Avaliação dos níveis de arsênio, chumbo e cádmio em corantes e pigmentos utilizados em embalagens para alimentos no período de 1982 a 1989
PDF

Palavras-chave

arsênio, chumbo e cádmio
corantes e pigmentos para embalagens de alimentos, determinação
espectrofotometria de absorção atômica
embalagens, análise de corantes e pigmentos

Como Citar

1.
Garrido NS, Pregnolatto NP, Murata LTF, Silva MR da, Nunes MCD, Antunes JLF, Tiglea P. Avaliação dos níveis de arsênio, chumbo e cádmio em corantes e pigmentos utilizados em embalagens para alimentos no período de 1982 a 1989. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 27º de dezembro de 1991 [citado 20º de junho de 2024];51(1-2):63-8. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/35257

Resumo

Foram analisadas 997 amostras de corantes e pigmentos para embalagens de alimentos, no período de 1982 a 1989, visando a determinar seus teores de arsênio, chumbo e cádmio. Destas amostras, 0,2%, 5,4% e 2,7% apresentaram, respectivamente, níveis de arsênio, chumbo e cádmio acima dos estabelecidos pela legislação brasileira. Apesar da freqüência das amostras com teores acima do limite ser baixa, os níveis de chumbo e cádmio encontrados foram muito elevados e variaram de ano para ano. Sugere-se neste estudo a alteração do limite de cádmio aceito pela legislação pertinente, de 0,2 para 0,01 % em peso.

https://doi.org/10.53393/rial.1991.51.35257
PDF

Referências

1. BÉLGICA. Leis, decretos, etc. Arrêté royal du 25 aôut 1976, du Ministere de la Sante Publique et de la Lamille. Moniteur Belge, Bruxelles, 24 sept. 1976. p. 12029-82. Compléte l'arrêté royal du 12 sept 1972 relatif à la fabrication, au commerce et à l'emploi des objets et matieres destinés à étre mis em contact avec les denrées et substances alimentaires.

2. BRASIL. Leis, decretos, etc. Resolução 45/77 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 1º. fev. 1978. Seção I, pt I, p. 1781-95. Aprova as listas de polímeros, resinas e respectivos aditivos e regulamenta seu emprego na elaboração ou revestimento de embalagens ...

3. COMISSION OF THE EUROPEAN COMMUNITIES. Criteria (dose/effect relationships) for cadmium. Report of a Working Group of Experts ... Oxford, Pergamon Press, 1978. p. 15-120.

4. ELKIND, R. - Plásticos: produção, características e utilização. (São Paulo), FDTE/EPUSP/IPT, s.d .. Cap. 6, p. 6.12-6.20.

5. FRANÇA. Leis, decretos, etc. Circulaire n. 176 du 2 déc. 1959. Journal Officiel de Ia Republique Française. Paris, 30 déc. 1959. p. 109. Rélative aux pigments et colorants des matiéres plastiques et emballages.

6. GARLANDA, T. - Migration des matieres coloranteso Ann. Inst. Supero Sanitá., 8, 461-73, 1972.

7. INSTITUTO ADOLFO LUTZ (São Paulo) – Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz. 3ª. ed. São Paulo, IMESP, 1985, V.l: Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. p. 66, 462-3.

8. ITALIA, A. & BARUCCI, U. - Aspetti sanitari, tecnici e normativi riguardanti i pigmenti e i coloranti. In: CONVEGNO DI STUDIO SUGLI ASPETTI SANITARI, TECNICI E NORMATIVI DEI MATERIALI IN CONTATO COM ALIMENTI, Roma, 1970. Atti. Roma, Societá Italiana di Scienza dell' Alimentazione, 1970. p. 263-96.

9. ITÁLIA. Leis, decretos, etc. Decreto ministeriale 21marzo 1973. Gazzeta Ufficiale della Republica Italiana, Roma, 20 aprile 1973. Pt. I (supl. 104) p. 132-68. Disciplina igienica degli imballagi, reeipienti, utensili, destinati a venire in contato con le sostanze alimentari o con sostanze d'uso personale.

10. McCOWIN, G.L. - Non-migrating polymer colors don't require FDA approval. Food Chem. News: 29-32, may 9, 1988.

11. MILES, D.C.& BRISTON, lH. - Tecnologia dos Polimeros. São Paulo, EDUSP/Polígono, 1975. p. 434.

12. PIOTROWSKI, J.K. & COLEMAN, D.O. – Environmental hazards of heavy metais: summary evaluation of lead, cadmium and mercury. London, MARC/GEMS. 1980. p. 1-18. (MARC report n. 20).

13. SAX, N.I. - Dangerous properties of industrial materiais. 5th ed. New York, Van Nostrand/Reinhold, 1979. p. 388-90, 455-9, 765-71.

14. SPIEGEL, M.R. - Estatística. São Paulo, McGraw- Hill, 1978. p. 310-30.

15. WORLD HEALTH ORGANIZATION -Arsenic. Genéve, WHO, 1981. 174 p. (Environmental Health Criteria, 18).

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1991 Neusa Santesso Garrido, Neus Pascuet Pregnolatto, Lúcia Tieco Fukushima Murata, Maria Rosa da Silva, Maria Cecília Depieri Nunes, José Leopoldo Ferreira Antunes, Paulo Tiglea

Downloads

Não há dados estatísticos.