O efeito da pimenta do reino preta moída frente a contaminação in vitro com Salmonella Rubislaw
pdf

Palavras-chave

pimenta do reino preta moída
Salmonella Rubislaw
atividade antibacteriana

Como Citar

1.
Ristori CA, Pereira MA dos S, Gelli DS. O efeito da pimenta do reino preta moída frente a contaminação in vitro com Salmonella Rubislaw. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 2002 [citado 24º de abril de 2024];61(2):131-3. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/35002

Resumo

As especiarias e seus derivados têm sido usados no preparo de alimentos há milhares de anos, conferindo-lhes sabor e aroma diferenciados. A ação inibitória das especiarias e seus extratos nos diferentes microrganismos tem sido relatada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação antibacteriana da pimenta do reino preta moída (Piper nigrum L.) e de seu óleo essencial frente a uma cepa de Salmonella Rubislaw. Os efeitos da pimenta e seu óleo adicionados em meios de cultura foram avaliados em dois experimentos. No primeiro foram preparados dois tipos de meio de cultura sólidos, um com 1% de pimenta do reino e o outro com 1% de óleo essencial diluído em etanol, adicionados de caldo tripticase de soja (TSB) e ágar. As semeaduras foram feitas em superfície de diluições decimais (10-1 até 10-7) da cepa de S. Rubislaw, em fase estacionária. Após a incubação a 35ºC durante 24 a 48h, procedeu-se a contagem das colônias. No segundo experimento, 1mL da diluição 10-3da mesma cepa, em fase estacionária, foi adicionada a 100mL de TSB com o óleo diluído em etanol, para uma concentração final de 100µg/mL. Após 24h de incubação a 35ºC foram realizadas contagens padrão em placas. Os resultados obtidos nos...

https://doi.org/10.53393/rial.2002.61.35002
pdf

Referências

1. Beuchat, L.R. Sensitivity of Vibrio parahaemolyticus to spices and organic acids. J. Food Sci. 41:899-902,1976.

2. Deans,S.G.; Ritchie, G. Antibacterial properties of plant essential oils. Int. J. Food Microbiol. 5:165-180,1987.

3. Dorantes, L. et al. Inhibition of growth of some foodborne pathogenic bacteria by Capsicum annum extracts. Int. J. Food Microbiol. 57:125-128,2000.

4. Farag, R.S. et al. Antimicrobial Activity of Some Egyptian Spice Essential Oils. J. Food Protect. 52 (9):665-667, 1989.

5. Ferreira, S.R.S. et al. Supercritical fluid extraction of black pepper (Piper nigrun L.) essential oil. J. Superc. Fuids 14:235-245, 1999.

6. Ismaiel, A.; Pierson, M.D. Inhibition of Growth and Germination of C. botulinum 33A, 40B, and 1623E by Essential Oil of Spices. J. Food Sci. 55(6): 1676-1678,1990.

7. Juven, B.J. et al. Factors that interact with the antibacterial action of thyme essential oil and its active constituents. J. Appl. Bacteriol. 76:626-631,1994.

8. Kim, J.M. et al. Antibacterial Activity of Carvacrol, Citral, and Geraniol against Salmonella typhimurium in Culture Medium and on Fish Cubes. J. Food Sci. 60(6):1364-1368,1995.

9. Ouattara, B. et al. Antibacterial activity of selected fatty acids and essential oils against six meat spoilage organisms. Int. J. Food Microbiol. 37:155-162,1997.

10. Sivropoulou, A. et al. Antimicrobial and cytotoxic activities of Origanum essential oils. J. Agric. Food Chem. 44:1202-1205,1996.

11. Swanson, K.M.J. et al. “Colony count methods”. In: Vanderzant, C. & Splittstoesser, D.F., ed. Compendium of Methods for the Microbiological Examination of Foods, Washington, D.C.; 1992, p.75-95.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2002 Christiane A. Ristori, Marco A. dos S. Pereira, Dilma S. Gelli

Downloads

Não há dados estatísticos.