Determinação de fluoreto em baixas concentrações: validação de método com eletrodo íon seletivo para análise da água utilizada na preparação de soluções de diálise
PDF

Palavras-chave

fluoreto
água
diálise
potenciometria
eletrodo íon seletivo
validação de método

Como Citar

1.
Dovidauskas S, Okada IA, Okada MM, Briganti R de C, Oliveira CC de. Determinação de fluoreto em baixas concentrações: validação de método com eletrodo íon seletivo para análise da água utilizada na preparação de soluções de diálise. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 26º de agosto de 2016 [citado 20º de julho de 2024];74(4):347-60. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/33488

Resumo

Este trabalho descreve o desenvolvimento e validação de metodologia analítica para determinar a concentração de fluoreto em água empregada para a preparação de soluções de diálise, por meio de potenciometria com eletrodo íon seletivo. Os parâmetros de validação investigados foram: seletividade, homoscedasticidade, linearidade, limite de detecção, limite de quantificação, veracidade de medição e precisão. As condições otimizadas de análise foram: tampão HOAc/-OAc/NaCl/CDTA (pH = 5,0 ± 0,1), na proporção 10:1 (amostra/tampão); concentrações das soluções-padrão da curva analítica: 0,05 a 0,80 mg/L. O método avaliado exibiu parâmetros de validação adequados com limites de detecção e de quantificação, respectivamente, de 0,020 e 0,050 mg/L. Ademais, foi também desenvolvida e validada uma planilha eletrônica para efetuar o monitoramento da qualidade da curva analítica do método que calcula o limite de decisão para 0,20 mg/L.

https://doi.org/10.53393/rial.2015.v74.33488
PDF

Referências

1. Cury JA. Uso do flúor e controle da cárie como doença. In: Baratieri L, editor. Odontologia Restauradora - Fundamentos e Possibilidades. São Paulo: Editora Santos; 2001. p. 33-68.

2. Fawell J, Bailey K, Chilton J, Dahi E, Fewtrell L, Magara Y. Fluoride in Drinking-water. 1st ed. Organization WWH, editor. London: IWA Publishing; 2006. 134 p.

3. Grec RHC, Moura PG, Pessan JP, Ramires I, Costa B, Buzalaf MAR. Concentração de flúor em águas engarrafadas comercializadas no município de São Paulo. Rev Saúde Pública. 2008;42(1):154-7. [DOI: 10.1590/S0034-89102008000100022].

4. Frazão P, Peres MA, Cury JA. Qualidade da água para consumo humano e concentração de fluoreto. Rev Saúde Pública. 2011;45(5):964-73. [DOI: 10.1590/S0034-89102011005000046].

5. Singer L, Ophaug RH. Determination of fluoride in foods. J Agric Food Chem. 1986;34:510-3.[DOI: 10.1021/jf00069a035].

6. Casarin RCV, Fernandes DRM, Lima-Arsati YBO, Cury JA. Concentração de fluoreto em arroz, feijão e alimentos infantis industrializados. Rev Saúde Pública. 2007;41(4):549-56. [DOI: 10.1590/S0034-89102006005000034].

7. World Health Organization - WHO. Preventing disease through healthy environments - Inadequate or excess fluoride: a major public health concern.2010. [acesso 2014 Nov]. Disponível em: [http://www.who.int/ipcs/features/fluoride.pdf?ua=1].

8. DeMarco R, Clarke G, Pejcic B. Ion-selective electrode potentiometry in environmental analysis. Electroanalysis. 2007;19(19-20):1987-2001.[DOI:10.1002/elan.200703916].

9. Fewtrell L, Smith S, Kay D, Bartram J. An attempt to estimate the global burden of disease due to fluoride in drinking water. J Water Health. 2006;4(4):533-42.

10. Brasil. Secretaria de Estado da Saúde do Estado de São Paulo. Resolução SS-250, de 15 de agosto de 1995. Define teores de concentração do íon fluoreto nas águas para consumo humano, fornecidas por sistemas públicos de abastecimento. Diário Oficial do Estado de São Paulo, SP, 16 ago. 1995. Seção 1 p. 11.

11. Brasil. Ministério da Saúde. Resolução RDC n° 11. de 13 de março de 2014. Dispõe sobre os requisitos de Boas Práticas de Funcionamento para os Serviços de Diálise e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 14 mar. 2014. Seção 1. p. 40-2.

12. Silva AMM, Martins CTB, Ferraboli R, Jorgetti V, Romão Jr JE. Revisão/Atualização em Diálise: Água para Hemodiálise. J Bras Nefrol. 1996;18(2):180-8.[DOI: 10.2166/wh.2006.045].

13. Vogt RL, Witherell L, LaRue D, Klaucke DN. Acute fluoride poisoning associated with an on-site fluoridator in a Vermont Elementary School. Am J Public Health. 1982;72(10):1168-9.

14. Arnow PM, Bland LA, Garcia-Houchins S, Fridkin S, Fellner SK. An outbreak of fatal fluoride intoxication in a long-term hemodialysis unit. Ann Intern Med. 1994;121(5):339-44.[DOI:10.7326/0003-4819-121-5-199409010-00005].

15. Montanari LB, Sartori FG, Cardoso MJO, Varo SD, Pires RH, Leite CQF, et al. Microbiological contamination of a hemodialysis center water distribution system. Rev Inst Med Trop S Paulo. 2009;51(1):37-43. [DOI: 10.1590/S0036-46652009000100007].

16. Marcatto MISJ, Grau MAF, Müller NCdS. Projeto de reativação e implantação do Programa de Monitoramento da Água Tratada para Hemodiálise do Estado de São Paulo, SP, agosto de 2009. Bepa. 2010;7:6-12.

17. Buzzo ML, Bugno A, Almodovar AAB, Kira CS, Carvalho MFH, Souza A, et al. A importância de programas de monitoramento da qualidade da água para diálise na segurança dos pacientes. Rev Inst Adolfo Lutz. 2010;69(1):1-6.

18. Instituto Adolfo Lutz (São Paulo - Brasil). Métodos físico-químicos para análise de alimentos: normas analíticas do Insitituto Adolfo Lutz. 4ª ed. Brasília: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 2005. 1018 p.

19. American Public Health Association, American Water Works Association, Water Environment Federation - APHA, AWWA, WEF. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. 19th ed. AD E, LS C, AE G, editors. Washington DC; 1995.

20. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 2914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial [da]República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 14 dez. 2011. p.39-46.

21. Frant MS, Ross JW. Electrode for sensing fluoride ion activity in solution. Science. 1966;154:1553-5.[DOI: 10.1126/science.154.3756.1553].

22. Nicholson K, Duff EJ. Fluoride determination in water: an optimum buffer system for use with the fluoride-selective electrode. Anal Letters. 1981;14(A12):887-912. [DOI: 10.1080/00032718108055488].

23. Fouskaki M, Sotiropoulou S, Koci M, Chaniotakis NA. Morpholinoethanesulfonic acid-based buffer system for improved detection limit and stability of the fluoride ion selective electrode. Anal Chim Acta. 2003;478:77-84.[DOI: 10.1016/S0003-2670(02)01481-2].

24. Baumann EW. Sensitivity of the fluoride-selective electrode below the micromolar range. Anal Chim Acta. 1971;54:189-97.[DOI: 10.1016/S0003-2670(01)82119-X].

25. Kauranen P. The use of buffers in the determination of fluoride by an ion-selective electrode at low concentrations and in the presence of aluminum. Anal Letters. 1977;10(6):451-65.[DOI: 10.1080/00032717708079390].

26. Hara H, Huang C-c. Buffer composition suitable for determining very low fluoride concentrations using a fluoride ion-selective electrode and its application to the continuous analysis of rain water. Anal Chim Acta. 1997;338:141-147.[DOI: 10.1016/S0003-2670(96)00432-1].

27. Freitas VPS, Brigido BM, Alge ME, Silva CL, Zenebon O, Antunes JLF. Fluoreto em água: estudo de metodologia analítica e níveis encontrados na região de Campinas. Rev Inst Adolfo Lutz. 1996;56(2):29-36.

28. Martínez-Mier EA, Cury JA, Heilman JR, Katz BP, Levy SM, Li Y, et al. Development of gold standard ion-selective electrode-based methods for fluoride analysis. Caries Res. 2011;45:3-12. [DOI: 10.1159/000321657].

29. Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - INMETRO. DOC-CGCRE-008: Orientação sobre validação de métodos analíticos - Revisão 04 - JUL/2011: Disponível em [http://www.inmetro.gov.br/Sidoq/Arquivos/CGCRE/DOQ/DOQ-CGCRE-8_04.pdf ]. 19 p.

30. International Organization for Standardization -ISO. ISO 8466-1:1990 Water quality - Calibration and evaluation of analytical methods and estimation of performance characteristics. Part 1: Statistical evaluation of the linear calibration function.

31. International Organization for Standardization - ISO. ISO 11095:1996 Linear calibration using reference materials.

32. International Organization for Standardization - ISO. ISO 11843-2:1997 Capability of detection. Part 1: Terms and definitions. Part 2: Methodology in the linear calibration case.

33. Thompson M, Ellison SLR, Wood R. Harmonized guidelines for single-laboratory validation of methods of analysis. Pure Appl Chem. 2002;74(5):835-55. [DOI: http://dx.doi.org/10.1351/pac200274050835].

34. Dovidauskas S, Okada IA, Sakuma AM, Duran MC, Oliveira CC. Emprego de planilhas eletrônicas, baseado nas normas ISO e recomendações IUPAC, em curvas analíticas da análise de água. Rev Inst Adolfo Lutz. 2013;72(1):13-24.

35. Dovidauskas S, Okada IA, Okada MM, Briganti RC, Oliveira CC. Estimando limite de decisão (CCα) e capacidade de detecção (CCβ) a partir de curvas analíticas em análises de águas para substâncias com teores permitidos: uma planilha eletrônica para a interpretação de resultados em Laboratórios de Saúde Pública. Rev Inst Adolfo Lutz. 2014;73(2):9-18. [DOI: 10.18241/0073-9855201473160].

36. Danzer K, Currie LA. Guidelines for calibration in analytical chemistry. Part 1. Fundamentals and single component calibration. Pure Appl Chem. 1998;70(4):993-1014.[DOI: http://dx.doi.org/10.1351/pac199870040993].

37. Moritz W, Müller L. Mechanistic study of fluoride ion sensors. Analyst. 1991;116:589-93.[DOI: 10.1039/AN9911600589].

38. International Organization for Standardization - ISO. ISO 8466-2:2001 Water quality - Calibration and evaluation of analytical methods and estimation of performance characteristics. Part 2: Calibration strategy for non-linear second-order calibration functions.

39. Buck RP, Lindner E. Recomendations for nomenclature of ion-selective electrodes. Pure Appl Chem. 1994;66(12):2527-36. [DOI:10.1351/pac199466122527].

40. Okada IA, Okada MM, Briganti RdC, Dovidauskas S. Monitoramento do desempenho do eletrodo íon seletivo de fluoreto através de métodos estatísticos. Bol Inst Adolfo Lutz. 2014;24(1):23-5.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Sérgio Dovidauskas, Isaura Akemi Okada, Marina Miyuki Okada, Rita de Cássia Briganti, Camila Cardoso de Oliveira

Downloads

Não há dados estatísticos.