Comparação entre métodos para pesquisa de sujidades e verificação das condições de higiene das massas alimentícias por microscopia
pdf

Palavras-chave

macarrão, impurezas de origem biológica em, detecção microscópica
macarrão, impurezas de origem biológica em, extração
métodos, hidrólise enzimática, hidrólise ácida

Como Citar

1.
Zamboni C de Q, Atui MB. Comparação entre métodos para pesquisa de sujidades e verificação das condições de higiene das massas alimentícias por microscopia. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de junho de 1989 [citado 25º de abril de 2024];49(1):11-7. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36924

Resumo

Foram analisadas 150 amostras de macarrão, sendo 50 com ovos, 50 comum e 50 de sêmola, de agosto de 1985 a novembro de 1987. Foram utilizados dois métodos de extração de sujidades leves, o da digestão com pancreatina e o da hidrólise ácida, a fim de verificar a eficiência destes quanto à recuperação de sujidades, ao menor tempo na execução do método, à facilidade de processamento, e às condições higiênicas do macarrão. Pelo método da hidrólise ácida, foram condenadas 48% das amostras de macarrão com ovos, 80% das de macarrão comum e 58% das do macarrão de sêmola, Pelo metodo da hidrólise enzimática, foram condenadas 36% das amostras de macarrão com ovos, 50% das de macarrão comum e 40% das de macarrão de sêmola de trigo. Concluiu-se que o método da hidrólise ácida é mais eficiente, além de ocupar o analista em tempo menor e utilizar reagentes de mais fácil aquisição e menos dispendiosos; ainda, que o macarrão comum apresentou a pior qualidade, quando se usou como parâmetro o número de fragmentos de insetos e o de outras sujidades leves. Sugere-se que seja mantida a legislação atual, que exige ausência de pelos de roedor, ácaros vivos e/ou mortos, insetos vivos e/ou mortos e larvas de insetos viva e/ou mortas, e que sejam tolerados 30 fragmentos de insetos em 225 g de macarrão, visto que 50% do total das 150 amostras estava no limite proposto, quando analisadas pelo método da hidrólise ácida.

https://doi.org/10.53393/rial.1989.49.36924
pdf

Referências

1. AMERICAN ASSOCIATION OF CEREAL CHEMISTS - Approved methods of the American Association of Cereal Chemists. 8thed. St. Paul, Minnesotta, A.A.C.C., 1983. v l [A.A.C.C. method 28-32].

2. ASSOCIA TION OF OFFICIAL ANAL YTICAL CHEMISTS - Official methods of analysis of thg Association of Official Analytical Chemists, 14t ed. Washington, D.C., A.O.A.C., 1984. p. 903. [Tecn.44.069].

3. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - Official methods of analysis of the Association of Official Analytical Chemists. 14th ed. Washington, D.e., A.O.A.C., 1984. p. 902. [Tecn.44.064].

4. BRASIL. Leis, decretos etc. - Resolução nº 12/78 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasilia, 24 jul. 1978.
Seção I, pt. I, p. 11516. Aprova Normas Técnicas Especiais, do Estado de São Paulo, relativa a alimentos (e bebidas).

5. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Portaria n21, de 4 de abril de 1986, da Divisão Nacional de Vigilância Sanitária de Alimentos do Ministério da Saúde.
Diário Oficial, Brasilia, 8 de abril de 1986. Seção I, p. 5039. Estabelece provisoriamente o limite máximo de até 30 fragmentos de insetos a nível microscópico, em 100 (cem) gramas do produto ... até que sejam concluídos os estudos de revisão da Resolução Nº 12/78 - CNNPA.

6. BRICKEY, P.M., JR.; GECAN, J.S.; THRASHER, U. & VASQUEZ, A.N. - Notes on microanalytical tecniques in the analysis of foods for extraneous materiaIs. J. Assoc. off anal. Chem., 51 (4): 875-6, 1968.

7. GECAN, J.S. & ATKINSONS, J.C. -Microanalytical quality of macaroni and noodles - J. Food Protec., 48 (5): 400-2,1985.

8. SÃO PAULO. Leis, decretos etc. - Decreto nº 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978. p. 24. Aprova Normas Técnicas Especiais Relativas a Alimentos e Bebidas (NTA 49).

9. TERBUSH, L.E. - The medical significance of mites of stored food. FDA by tines, 3 (2): 57-70, 1972.

10. THRASHER, J.J. - Collaborative study of acid autocla ve method for mineral oil extration of light filth from spaghetti and macaroni. J. Assoe. off anal. Chem., 52 (3): 463-5,1969.

11. ZAMBONI, C.Q. & RODRIGUES, R.M.M.S. Comparação entre métodos de extração de sujidades em farinha de rosca. Rev. Inst. Adolfo Lutz,
45 (112):13-20,1985.

12. ZAMBONI, C.Q. & BATISTIC, M.A. - Verificação das condições higiênicas de biscoitos por microscopia. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 45 (112):61-4,1985.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1989 Claydes de Quadros Zamboni, Márcia Bittar Atui

Downloads

Não há dados estatísticos.