Perfil dos medicamentos manipulados pelas farmácias comunitárias com Autorização Especial
PDF

Palavras-chave

farmácia comunitária
autorização especial
medicamento manipulado
Nova Friburgo

Como Citar

1.
Pontes FE de, Zamith HP da S. Perfil dos medicamentos manipulados pelas farmácias comunitárias com Autorização Especial. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 1º de março de 2012 [citado 18º de julho de 2024];71(3):601-4. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/32471

Resumo

Nos últimos dez anos, a ocorrência de doenças e de agravos à saúde, e mesmo óbitos, em pacientes que fizeram uso de medicamentos manipulados reacendeu o debate sobre a qualidade desse tipo de medicamento no Brasil. O presente estudo efetuou a descrição do perfil dos medicamentos alopáticos manipulados pelas farmácias comunitárias existentes na época do estudo, com Autorização Especial concedida pela Anvisa (Portaria SVS/MS nº 344/98), e localizadas no município de Nova Friburgo (RJ). Esta investigação foi realizada por meio de pesquisa documental das características consideradas relevantes para o estudo. Foram avaliados os registros do mês de novembro de 2006 dos livros de receituário das farmácias autorizadas a manipular substâncias sujeitas a controle especial, totalizando-se 12.253 fórmulas. Foram verificadas baixa frequência de medicamentos manipulados considerados farmacopeicos (< 1,0%) e alta frequência da forma farmacêutica em cápsula (83%); e que a manipulação destas como monodroga estava concentrada em 15 fármacos, representando classes terapêuticas de grande importância clínica, tais como: antidepressivo, anorexígeno, antipsicótico e anti-hipertensivo. O perfil dos medicamentos manipulados avaliados poderia representar, em termos de saúde pública, potencial risco sanitário quanto à segurança e à eficácia.
https://doi.org/10.53393/rial.2012.v71.32471
PDF

Referências

1. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Subsídios à discussão sobre a proposta de regulamentação para farmácias magistrais. Rev Saúde Pública. 2005;39:691-4.

2. Yano HM, Auricchio MT. Digitoxina: superdosagem em medicamento manipulado. Rev Inst Adolfo Lutz. 2005;64:273-5.

3. Yano HM, Bugno A, Auricchio MT. Intoxicação por colchicina em formulação manipulada. Rev Inst Adolfo Lutz. 2008;67:234-6.

4. Brasil. Portaria nº 344, de 12 de maio de 1998, da Secretaria da Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde. Regulamento Técnico sobre Substâncias e Medicamentos Sujeitos a Controle Especial. [acesso 2012 dez 2 ]. Disponível em: [http://www.anvisa.gov.br/legis/portarias/344_98.htm].

5. Brasil. Resolução RDC nº 214 de 2006, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Dispõe sobre Boas Práticas de Manipulação de Medicamentos para Uso Humano em Farmácias. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Basília, DF, 18 dez 2006, Seção 1, p. 1-33, Suplemento nº 241.

6. Carneiro MFG, Guerra Júnior AA, Acurcio FA. Prescrição, dispensação e regulação do consumo de psicotrópicos anorexígenos em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cad Saúde Pública. 2008;24:1763-72.

7. Brasil. Resolução RDC nº 222, de 2 de agosto de 2005, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Aprova a 1ª Edição do Formulário Nacional. [acesso 2012 dez 2]. Disponível em: [http://www.farmacotecnica.ufc.br/arquivos/FN_2005_RDC222.pdf].

8. Buurma H, Smet PAGM, Hoff OP, Sysling H, Storimans M, Egberts ACG. Frequency, nature and determinants of pharmacy compounded medicines in Dutch community pharmacies. Pharm World Sci. 2003;25:280-7.

9. Baracat MM, Montanher CLS, Kubacki AC, Martinez RM, Zonta GAN, Duarte JC, et al. Avaliação da qualidade de formulações manipuladas e industrializadas de sinvastatina. Lat Am J Pharm. 2009;28:427-32.

10. Andrade MF, Andrade RCG, Santos V. Prescrição de psicotrópicos: avaliação das informações contidas em receitas e notificações. Rev Bras Ciênc Farm. 2004;4:471-9.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2012 Francisco Eduardo de Pontes, Helena Pereira da Silva Zamith

Downloads

Não há dados estatísticos.