Dr. Adolpho Lutz
PDF

Como Citar

1.
Albuquerque MS de. Dr. Adolpho Lutz. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 29º de janeiro de 1950 [citado 20º de junho de 2024];10(1-2):9-30. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/33193

Resumo

A situação do Brasil, mau grado o desejo de progresso que animava a nova república sul-americana não era das mais auspiciosas ao findar o século XIX e nos primeiros albores do novo século. Tôdas as aspirações de melhoria esbarravam num obstáculo de primeira grandeza: o estado sanitário do país. A agricultura, privada do braço escravo pela Lei Áurea, tinha necessidade imprescindível da imigração, não somente para progredir, como para a simples sobrevivência; o comércio sentia a sua expansão irremediàvelmente entravada e o Brasil tinha os seus portos mais importantes na lista negra da navegação das grandes nações. Estendia-se sôbre as suas formosas plagas a sombra escura das endemias e, como nos portos do Oriente, a peste, a cólera, e, além disso a febre amarela, apavoravam os que se viam na contingência de aqui apertar e afugentavam os que em outras circunstâncias desejariam fazê-lo. [...]
https://doi.org/10.53393/rial.1950.10.33193
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1950 Maria Sabina de Albuquerque

Downloads

Não há dados estatísticos.