Avaliação da prova de hemaglutinação passiva no diagnóstico da leptospirose humana em diversos períodos evolutivos da doença
pdf

Palavras-chave

leptospirose humana, imunodiagnóstico
prova de hemaglutinação passiva

Como Citar

1.
Ribeiro MA, Cavalcante ZM de O, Lopes DM, Pires RBR, Melhem M de SC, Godano A, Kawarabayashi M, Vianna THS. Avaliação da prova de hemaglutinação passiva no diagnóstico da leptospirose humana em diversos períodos evolutivos da doença. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 1985 [citado 13º de julho de 2024];45(1-2):37-42. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36848

Resumo

Foram realizadas provas de hemaglutinação passiva em amostras séricas de 189 pacientes com leptospirose, distribuídas quanto ao período decorrido após início dos sintomas. Os resultados foram comparados aos obtidos com a prova de referência, a soroaglutinação microscópica. A hemaglutinação passiva revelou, na primeira amostra examinada, maior número de resultados positivos, estatisticamente significante, a nível de 1%, no intervalo de 6 a 10 dias de doença, quando comparada à soroaglutinação. Nos demais intervalos, os valores diagnósticos das provas foram aceitos como iguais, Os resultados sugerem que a prova de hernaglutinação passiva pode ser empregada no acompanhamen to sorológico, como subsídio no estabelecimento do estágio da infecção leptospirótica.

https://doi.org/10.53393/rial.1985.45.36848
pdf

Referências

1. AMBROISE-THOMAS, P. - Étude séro-immunologique de dix paraeiioses par leB techmiques d'immuno-fluoreecence, Lyon, 1969. 645 p. [These - Institut de Médieine et d'Hygiêne Tropieales, Faeulté de Médieine de Lyon]

2. BUCK, A.A. & GART, J.J. - Comparison of a screening test and a reference test in
epidemiologie studies. I. Indiees of agreement and their relation to prevalence. Amer. J. Epidemiol., 83:586-92, 1966.

3. FAINE, S.; ADLER, B. & PALIT, A. - Chemieal, serological and biologieal properties of a serotype-speeifie polysaccharide antigen in Leptospira, Aust. J. exp, Biol, Med. Sci., 52 :311-9, 1974.

4. ORGANISATION MONDIALE DE LA SANTÉ - Group d'experts de l'OMS. Problemes aetuele dee recherches 8ur la leptospirose. Moscou, 1966. Rapport. Gineve, 1967. (Ser. rapp, techn. n.o 380).

5. RIBEIRO, M.A.; GODANO, A.; KAWARABAYASHI, M.; PIRES, R.B.R.; MELHEM, M.S.C.; VIANNA, T.H.S. & CAVALCANTE, Z.M.O. - Avaliação da prova de hemaglutinação passiva no diagnóstico da leptospirose humana. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 44 (1) :35-40, 1984.

6. RIBEIRO, M.A.; KAWARABAYASHI, M. & TAKEDA, A.K. - Imunodiagn.óstico da leptospirose humana. 1. Antígeno polissarídico para a prova de hemaglutinapão passiva. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 41:127-33, 1981.

7. RIBEIRO, M.A.; KAWARABAYASHI, M.; YAMADA, L.K.; TAKEDA, A.K. & CORRÊA, M.O.A. - Imunodiagnóstico de leptospirose humana. 2. Estudo comparativo das reações de soroaglutinação microscópica, hemaglutinação passiva e imunofluorescência indireta. Rev. Inst. Adolfo Lutz; 41: 135-43, 1981.

8. SULZER, C.R.; GLOSSER, J.W.; ROGERS, F.; JONES, W.L. & FRIX, M. - Evaluation of a indirect hemagglutination test for the diagnosis of human leptospirosia. J. clin. Microbiol., 2 :218-21, 1975.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1985 Maricy Alves Ribeiro, Zélia Maria de Oliveira Cavalcante, Delza Márcia Lopes, Raquel Bellinati Robert Pires, Márcia de Souza Carvalho Melhem, Antonella Godano, Massami Kawarabayashi, Thais Helena Sampaio Vianna

Downloads

Não há dados estatísticos.