Análise histológica e bioquímica de Momordica charantia L. (melão-de-são-caetano)
pdf

Palavras-chave

Momordica charantia L.
Melão-de-São-Caetano
Melãozinho

Como Citar

1.
Jorge LIF, Sakuma AM, Inomata EI. Análise histológica e bioquímica de Momordica charantia L. (melão-de-são-caetano). Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 1992 [citado 21º de junho de 2024];52(1-2):23-6. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/35960

Resumo

O presente trabalho visa identificar a espécie Momordica charantia L. através dos elementos histológicos característicos de seus frutos e suas folhas, bem como avaliar seus teores vitamínicos e proteicos. O vegetal foi coletado no estado nativo, no município de São João da Boa Vista, interior de São Paulo. Foi empregada a seguinte aparelhagem: microscópio óptico e espectrofotômetro UV/visível. Folhas e frutos revelaram teores de vitamina C, vitamina E e beta-caroteno em vitamina A que viabilizam seu emprego como alternativa alimentar. As folhas têm um tricoma tector pluricelular com cutícula rugosa e um tricoma glandular constituído de três células pedicelares e quatro células apicais. A cutícula que reveste o epicarpo é estriada. O mesocarpo é rico em idioblastos amilíferos.

https://doi.org/10.53393/rial.1992.52.35960
pdf

Referências

1. CONCEIÇÃO, M. - As plantas medicinais do ano 2000. 2ª. ed. São Paulo, TAO Ltda, 1982. pp. 97,98.

2. ESAÚ, K. - Anatomia das plantas com sementes. São Paulo, Edgard Blücher Ltda. 1974, pp.196.

3. FRANCO, G. - Tabela de composição química dos alimentos. 8ª. ed., Rio de Janeiro, Atheneu, 1987, pp. 69 - 170.

4. GIRI, K. v. & RAO, N. A. N. - Circular paper chromatography. J. Indian Inst. Sci., 34: 95 - 105, 1952.

5. HALL, N. T.; NAGY, S. & BERRY, R. E. – Leaves for food: protein and aminoacid contents of leaves from 23 tropical and sub-tropical plants. Proc. Fla. State Hortic Soc., 88: 486 - 90, 1976.

6. LAL, J.; CHANDRA, S.; RAPIPRAKASH, V. & SABIN, M. -In vitro anthelmintic action of some indigenous medicinal plants on Ascaridia galli worms. Indian J. Physiol. Pharmacol., 20: 64 - 8, 1978.

7. LOTLIKAR, M. M. & RAO, M. R. R. - Pharmacology of a hypoglycemic principIe isolated from the fruits of Momordica charantia. Indian J. Pharm., 28: 129 - 33,1966.

8. MATSUMURA, H. & TANAKA, K. - Response of vitamin C contents during maturing processes of vegetab1es. Ann. Rept. Natl. Inst. Nutrition 54: 27 - 8, 1954.

9. METCALFE, C. R. & CHALK, L. - Anatomy of the Dicotyledons. Oxford, 1950, v.l p. 684 - 91.

10. METCALFE, C. R. & CHALK, L. - Anatomy of the Dicotyledons. 2a. ed. Oxford, Claredon Press, 1983. v.2. p.54, 94 - 7, 1979.

11. MORTON, J. F. - The balsam pear (Momordic charantia L.): An edible, medicinal and toxic plant. Econ. Bot., 21: 57 - 68,1967.

12. PIO CORREA, M. - Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro, Ministério da Agricultura, 1978. v.5. p. 186 - 7.

13. RODRIGUEZ, D. B.; LEE, T. & CHICHESTER, C. O. - Comparative study of the carotenoid composition of the seeds of ripening Momordica charantia and tomatoes. Plant Physiol., 56: 616 - 624, 1976.

14. SÃO PAULO - INSTITUTO ADOLFO LUTZ - Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz. v.I Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. 3ª.ed. São Paulo, 1985. p. 378 - 404.

15. SHAFIQ, A. K.; QURESHI, M. & BHATTY, M. K. - The composition of Momordica charantia seed oil. Pak. J. Sci. Res., 13: 111 - 12, 1961.

16. SUCROW, W. - Inhaltsstolffe von Momordica charantia L., II. zwei neue Ʌ. - sterine aus Monordica charantia, II.Two new Ʌ. – sterols from Momordica charantia. Chem. Ber., 99: 3559 - 67, 1966.

17. ZURLO, C. & MITZI, B. - Ervas daninhas do Brasil. Rio de Janeiro, Editora Globo, 1989, pp. 94 - 96.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1992 Luzia Ilza Ferreira Jorge, Alice M. Sakuma, Emiko Ikejiri Inomata

Downloads

Não há dados estatísticos.