Estudo comparativo de métodos usuais na determinação de teor de flúor em águas de fontes naturais

Arquivos suplementares

pdf

Palavras-chave

flúor em água, determinação
água de fontes naturais, determinação de flúor

Como Citar

1.
Zenebon O, Yabiku HY, Ressinetti NA, Lara WH. Estudo comparativo de métodos usuais na determinação de teor de flúor em águas de fontes naturais. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 22º de fevereiro de 2022 [citado 18º de maio de 2024];39(2):161-4. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/37311

Resumo

Com a finalidade de selecionar o melhor método de determinação de flúor em águas, foi feito um estudo comparativo do método utilizado no Instituto Adolfo Lutz com outros métodos. Foram testados o método colorimétrico que utiliza o reagente SPADNS (sal trissódico do ácido 4,5-dihidroxi-3 (para-sulfofenilazo)- 2,7-naftalenodissulfônico), o titulométrico com nitrato de tório, e o potenciométrico com eletrodo específico de flúor. Os dois primeiros foram executados diretamente com a amostra de água e também após destilação prévia para eliminar interferentes. Concluiu-se pelos resultados obtidos que não houve discordância apreciável de valores para os teores de flúor pelos três métodos, quando testados diretamente.

https://doi.org/10.53393/rial.1979.39.37311

Referências

1. ADLER, P. - Fluoruros y higiene dental. In : ORGANIZATION MUNDIAL DE LA SALUD - Fluorurce y ealu.d, Ginebra, OMS, 1972. p. 335-60. (Sér. monogr. nº 59)

2 AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION - Standard methods for the examination of water and wastewater. 14th ed. Washington, DC., APHA, c1976. p. 393-4.

3. BELL, M. E.; LARGENT, E. J.; LUDWIG, T. G.; MUHLER, J. C. & STOOKEY, G. K. - EI aporte de flúor al hombre. 1n: ORGANIZATION MUNDIAL DE LA SAL UD - Fluorur os y ealud. Ginebra, OMS, 1972. p. 17-32. (Sér. monogr. nº 59)

4. BELLACK, E. - Simplified fluoride distillation method. J. Am. 'Vat. Wks Ass., 50: 530, 1958.

5. CAMPOS, M. A. P. - Águas de abastecimento da cidade de São Paulo e seu teor de flúor. Anais Fac. Form, Odont. Univ, S. Paulo, 7:209-27, 1948/49.

6. CARVALHO, A. C. - Teores de flúor em águas da cidade de Bauru. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 22/23: 69-72, 1962/63.

7. CROSBY, N. T.; DENN1S, A. L. & STEVENS, J. G. - An evaluation of some methods for the determina tion of fluoride in potable waters and other aqueous so lutions. A nalyst, Lond., 93: 643-52, 1968.

8. GABOV1CH, R. D. & OVRUTSK1Y, G. D. Fluorine in stomatology and hygiene. Translated from the Russian by the National Ins ti tu te of Dental Rcsca rch. Bethesda, Ma., DHEW, 1977, 1028 p. (DHEW Publ. no. (NIH) 78-785)

9. GANDRA, Y. R. - Contribuição para o conhecimento de teor de flúor de águas do Estado de São Paulo - Significação sanitária do problema. Archos Fac. Hig, Saúde publ, Univ. S. Paulo, 4: 135-83, 1950.
10. ORION RESEARCH INCORPORATED Analytical methods gnide. 7th ed. Cambridge, Ma., 1975. p. 29.

11. SÃO PAULO. Leis, decretos, etc. - Decreto nº 12.486 de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978. p. 29. (NTA GO). Aprova Normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

12. VOGEL, A. r. - Quimica analitica quantitativo. Versión castella na de Miguel Catalano e Elsiades Catalano, de la 2ª ed. inglesa. Buenos Aires, Kapelusz, 1960. V. 1, p. 545-7.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Odair Zenebon, Helena Yuco Yabiku, Nilva A. Ressinetti, Walkyria H. Lara

Downloads

Não há dados estatísticos.