Soja: origem, composição química, valor nutritivo e aplicações diversas

Autores

  • J. B. Ferraz Menezes Júnior Químico do Instituto Adolfo Lutz

DOI:

https://doi.org/10.53393/rial.1961.v21.33400

Resumo

Neste trabalho o autor faz um estudo da soja, origem e cultura através dos tempos, principalmente na época atual, em que a produção de safras cada vez maiores desta privilegiada leguminosa vem despertando grande interesse de quase todas as nações. Refere-se ao inicie da cultura da soja no Brasil, bem como à sua introdução e aclimatação aos solos paulista, rio-grandense e paranaense. Cita algumas das numerosas variedades, cultivadas em diversas regiões do globo e empregadas, não só na alimentação do homem e de animais, mas, ainda, na fertilização do solo. A morfologia do fruto (legume) e das sementes mereceu do autor especial atenção. A questão da presença de amido em algumas variedades de soja não foi esquecida, em virtude da indiscutível importância desse glicídio nos resultados de análises bromatológicas e em determinados regimes dietéticos. A estrutura microscópica da semente de soja foi tratada com o maior interesse, por ser o seu conhecimento, nos mínimos detalhes, a parte fundamental do exame microscópico, que possibilita o reconhecimento da histologia da verdadeira semente, bem como o de substâncias estranhas, acidental ou fraudulentamente introduzidas à farinha ou a outros produtos da soja. Faz um estudo da composição química da semente, apresentando resultados de análises procedidas, por autores nacionais, em diversas variedades de soja cultivadas nos Estados de São Paulo,

Minas Gerais e Paraná e resultados analíticos de variedades produzidas nos Estados Unidos. Especial referência é feita à composição do óleo, das proteínas, dos carboidratos, dos sais minerais, das vitaminas e dos demais componentes da soja. O autor descreve o incontestável valor nutritivo e menciona extensa lista de aplicações da soja, não só na arte culinária, na dietética alimentar e de regimes, como também na indústria de produtos alimentícios, farmacêuticos, de arte, agropecuários e em indústrias diversas.

Referências

1. ALMQUIST, H. J. & E. L. R. STOKSTAD- 1937 - Assay proeedure for vitamin K (anti-hemorrhagie vitamin). J. Nutrition 14: 235-240.

2. AMARAL,A. - Soja e nutrição. São Paulo, Serv. Exp. Soja, Seeret. Agríc., 1958.

3. ANDRÉ, E. & K. Hou - 1932 - SUl' Ia présenee d'une oxydase des lipides ou lípoxydase dans Ia graíne de soja, Glyeine soja Lieb. Compt. Rend. Aead. Se. 194: 645.

4. ANDRÉ, E. & K. Hou - 1932 - SUl' les Iípoxydases des gráínes de Glycine soja (Líeb) et de Phaseolus vulgaris (L.). Compt. Rend. Aead. Se. 195: 172.

5. ARAUJO, J. - 1953 - Soja e a alimentação no lactente. Rev. Hosp. Nossa Senhora Aparecida 6,' 293.

6. BETHLEM, M. L. B. - 1953 - Teor de fósforo e cálcio em 50 variedades de feijões existentes no Brasil. Rev. Quim. Pura Aplic. (Série 4) 4 (3): 141-56.

7. BETHLEM,M. L. B. - 1953 - Teor de ferro em 50 variedades de feijões existentes no Brasil. Rev. Bras. Farm. 34: (10): 385-98.

8. CALIL, J. - 1947 - Plantemos soja! Bol. Agric. (S. Paulo) 48: 122-152.

9. CIANCIO,P. N. - La soja y el problema alimentario del Paraguay, Assuncion, El Grafico, 1951.

10. CHITWOOD,B. G. - 1949 - Root-knot nematodes. I. A revision of the genus Melo'idogyne Goeldi, 1887. Proc. Helm. Soc. Wash. 16: 90-104.

11. DAUBERT,B. F. - Other constituentes of soybean (ln Markley, K. S. - Soybeari and soybean products. New York, Interscience Publishers Inc., 1950. v. 1, p, 371-81).

12. DOLLEAR,F. G., P. KRAUCZUNAS& K. S. MARKLEY - 1940 - The chernícal composition of some soybean oils of high íodine number. Oil and Soap 17: 120-1.

13. ECKEY, E. W. - Vegetable fats and oils. New York, Reinhold Publishers Corporation, 1954.

14. FOSSE, R. et alii - 1930 - Présence dans de nombreux végétaux alímentaíres de I'allantorne, accompagnée ou non, d'acíde allantoíque, d'allantomase et d'uricase. Cornpt. Rend. Acad. Se. 191: 1153.

15. HAGER,H. H. J. - Tratado de farmácia prática para farmacêuticos, droguistas, médicos y funcionarios de Sanidad. Barcelona, Editorial Labor SI A, 1942, v. 3.

16. JACOBS,M. B. - The chemistry and technology of food and food products. 2nd. ed. New York, Interscience Publishers, 1951. v. 2, p. 1275.

17. JAMIESON, G. S. - Vegetable fats and oils. 2nd. ed. New York, Reinhold Publishers Corporation, 1943, p. 300.

18. JAMIESON, G. S. & H. S. MCKINNEY - 1935 - Phosphatídes in Arnerícan soybeans arid oil. Oil and Soap 12 (4): 70-2.

19. LOBBE, H. - Cultura da soja no Brasil. Rio de Janeiro, Minist. Agríc, Dir. Estatística da Produção, 1935.

20. MENEZES JUNIOR, J. B. F. - 1952 - Fraudes do café. Rev. Inst. Adolfo Lutz 12: 111-14.

21. MIYASAKA,S. - 1954 - Melhoramento da soja. Bragantra 14: 9-17.

22. MORSE,W. J. - History of soybean production. (ln Markley, K. C. - Soybean and soybean products. New York, Interscience Publishers, 1950. v. 1, p, 3-59.

23. OKANO, K. & L BEPPU - 1939 - Coloring matters in soybean. I. Isolation of four kinds of isoflavone from soybean. J. Agr. Chem. Soe. Japan 15: 645-52. Resumo in Chemical Abstracts 34: 429.

24. OSBORNE,.T. B. & G. F. CAMPBELL- 1898 - Proteins of soybean (Glycine hispida). J. Am. Chem. Soe. 20: 419.

25. PAULA,A. A. - 1958 - A cultura da soja e sua importância na alimentação. Rev. Lavoura & Criação 106: 41.

26. PAULA, R. D. G. - A soja como matéria prima para a indústria. Rio de Janeiro, Inst. Nac. Tecnol., 1937.

27. RICKER, P. L. & W. J. MORSE - 1948 - The correct botanical name of the soybean. J. Am. Soe. Agron. 40: 190-l.

28. Rosa, W. M. C. et alii - 1951-1955 - The amino-acid requirements of man (Serial ínvestígations) . J. BioI. Chem. 182: 541; 188: 49; 193: 605, 613; 206: 421; 210: 331; 211: 815; 212: 201; 213: 913; 214: 579; 215: 101; 217: 987,997.

29. SAMBAQUY,C. - Soja - carne vegetal. Rio de Janeiro "SAPS", 1957. 163 p.

30. SAMPAIO,S. C. -- A soja. São Paulo, Dir. Publ, Agr., Secreto Agr. Ind. Com. 1940.

31. SILVA, J. G., L. G. E. LORDELLE& S. MIYASAKA- 1952 - Observações sôbre a resistência de algumas variedades de soja ao nematóide das galhas. Bragantia (Campinas) 12: 59-64.

32. SUMIKI, Y. - 1929 - Study on the saponin of soy bean. L BulI. Agr, Chem. Soc. Japan 5: 27. (Resumo in Chemical Abstracts, 1930, 24: 3813).

33. WINTON, A. L. & K. B. WINTON - The structure and composition of foods. New York, John Wiley & Sons, 1932. V. 1, p. 513.

34. Wu, C. HUAN & F. FENTON - 1953 - Effect of sprouting cooking of soybeans on palatabílíty, lysíne, tríptophane, thiamine and ascorbic acid. Food Research 18 (6): 640.

Publicado

1961-02-01

Como Citar

Menezes Júnior, J. B. F. (1961). Soja: origem, composição química, valor nutritivo e aplicações diversas. Revista Do Instituto Adolfo Lutz, 21(1-2), 33–56. https://doi.org/10.53393/rial.1961.v21.33400

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL