Métodos para detecção de sujidades leves em sopas desidratadas
pdf

Palavras-chave

sopas desidratadas
sujidades leves em
análise microscópica

Como Citar

1.
Zamboni C de Q, Alves HI, Atui MB. Métodos para detecção de sujidades leves em sopas desidratadas. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 28º de dezembro de 1990 [citado 17º de julho de 2024];50(1-2):301-5. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/35140

Resumo

Foram analisadas 56 amostras de sopas desidratadas de Merenda Escolar, de dezembro de 1988 a setembro de 1989, enviadas pelas Prefeituras Municipais do Estado de São Paulo ou pelas indústrias alimentícias, com finalidade de se verificar a sanidade desses produtos, o que motivou o desenvolvimento e adaptação de métodos às condições de trabalho do laboratório. Das 56 amostras, 18 eram constituídas somente por ingredientes moídos e 38 continham macarrão além dos ingredientes básicos. Para a separação dos ingredientes das sopas foi idealizado e desenvolvido um método (na Seção de Microscopia Alimentar do Instituto "Adolfo Lutz") e para a determinação de sujidades leves foram utilizados os métodos descritos no Official Methods of Analysis of the Association of Official Analytical Chemists e no Approved Methods of the American Association of Cereal Chemists. Os resultados mostraram que das 38 amostras que continham macarrão, 18 (47,37%) estavam em condições higiênicas insatisfatórias devido ao macarrão ' e 11 (28,95%) foram condenadas devido aos ingredientes moídos. Das 18 amostras contendo somente ingredientes básicos, oito (44,44%) estavam em desacordo com a legislação. As condenações foram ocasionadas pela presença de fragmentos de insetos acima do limite tolerado, presença de larvas, pêlos de roedor e ácaros. Das 56 amostras analisadas, nove continham proteína texturizada de soja, cuja análise demonstrou estar em boas condições de higiene. Conclui-se que os métodos aplicados deram bons resultados e que o macarrão contribuiu para a condenação das sopas desidratadas que continham esse ingrediente, principalmente com relação ao número de fragmentos de insetos.

https://doi.org/10.53393/rial.1990.50.35140
pdf

Referências

1. AMERlCAN ASSOCIATION OF CEREAL CHEMISTS - Approved Methods of the American Association of Cereal Chemists, 8th ed. St. Paul, Minnesotta, A.A.C.C., 1983. V. 1 (A.A.C.C. Method, 28 - 32.)

2. AMERICAN ASSOCIATION OF CEREAL CHEMISTS - Approved Methods of the American Association of Cereal Chemists, 8th ed. St. Paul, Minnesotta, A.A.C.C., 1983, V. 1 (A.A.C.C. Method, 28 - 60.)

3. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANAL YTICAL CHEMISTS - Official Methods of Analysis of the Associatlon of Official Analytical Chemists, 14 th ed. Washington D. C., A.O.A.C.,1984. p. 901(Tecn. 44.060).

4. ASSOCIA TION OF OFFICIAL ANAL YTICAL CHEMISTS - Official Methods of Analysis of lhe Association of Officlal Analytical Chemists, 14 th ed. Washington D. C., A.O.A.C., 1984. p. 902 (Tecn. 44064).

5. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - Official Methods of Analysis of lhe Assoclation of Official Analytical Chemists, 14 th ed. Washington D. C., A.O.A.C., 1984. p. 903. (Tecn. 44069).

6. Brasil Leis, decretos etc. - Resolução Normativa no 12/78 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 24 jul. 1978. Seção I, pt.I, p. 11507. Aprova Normas Técnicas Especiais do Estado de São Paulo, relativas a alimentos (e bebidas ).

7. Brasil, Leis, decretos, etc. - Resolução Normativa no 12n8 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 24 de ju. 1978, Seção I, pt. I, p. 11515. Aprova Normas Técnicas Especiais do Estado de São Paulo, relativas a alimentos (e bebidas).

8. Brasil, Leis, decretos, etc. - Resolução Normativa no 12/78 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 24 de jul. 1978. Seção I, pt. I, p. 11.525. Aprova Normas Técnicas Especiais do Estado de São Paulo, relativa a alimentos (e bebidas).

9. Brasil, Leis, decretos, etc. - Resolução Normativa no 14/78 da Comissão de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 28 jun, 1978, Seção I, pt, I, p. 9896. Estabelece o padrão de identidade e qualidade para farinha desengordurada de soja, proteína texturizada de soja, proteína concentrada de soja, proteína isolada de soja e extrato de soja.

10. BRASIL, Leis, decretos etc. - Portaria no 1, de 4 de abril de 1986, da Divisão Nacional de Vigilância Sanitária de Alimentos do Ministério de Saúde. Diário Oficial, Brasília, 8 de abril de 1986. Seção I, pt, I., p. 5039. Estabelece provisoriamente o limite máximo de até 30 fragmentos de insetos a nível microscôpico, em 100 (cem) gramas do produto ... até que sejam concluidos os estudos da revisão da Resolução no 12/78 - CNNPA.

11. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Decreto no 37.106 de 31 de março de 1955. Diário Oficial, Rio de Janeiro, 2 abr. 1955. Seção I, p. 6051. Institui a Campanha da Merenda Escolar.

12. SÃO PAULO, Leis, decretos, etc. - Decreto no 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 de outubro de 1978. p. 17 (NTA 34). Aprova normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

13. SÃO PAULO, Leis, decretos, etc. - Decreto no 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21. out. 1978. p.17 (NTA 35). Aprova normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

14. SÃO PAULO, Leis, decretos, etc, - Decreto no 12.486, de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978. p.18 (NTA 36). Aprova normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

15. SÃO PAULO, Leis, decretos, etc. - Decreto no12,486 de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978. p. 24 (NTA 49). Aprova normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

16. SÃO PAULO Leis, decretos, etc. - Decreto no12.486 de 20 de outubro de 1978. Diário Oficial, São Paulo, 21 out. 1978. p. 37 (NTA 77). Aprova normas técnicas especiais relativas a alimentos e bebidas.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1990 Claydes de Quadros Zamboni, Helena Ide Alves, Márcia Bíttar Atui

Downloads

Não há dados estatísticos.