Determinação das principais características estruturais e químicas da droga Anemopaegma arvense (Vell) Stellfeld (catuaba)
pdf

Palavras-chave

Anemopaegma arvense (Vell) Stellfeld
catuaba
Anemopaegma sp

Como Citar

1.
Jorge L llza F, Ferro V de O, Sakuma AM. Determinação das principais características estruturais e químicas da droga Anemopaegma arvense (Vell) Stellfeld (catuaba). Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 29º de dezembro de 1989 [citado 21º de junho de 2024];49(2):183-91. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36954

Resumo

Anemopaegma arvense (Vell) Stellfeld é caracterizada sob a apresentação de droga vegetal, destacando-se seus elementos histológicos mais característicos, fraudes que ocorrem na comercialização, elementos minerais de importância bromatológica, triagem de princípios ativos e caracterização físico-química do extrato-fluido.

https://doi.org/10.53393/rial.1989.49.36954
pdf

Referências

1. BRAGA, R. - Pantas do Nordeste. 2ª ed. Fortaleza, Imprensa Oficial, 1960. p.180-1.

2. CLERC, A; JANOT, M.M. & PARIS, R. - Sur l'action physiologique du catuaba. Comp. rendus soc. biol., 125:430-1, 1937.

3. COIMBRA, R. - Notas de Fitoterapia, Rio de Janeiro, L.C.S.A. 1942. p. 75.

4. CORREIA, M.P. - Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1931, v.2. p. 152.

5. CRUZ, G.L. - Dicionário das plantas úteis do Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira, 1982. p. 181.

6. CUNHA, N.S. - A questão da origem botânica da catuaba. Trib. farm. 7(3): 45-52, 1939.

7. DOMINGUES, X.A. - Métodos de investigación fitoquímica. México, Editorial Limusa, 1973. 281p.

8. DUCKE, A. - A catuaba na botânica sistemática científica e pseudo-científica . Rev, bras. Farm., 47: 267-1, 1966.

9. FERRI, M.G. - Plantas do Brasil, espécies do cerrado. São Paulo, Edgard Blücher, 1969. p-34.7.

10. HAMET, R. - Sur quelques effets physiologiques de 1a drogue brésilienne connue sous le nom de "folhas de catuaba". Comp. rendus Soe. Biol., 124:904-7, 1937.

11. HAMET, R. & MERCIER, L.I. - Sur l'action physiologique du catuaba et de Ia catuabine. Comp. rendus Séanc. Soe. Biol., 55: 1077-9, 1931.

12. HYAKUTAKE, S & GROTTA, S. - Contribuição ao estudo morfológico e anatômico de Anemopaegma arvense (Vell) Stellfeld. var.petiolata Bur. Bignoniaceae. Rev. Fac. Farm. Bioquim. Univ. S. Paulo, 3(1):51-78, jan./jun., 1965.

13. Instituto Adolfo Lutz (São Paulo) - Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz, 3( ed. São Paulo, IMESP, 1985, v.l. p. 34-41.

14. MARKUS, R.P.; GONÇALO, M.C.; LAPA, A.J.; SOUZA, L.C.B. & VALLE, J.R. - Atividade farmacológica dos extratos de catuaba, Anemopaegna arvense (Vellº Stellfeld. Cienc. Cult.,33 (Supl.): 130-5, 1980.

15. MORRETES, B.L. - Contribuição ao conhecimento da anatomia ecológica de plantas do cerrado de EMAS-SP e da caatinga amazônica do Km 62 da rodovia BR 174. São Paulo, Instituto de Biociências USP, 1980. [Tese de livre-decência]

16. PECKOLT, T. - Catuaba. Heil und nutz pflanzen brasiliene. Bignoniaceae. Ber. dt pharm. Ges.,21: 346-363. 1911.

17. PENNA, M. - Dicionário de plantas medicinais. Rio de Janeiro, Livraria Kosmos, 1946. p. 96.

18. RIZZINI, C.T. - Catuaba. Rodriguésia. 18/19 (30/ 31): 4-6, 1956.

19. R1ZZINI, C.T. & MORS, W.B. - Botânica brasileira. São Paulo, EDUSP, 1976. P. 84.

20. SILVA, R.A.D. - Catuaba. Rev. bras. Med. Farm. 3 (1/2): 55-62, 1929.

21. SILVA, R.A.D. - Farmacopéia brasileira. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1929. p. 194 e 385.

22. STELLFELD, C. - As drogas vegetais da Farmacopéia brasileira em face do sistema taxonômico. Trib. farm., 8 (5): 115-7, 1940.

23. STELLFELD, C. - Ioimbina e catuaba. Trib. farm., 30(5/6): 35-7, 1962.

24. VAZ, L. - Catuaba. Rev. clin. farm., 3 (18): 35-6, 1936. niaceae. Rev. Fac. Farm. Bioquím. Univ. S. Paulo, 3 (1): 51-78, jan/jun., 1965.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1989 Luzia llza Ferreira Jorge, Vicente de Oliveira Ferro, Alice M. Sakuma

Downloads

Não há dados estatísticos.