Ocorrência de resultados falso-negativos na reação de PCR em Tempo Real (PCR-TR) no diagnóstico da doença meningocócica
PDF (English)

Palavras-chave

reação em cadeia da polimerase em tempo real
N. meningitidis
N. meningitidis sorogrupo
temperatura de melting
líquido cefalorraquidiano

Como Citar

1.
Fukasawa LO, Gonçalves MG, Higa FT, Salgado MM, Lemos APS de, Sacchi CT. Ocorrência de resultados falso-negativos na reação de PCR em Tempo Real (PCR-TR) no diagnóstico da doença meningocócica. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 22º de janeiro de 2013 [citado 19º de julho de 2024];72(1):65-71. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/32897

Resumo

Foram investigados os fatores que causam resultados falso-negativos (RF-N) nas reações de PCR-TR no
diagnóstico de N. meningitidis em amostras de soro e LCR. Considerando-se que a doença meningocócica deva
ser rapidamente tratada pela alta letalidade e potencial epidêmico, o RF-N no ensaio diagnóstico pode ocasionar
falhas no tratamento e/ou na contenção da doença na comunidade. Portanto, é importante elucidar os fatores
que induzem RF-N na PCR-TR. Os RF-N ocorreram em virtude de inibição, baixa quantidade de DNA-alvo
nas preparações de DNA e inadequada temperatura no procedimento de anelamento. Por ser altamente variável
a concentração de DNA bacteriano em amostras clínicas, não foi possível definir o volume ideal de amostra
a ser extraído. A temperatura a 60°C para anelamento, recomendada para genogrupagem de N. meningitidis
por PCR-TR, não foi adequada para genogrupos B e W135. Estes fatores ocasionaram a indução de RF-N em
31 amostras; consequentemente, 30% das bactérias detectadas pelo PCR-TR foram classificadas como não
genogrupáveis. Inibidores e/ou baixa quantidade de DNA-alvo induzem RF-N, independentemente do volume
de amostra utilizada na extração de DNA; entretanto, ajustes na temperatura de anelamento e na quantidade de
amostra extraída adicionada na reação podem evitar a maioria destes RF-N.

https://doi.org/10.18241/0073-98552013721544
PDF (English)

Referências

1. Adams WG, Deaver KA, Cochi SL, Plikaytis BD, Broome CV, Wenger JD. Decline of childhood Haemophilusinfluenzae type b (Hib) disease in the Hib vaccine era. JAMA.1993;269:221-6.

2. Ribeiro GS, Lima JB, Reis JN, Gouveia EL, Cordeiro SM, Lobo TS, et al. Haemophilus influenzae meningitis 5 years after introduction of the Haemophilus influenzae type b conjugate vaccine in Brazil. Vaccine.2007;25:4420-8.

3. Corless CE, Guiver M, Borrow R, Edwards-Jones V, Fox AJ, Kaczmarski EB. Simultaneous detection of Neisseria meningitidis, Haemophilus influenzae, and Streptococcus pneumoniae in suspected cases of meningitis and septicemia using Real-Time PCR. J Clin Microbiol.2001;39:1553-8.

4. Mothershed EA, Sacchi CT, Whitney AM, Barnett G, Ajello GW, Schmink S, et al. Use of real-time PCR to resolve slide agglutination discrepancies in serogroup identification of Neisseria meningitidis. J Clin Microbiol.2004;42:320-8.

5. Carvalho MGS, Tondella ML, McCaustland K, Weidlich L, McGee L, Mayer LW, et al. Evaluation and Improvement of Real-Time PCR detection assay to lytA, ply, and psa genes for detection of pneumococcal DNA. J Clin Microbiol.2007;45:2460-6.

6. Sacchi CT, Fukasawa LO, Gonçalves MG, Salgado MM, Shutt KA, Carvalhanas TR, et al. Incorporation of Real-Time PCR into Routine Public Health Surveillance of Culture Negative Bacterial Meningitis in São Paulo, Brazil. PLoS ONE.2011;6:1-8.

7. Taha MK. Simultaneous approach for non-culture PCR-based identification and serogroup prediction of Neisseria meningitidis. J Clin Microbiol.2000;38:855-7.

8. Yamamoto Y. PCR in diagnosis of infection: detection of bacteria in cerebrospinal fluids. Clin Diagn Lab Immunol.2002;9:508-14.

9. Al-Soud WA, Radstrom P. Purification and characterization of PCR-inhibitory components in blood cells. J Clin Microbiol.2001;39:485-93.

10. Al-Soud WA, Ouis IS, DQ L, Ljungh S, Wadstrom T. Characterization of the PCR inhibitory effect of the bile to optimize real-time PCR detection of Helicobacter species. FEMS Immunol Med Microbiol.2005;44:177-82.

11. Sheppard CL, Harrison TG, Morris R, Hogan A, George RC. Autolysin-targeted. LightCycler assay including internal process control for detection of Streptococcus pneumoniae DNA in clinical samples. J Clin Microbiol. 2004;53:180-95.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2013 Lucila Okuyama Fukasawa, Maria Gisele Gonçalves, Fabio Takenori Higa, Maristela Marques Salgado, Ana Paula Silva de Lemos, Claudio Tavares Sacchi

Downloads

Não há dados estatísticos.