoralis em Pernambuco. Inquérito baseado na identificação das larvas. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, 12: 31-5, 1970.


2. AZEVEDO, J. F. apud VIEIRA, R. A. & ROMBERT, P. C. - Estudos sobre ancilostomídeos. Anais Esc. naco Saúde Pública Med. trop., 2:129-162, 1968.

3 . CARVALHO, A. A. - Anemia ancilostomótica na criança. Aspectos de sua etiopatogenia. São Paulo, 1956. [Tese - Fac. Méd. Univ. São Paulo]

4. HARADA, Y. & MORI, O. - A simple culture method of Ancyslostoma duodetuile. Med. Biol., 20 (2) : 65-7, 1951.

5. HOAGLAND, K. E. & SCHAD, G. A. - Neeator americanus and Ancylostoma duodenale: life history parameters and epi-
demiological implications of two sympatric hookworms of humans. Expl. Parasit., 44:36-49, 1978.

6. MARZOCHI, M. C. A. & CHIEFFI, P. P. - Estudo dos fatores envolvidos na disseminação dos enteroparasitas. IV - Distribuição do Necator americanus e do Ancylostoma duodenale na população periurbana e rural do Município de Londrina, Paraná, Brasil. Rev. Inst. Med. trop, S. Paulo, 20 (1) :36-40, 1978.

7. MATSUSAKI, G. - Studies on the life history of the hookworms - Part V. The morfological s tudies on the development of the 2nd. arid 3rd. stage larvae of Ancylostoma duodenale and Neca.ior americanus. Yokohama med. Bull., 13(5) :32146, 1962.

8. PESSÔA, S. B. - Pesquisas sobre a ancylostomose em São Paulo. VII. Sobre a eliminação de Necator americanue e de Ascaris lumbricoides após tratamento anthelminthico. Folha med., 19: 13-4, 1938.

9. SANTIAGO, M. A. M. - Identificação das larvas dos nematódeos parasitas dos ruminantes. São Paulo, Johnson & Johnson, 1972. p. 6.

10. SMILLIE, W. G. & PESSÔA, S. B. - Treatment of hookworm disease with a mixture of carbon tetrachlorid and asca ridol. Am. J. trop. Med., 5:71-86, 1925.

11. STILES, C. W. - Condensed hookworm thermometer. J. Parasit., 7 (4) : 192, 1921.

12. VIEIRA, R. A. & R.oMBERT, F. C. - Estudos sobre ancilostomídeos. An. Esc. nac. Saúde Pública Med. trop., 2: 129-62, 1968.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Lúcia de Lacerda Corrêa, Maria Ivani P. Gonçalves da Silva, Rita Maria da Silva, Rosa Maria Donini Souza Dias

Downloads

Não há dados estatísticos.