Sujidades e fraudes em chocolates
pdf

Palavras-chave

chocolate, adulteração
chocolate, material estranho em, detecção microscópica

Como Citar

1.
Zamboni C de Q, Alves HI, Rodrigues RMM, Spiteri N, Atui MB, Batistic MA. Sujidades e fraudes em chocolates. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 1988 [citado 17º de junho de 2024];48(1-2):37-41. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36904

Resumo

Foram analisadas 140amostras de produtos de cacau, sendo 67 de chocolate em pó e 73 de chocolate em tablete com a finalidade de verificar as condições higiênicas desses produtos, propor limites de tolerância para sujidades leves e pesquisar fraudes. O método utilizado para pesquisa de sujidades leves foi descrito no AOAC 14ª edição com modificações e, para a pesquisa de fraudes, o método foi desenvolvido na Seção de Microscopia Alimentar do Instituto Adolfo Lutz, baseado em Wallis", Concluiu-se que 92,14070do total das amostras continham de Oa 10 fragmentos de insetos; 2,14% continham pêlos de roedor e 2,50% estavam parasitadas por ácaros. Sugeriu-se modificações na legislação atual, propondo-se um limite de tolerãncia de até 10fragmentos de insetos a cada 50gde chocolate em pó ou 100g de chocolate em tabletes. Sugeriu-se também, que seja mantida a exigência que proíbe a presença de ácaros e de pêlos de roedor nesses produtos. Quanto a fraudes, verificou-se que 10,07% das amostras estavam fraudadas com amido de milho e que 8,57070continham soja, em desacordo com a formulação. Propôs-se que seja revogado o parecer aprovado pela Câmara Técnica de Alimentos em 14/12/79 que considera lícito o uso de farinha de soja integral pré-cozida nos produtos de cacau, chocolates, bombons e similares.

https://doi.org/10.53393/rial.1988.48.36904
pdf

Referências

1. ASSOCIA TION OF OFFlCIAL ANAL YTlCAL CHEMISTS - Official Methods of Analysis. 141h ed. Washington D.e., A.O.A.e., 1984, p.891.

2. BRASIL. Leis, Decretos, etc. Resolução Normativa nº 12/78 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 24 jul. 1978. Seção I, pt . I, p. 11509. Aprova Normas Técnicas Especiais do Estado de São Paulo, relativas a alimentos (c bebidas).

3. ESTADOS UNIDOS - lhe Federal Register T1TLE 21 - The Food Defect Action Levels - F.D.A. Washington D.e. 1982.

4. MENEZES JR., J .B.F. - Investigações sobre o exame microscópico de algumas substâncias alimentícias. Rev. Inst, Adolfo Lutz, 9:29-40, 1949.

5. MENEZES JR., J .B.F. - A estrutura microscópica de sementes oleaginosas comestíveis. Rev. Inst, Adolfo Ltz, 18:5-44, 1958.

6. MENEZES JR., J .B.F. - Soja: origem, composição química, valor nutritivo c aplicações diversas. Rev, Inst, Adolfo Lutz, 21:33-40,1961.

7. MINIFIE, B.W. - Chocolate, cocoa and confeccionery: science and technology. London, Churchill, 1970. p.416-24.

8. SÃO PAULO. Leis, decretos, etc. - Decreto nº 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out , 1978. p.21 (NTA 40). Aprova Normas Técnicas Especiais Relativas a Alimentos e
Bebidas.

9. WALUS, T.E. - Microscopia Analftica: susfines y metodos en relatión a los alimentos, agua, especias y medicamentos. Trad. por Jaime GaIlego Berengerer. Zaragoza, Acribia, 1968. p.J33-J34; 166-168.

10. WINTON, A.L. & WINTON, K.B. - The structure and composiüon ojjoods. New York, John Wiley, 1939. V.!. p.22-45; 512-16.

11. WINTON, A.L. & WINTON, K.B. - The structure and composition of foods. Ncw York, John Wiley, 1939. V.4. p.114-35.

12. ZAMBONI, c.o., ALVES, H.l.; SPITERI, N. - Cascas de sementes do-cacau em chocolates em pó. Rev. lnst . Adolfo Lutz, 45(1/2):21-25,1985.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1988 Claydes de Quadros Zamboni, Helena Ide Alves, Regina Maria M.S. Rodrigues, Nazareth Spiteri, Márcia Bittar Atui, Mônica Arcón Batistic

Downloads

Não há dados estatísticos.