Qualidade microbiológica da água utilizada nas barracas de praia da orla de Salvador-BA
pdf

Palavras-chave

qualidade bacteriológica da água
bactérias do grupo coliforme
Escherichia coli
barracas de praia de Salvador-BA

Como Citar

1.
Andrade C de S, Leite CC, Silva MD da, Assis PN de, Guimarães AG. Qualidade microbiológica da água utilizada nas barracas de praia da orla de Salvador-BA. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 2004 [citado 19º de julho de 2024];63(2):215-9. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/34858

Resumo

A água, importante fonte de abastecimento para o consumo humano, pode atuar como importante veículo na transmissão de doenças quando se apresenta contaminada. O objetivo do estudo foi avaliar a qualidade microbiológica da água tratada e não tratada utilizada nas barracas de praia da orla de Salvador – Bahia, visto a elevada freqüência de turistas e da população local. Foram analisadas 100 amostras, sendo 63 de água tratada e 37 de não tratada, com base na determinação de coliformes totais e termotolerantes, segundo a técnica dos Tubos Múltiplos – NMP (APHA). A identificação de Escherichia coli deu-se por meio do teste IMVIC. Os resultados revelaram que entre as amostras de água tratada,  41,27% apresentaram-se positivas para coliformes totais e 31,75% para coliformes termotolerantes. Das amostras de água não tratada, 86,49% estavam contaminadas por coliformes totais e termotolerantes e em 13,00% do total de amostras foi confirmada a presença de Escherichia coli. Os dados obtidos indicam que a água utilizada nas barracas de praia, amostrada neste estudo, pode funcionar como veículo de transmissão de doenças para a população que a utiliza.

https://doi.org/10.53393/rial.2004.63.34858
pdf

Referências

1. American Public Health of Water and Wastewater. Standard methods for the examination of water and wastewater. 20º Edição. Washington: American Public Health Association, 1998. 1220p.

2. Borja, P.C.; Moraes, L.R.S. Indicadores de saúde ambiental com enfoque para a área de saneamento. Parte 2 – Estudo de caso. [http://www.ansp.fiocruz.br/documentos/funasa/monografia/indicadores_ambientais_para_saneamento_I.pdf]. 04 setembro 2003.

3. BRASIL. Portaria 1469 – Ministério da Saúde, 29 de dezembro de 2000. [http://www.anvisa.gov.br/base/visadoc/port/port[2699-1-0].htm] 18 agosto 2003.

4. BRASIL. Portaria 518 - Ministério da Saúde, 25 de março de 2004.:[ http://www.crq4.org.br/downloads/portaria518_04.pdf] 16 setembro 2004.

5. Cavalcante, C.E.M.H.; Silva, V.L.; Salgueiro, A.A. Avaliação microbiológica da água do Riacho Cavouco, Recife-PE. Hig. Aliment, 12: 45-9, 1998.

6. D’aguila, P.S. et al. Avaliação da qualidade de água para abastecimento público do Município de Nova Iguaçu. Cad. Saúde Pública,16: 791-8, 2000.

7. Egwari, L.; Aboaba, O.O. Environmental impact on the bacteriological quality of domestic water supplies in Lagos, Nigeria. Rev. Saúde Pública, 36: 513-20, 2002.

8. Freitas, M.B.; Brilhante, O.M.; Almeida, L.M. Importância da análise de água para a saúde pública em duas regiões do Estado do Rio de Janeiro: enfoque para coliformes fecais, nitrato e alumínio. Cad. Saúde Pública, 17: 651-60, 2001.

9. Giombelli, A.; Rech, H.; Torres, V.S. Qualidade microbiológica da água proveniente de poços e fontes de dois municípios da Região do Alto Uruguai Catarinense. Hig. Aliment.,12: 49-51, 1998.

10. Hoffmann, F.L.; Garcia-Cruz, C.H.; Vinturin, T.M. Levantamento das características microbiológicas da água proveniente de três poços artesianos da cidade de São José do Rio Preto-SP. Hig. Aliment., 8: 36-8, nov. 1994.

11. Nogueira, G. et al. Microbiological quality of drinking water of urban and rural communities, Brazil. Rev. Saúde Pública, 37: 232-6, 2003.

12. Santos, C.C.M. et al. Qualidade da água de origem subterrânea oferecia à população, na região de São José do Rio Preto (SP), no período de 1991 a 1999. Hig. Aliment.,5: 47-51, 2001.

13. Silva, E.F.; Salgueiro, A. A. Avaliação da qualidade bacteriológica de água de poços na região metropolitana de Recife-PE. Hig. Aliment.,15: 73-8, 2001.

14. Silva, N.; Junqueira, V.C.A.; Silveira, N. F. A. Manual de métodos e análise microbiológica de alimentos. São Paulo: Editora Livraria Varela; 1997. 295p.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2004 Carine de Sousa Andrade, Clícia Capibaribe Leite, Matilde Dantas da Silva, Patrícia Nascimento de Assis, Alaíse Gil Guimarães

Downloads

Não há dados estatísticos.