Avaliação das condições físico-químicas e microbiológicas do leite pasteurizado consumido na cidade de São Paulo
pdf

Palavras-chave

leite (pasteurizado), qualidade de, na cidade de São Paulo, em relação à legislação brasileira

Como Citar

1.
Silveira NVV, Sakuma H, Duarte M, Rodas MAB, Saruwtari JH, Chicourel EL. Avaliação das condições físico-químicas e microbiológicas do leite pasteurizado consumido na cidade de São Paulo. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de junho de 1989 [citado 25º de abril de 2024];49(1):19-25. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36925

Resumo

Foram analisadas, quanto ao aspecto microbiológico e características físicoquímicas e sensoriais, 430 amostras de leite pasteurizado, dos tipos A, B e C, de onze diferentes marcas comercializadas na cidade de São Paulo. No exame microbiológico, das 103 amostras de leite tipo A, 162 do tipo B e 165 do tipo C, 70,9%, 35,8% e 21,2%, respectivamente, estiveram fora dos padrões estabelecidos pela legislação em vigor, do Ministério da Saúde. No exame físico-químico, das 103 amostras de leite tipo A, 162 do tipo B e 165 do tipo C, 68%, 80,2% e 17%, respectivamente, apresentaram teores de gordura em desacordo com os limites mínimos
exigidos pela legislação do Ministério da Agricultura. Foi elevado o número de amostras que apresentou reação negativa de peroxidase, 52,5%, do tipo B e 50,9%, do tipo C.

https://doi.org/10.53393/rial.1989.49.36925
pdf

Referências

1. ADAMS, D.M.; BARACH, J.T. & SPECK, M.L. - Heat resístent proteases produced in milk by psycrotrophic bacteria of dairy origino J. Dairy Sci., ,58 (6): 828-34, 1975.

2. AMERICAN PUBLIC HEAL TH ASSOCIA TION Standard methods for the exantination of dairy products. 15th ed. Washington, D.C., APHA, 1985. p. 133; 173.

3. AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Techinical Committee on Microbiological Methods for Foods - Compendium ofmeth0,fsfor the microbiological examination offoods. 2n ed. Washington, APHA, 1984. p. 62; 80; 197; 265; 286; 411; 458; 483.

4. BARUFFALDI, R.; VESSONI PENNA, T.C., MACHOSHVILI, I.A. & ABE, L.E. - Condições higiênico-sanitárias do leite pasteurizado tipo B vendido na cidade de São Paulo, S.P., no período de fevereiro a agosto de 1982. Rev. Saúde públ., 18(5): 367-74, 1984.

5. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Portaria nº 01 de 28 de janeiro de 1987 da Divisão Nacional de Vigilância Sanitária de Alimentos da Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária. Diário Oficial, Brasília, 12 de fevereiro de 1987. Seção I, p. 2197. Aprova os padrões microbiológicos para os produtos expostos à venda ou de alguma forma destinados ao consumo ...

6. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (aprovado pelo Decreto 30.691 de
28.03.52, alterado pelo Decreto 1.255 de 25.06.62). Brasília, Ministério da Agricultura, 1980. p.92; 126.

7. BRASIL. Ministério da Agricultura. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária. Laboratório Nacional de Referência Animal - Métodos analíticos oficiais para controle de produtos de origem animal e seus ingredientes. II ' Métodos físicos e químicos. Brasília, 1981.p.XIV -10.

8. CERQUEIRA-CAMPOS, M.L.; IARIA, S.T. & FURLANETTO, S.M.P. - Grupos de microrganismos em amostras de leite pasteurizado, vendido na cidade de São Paulo. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE MICROBIOLOGIA,
92, CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 122, São Paulo, 1983. Programa e resumos. São Paulo, Sociedade Brasileira de Microbiologia, 1983, p.146.

9. DAVIDSON, J.H.; SENIK, G.F. & BANDLER, D.K. ".. Study of milk handling and milk quality in New York State public schools, Dairy Food Sanit., 8(5): 236-42,1988.

10. DONNELLY, C.B.; LESLIE, I.E. & BLECK, L.A. - Production of entero toxin A in milk. Appl. Microbiol., 16:917-24, 1968.

11. ESTADOS UNIDOS. Food and Drug Administration. Division of Microbiology - Bacteriological analytical manual. 6 ed. Arlington, V.A., A.O.A.C, 1984. p. 4.01; 5.01; 7.01; 14.01; 16.01; 17.01; 19.01.

12. MARTINS, J.F.P.; BALDINI; V.L.S.; FIGUEIREDO, I.B. & FERNANDES,A.G. - Qualidade do leite da bacia leiteira de Campinas: composição
centesimal do leite para fins de processamento de queijo. Bol. Inst. Tecnol. Aliment., 18(1): 85-97, 1988.

13. MARTINS, I.F.P. - Qualidade do leite para processamento de queijos. Boi. Inst. Tecnol. Aliment., 16(4): 349, 1979.

14. MILK - with care. Lancet, 1 (8594): 108-6, 1988.

15. PENNA, T.C.V.; BARUFFALDI, R. & COLOMBO A.J. - Estudo das condições higiênico-sanitárias e das características físico-químicas do leite
pasteurizado teor de gordura 3,2% m/v, vendido na cidade de São Paulo. Ciênc. Tecnol. Aliment., 6(1): 57-74,1986.

16. PESSOA, G.V.A. & SILVA, E.A.M. - Meios de Rugai e Lisina-motilidade, combinados em um só tubo para identificação presuntiva de enterobactérias. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 32: 97-100, 1972.

17. ROSELL, J.M. & SANTOS, I. -Métodos analíticos de laboratório lactológico y microbiologia de las indústrias lácteas: procedimento de análises e investigações ... Barcelona, Labor, 1952. Tomo 1; p. 39;65;73; 147.

18. RUGAI, E. & ARAÚJO, A. - Meio de cultura para identificação presuntiva de bacilos intestinais Gram-negativos. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 28:
79-83, 1968.

19. SÁ, F.V. -O leite e seus produtos. 4~ edição. Lisboa, Livr. Clássica, 1978, p. 44 (Coleção Técnica Agrária).

20. SANTOS, E.e. - Qualidade dos produtos lácteos postos à disposição no mercado consumidor. Rev. HCT, 37:27-30, 1982.

21. SÃO PAULO. Instituto Adolfo Lutz - Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz. V.l. Métodos químicos e físicos para a análise de alimentos. 3ª ed. São Paulo, 1985. p. 199;201; 204; 205; 207; 218;219;223;270.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1989 Neusa Vitória V. Silveira, Harumi Sakuma, Marilda Duarte, Maria Auxiliadora B. Rodas, Jacira H. Saruwtari, Elizabeth L. Chicourel

Downloads

Não há dados estatísticos.