Sujidades em farinhas de trigo, mandioca, milho, e em fubá de milho
pdf

Palavras-chave

farinhas, detecção microscópica de impurezas
farinha de trigo
farinha de mandioca
farinha de milho
fubá de milha

Como Citar

1.
Zamboni C de Q, Rodrigues RMMS, Batistic MA, Alves HI, Spiteri N, Atui MB. Sujidades em farinhas de trigo, mandioca, milho, e em fubá de milho. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 1985 [citado 17º de julho de 2024];45(1-2):89-93. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36856

Resumo

Foram analisadas 1.045 amostras de farinhas dos tipos trigo, mandioca, milho e fubá de milho, de março de 1980 a outubro de 1985, com a finalidade de verificar, através da pesquisa de sujidades pelo método de digestão com pancreatina, as condições higiênicas desses alimentos. Concluiu-se que 43% das amostras de farinha de trigo, 20/0 das de farinha de mandioca, 90/0 das de farinha de millro e 80/0 das de fubá de milho estavam em condições higiênicas insatisfatórias e 4% das de farinha de trigo, 120/0 das de farinha de mandioca, 50/0 das de farinha de milho e 30/0 das de fubá de milho estavam impróprias para o consumo, de acordo com critérios preestabelecidos de limite de tolerância de defeitos. Foi sugerida modificação no Código Alimentar Brasileiro, substituindo a exigência de ausência de sujidades para uma tolerância de até 10, quando se tratar de fragmentos de insetos.

https://doi.org/10.53393/rial.1985.45.36856
pdf

Referências

1. AMERICAN ASSOCIATION OF CEREAL CHEMISTS - Approved methods of the
American Association 01 Cereal Chemists. 8th ed. St. Paul, Minnesota, AACC, 1983. v. 1 (AACC method 28-31).

2. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - Official methods 01 analysi8 of the AS80ciation of Oflicial Analytical Chemists. 13th ed. Washington., DC, AOAC, 1980. p. 793. (Seccion 4.{)55).

3. .BRASIL. Leis, decretos etc, - Resolução nº 12/78 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 24 jul. 1978. Seção I, pt. I, p. 11.506-7. Aprova as Normas Técnicas Especiais do Estado de São Paulo, revistas pela CNNPA, relativas a alimentos (e bebidas).

4. FOOD AND DRUG ADMINISTRATION Training manual for analytical entomo-
logy in the food industr, edited by J.R. Gorham. Washington, DC, FDA, 1977. p.
78-84. [FDA tech. bull. nº 2].

5. KITELEY, E.J. - Some collaborative invéstigations on, methods for isolating extraneous material from white flour. J. Assoc. off, anal. Chem., 37:139-47, 1955.

6. NICHOLSON, J.F. - Report on extraneous materiaIs in backed product cereaIs and egg products. J. Assoe. ofi. anal, Chem., 32 :322-24, 949.

7. SAO PAULO. Leis, decretos etc. - Decreto nº 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978, p. 17. (NTA 34, NTA 35). Aprova Normas Técnicas Especiais Relativas a Alimentos e Bebidas.

8. TERBUSH, L.E. - The medical significance of mites of stored food. FDA by-lines,
2: 57-70, 1972.

9. ZAMBONI, C.Q. & RODRIGUES, R.M.M.S. - Comparação entre os métodos de extração de sujidades em farinha de rosca. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 45 (1/2) : 13-20, 1985.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1985 Claydes de Quadros Zamboni, Regina M. M. Silva Rodrigues, Mônica Arcon Batistic, Helena Ide Alves, Nazareth Spiteri, Márcia Bittar Atui

Downloads

Não há dados estatísticos.