Composição centesimal, de ácidos graxos e valor calórico de cinco espécies de peixes marinhos nas diferentes estações do ano
pdf

Palavras-chave

Peixes marinhos
Filés, carne mecanicamente separada (polpas)
Composição centesimal
Composição em ácidos graxos
Variação sazonal

Como Citar

1.
Badolato lza SG, Carvalho JB de, Mello MRP do A, Tavares M, Campos NC, Aued-Pimentel S, Morais C de. Composição centesimal, de ácidos graxos e valor calórico de cinco espécies de peixes marinhos nas diferentes estações do ano. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de junho de 1994 [citado 15º de julho de 2024];54(1):27-35. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36528

Resumo

Foi estudada a influência da variação sazonal na composição centesimal, de ácidos graxos e no valor calórico de 20 amostras de filés e 20 de carnes separadas mecanicamente (polpas) das seguintes espécies de peixes marinhos dentre as mais comercializadas no Estado de São Paulo, Brasil: corvina (Micropogon furnieri), goete (Cynoscion petranus), peixe-porco (Balistes carolinensis), sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis} e tainha (Mugil spp.). As amostras foram constituídas de 500 g de filés sem pele e de 500 g de polpas de cada peixe, sendo 50 indivíduos por espécie em cada estação do ano, procedentes da mesma área de captura. Do ponto-de-vista nutricional, os maiores teores de lipídios e valor calórico foram apresentados pelos filés e polpas de sardinha-verdadeira no inverno, ao passo que os valores mais altos de protídios foram verificados nos filés e polpas de tainha, no inverno e no outono, respectivamente. Já os menores valores nestes três parâmetros foram obtidos com os filés e polpas de corvina, principalmente na primavera. Quanto à umidade, as maiores porcentagens foram encontradas nos filés e polpas de corvina; com relação às cinzas, os maiores teores foram apresentados pelos filés e polpas de sardinha-verdadeira, em todos os casos na primavera. Em nenhuma das amostras analisadas foi detectada a presença de carboidratos, confirmando o referido na literatura. Relativamente aos ácidos graxos, foi observada a presença de um grande número deles, superior a 20, em todas as espécies estudadas, variando de C 12:0 a C 22:6, sete dos quais responsáveis por mais de 50% do total (C 16:0, C 16:1, C 18:0, C 18:1, C 20:4, C 20:5 e C 22:6). De um modo geral, não houve variação significativa na composição dos ácidos graxos que diferenciasse os filés das polpas. Para cada espécie analisada ocorreram variações nas porcentagens dos ácidos graxos nas diferentes estações do ano; entretanto, não foi observado um comportamento padrão para estação. Tendo em vista os benefícios atribuídos à ingestão dos ácidos eicosapentaenóico (C 20:5) e docosahexaenóico (C 22:6) na terapia de doenças cardiovasculares, foi destacada a presença de ambos nos óleos das espécies estudadas. O peixe-porco apresentou a maior somatória dos dois ácidos (filé, de 27,6 a 37,0 g/100 g; polpa, de 33,0 a 36,5 g/100g), seguido da sardinha-verdadeira (filé, de 23,7 a 33,3 g/100g; polpa, de 24,1 a 34,1 g/100g).

https://doi.org/10.53393/rial.1994.54.36528
pdf

Referências

1. ARMSTRONG, S. G., LEACH, D.N. & WYLLIE, S. G. - Nutritional evaluation of lipids in fish from temperate Australian waters. J. Food Sci., 56(4):1111-2,1991.

2. BANDARRA, N.M.; NUNES, M.L.; CAMPOS, R.M. de; MENDES, R. & GONÇALVES, J. - Efeito da variação sazonal e da armazenagem em gelo nos lipídios das polpas e surimi de sardinha. - Relat. Téc. Cient. INIP, 31(10): 1-22, 1990.

3. BELDA, M.C.R. & POURCHET-CAMPOS, M.A. - Ácidos graxos essenciais em nutrição: uma visão atualizada. Ciênc. Tecnol. Aliment., 11(1):3-4, 1991.

4. BHUIYAN, A.K.M.A.; RATNAYKE, W.M.N. & ACKMAN, R.G. - Effect of smoking on the proximate composition of Atlantic mackerel (Scomber scombrus). J. Food Sci.; 51:2,1986.

5. BLIGH, E.G. & DYER, W.J. - A rapid method of total lipid extraction and purification. Can. J. Biochem. Physiol., 37(8):911-7,1959.

6. BOTIA, J.R; KENNEDY, K. & SQUIRES, B.E. – Effect of method of catching and time of season on the composition of Atlantic cod (Gadus morhua). J. Food Sci., 52(4):922-4,927, 1986.

7. CASTRO, L.A.B. de- Bioquímica do pescado. I – Composição química. Bol. Téc. Inst. Pesca, 2(2):1-16, 1988.

8. DE ANGELIS, R.C. - Fisiologia da nutrição: fundamentos para nutrição e para desnutrição. São Paulo, EDART/Ed. da Universidade de São Paulo, 1977. v.l, p. 44.

9. FERREIRA, M.S. - Efeitos do processo da salga sobre a fração lipidica do pacu (Colossoma mitrei - BERG, 1895). Recife, 1987. p. 13. Tese – Mestrado - Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pemambuco.

10. GEROMEL, E.J. & FORSTER, R.J. - Princípios fundamentais em tecnologia de pescados. São Paulo, Secretaria da Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia. Coordenadoria da Indústria, e Comércio, s.d., p. 1-9 (Série Tecnologia Agroindustrial, 11).

11. GIBSON, R.A. - Australian fish - an excellent source of both arachidonic acid and w-3 polyunsaturated fatty acids. Lipids, 18 (11):743-52, 1983.

12. HART, F.L. & FlSHER, H.J. - Análisis moderno de los alimentos. Zaragoza, Acribia, 1971. cap.10, p. 249.

13. HEARN, T.L.; SGOUTAS, S.A.; HEARN, J.A. & SGOUTAS, D.S. - Fatty acids and fat in fish flesh for selecting species for health benefits. J. Food Sci., 52(5):1209-11,1987.

14. INSTITUTO ADOLFO LUTZ, São Paulo. – Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz: 3ª. ed. São Paulo, IMESP, 1985.v. 1,p.21-54,266.

15. ITÔ, Y.; SANCHES, L. & SILVA, D. R. da – Seasonal variation of the chemical composition of sardine. Construções Inst. Oceanogr. Univ. S. Paulo, (6):1- 18,1969. (Série Tecnologia).

16. KIRK, RS. & SAWYER, R - Pearson's composition and analysis of foods. 9th ed. Harlow Essex, Longman, 1981. cap.13, p. 504-18.

17. MINAZZI-RODRIGUES, RS. & PENTEADO, M. de V.C. - Importância dos óleos de peixe em fisiologia e nutrição humana. Cad. Nutr., 3:41-97, 1991.

18. MORAIS, C. de - Algumas observações sobre nova técnica se utilização do pescado. Bol. lTAL, 48:53- 63, 1976.

19. MORAIS, C. de & MARTINS, J.F.P. – Considerações sobre o aproveitamento de sobras de industrialização de pescado na elaboração de produtos alimentícios. Bol. ITAL, 18(3):253-81, 1981.

20. MORAIS, C. de; MANTOVANI, D.M.B. & CARVALHO, C.R.L. - Rendimento cárneo e composição química da ictiofauna acompanhante na captura do camarão-sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri, HELLER, 1982). Colet. ITAL, 22(1):62-72, 1992.

21. MUSTAFA, F.A. & MEDEIROS, D.M. – Proximate composition, mineral content and fatty acids of catfish (Ictalurus punctatus, Rafinesque) for different seasons and cooking methods. J. Food Sci., 50:585- 8, 1985.

22. NOMURA, H. - Dicionário dos peixes do Brasil. Brasília, Editerra, 1984. p.22.

23. ROCHA, Y.R da; AGUIAR, J.P.L.; MARINHO, H.A. & SHRIMPTON, R - Aspectos nutritivos de alguns peixes da Amazônia. Acta Amazônica, 12 (4):787-94, 1982.

24. SILVA, S.M.C.S. da - Efeito do processamento sobre ácidos graxos polinsaturados da fração lipidica de duas espécies de peixes. São Paulo, 1992. 136 p. (Tese - Mestrado - Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo).

25. SINCLAIR, A.J.; O'DEA, K & NAUGHTON, J.M. - Elevated levels of arachidonic acid in fish from northern Australian coastal waters. Lipids, 18 (12):877-81, 1983.

26. STANSBY, M.E. - Nutritional properties of fish oils. World Rev. Nutr. Diet., 11:46-105, 1969.

27. STANSBY, M.E. - Polynsaturates and fat in fish flesh. J. am. Diet. Ass., 63:625-30, 1973.
28. STANSBY, M.E. - Reliability of fatty neids values purpoting to represent composition of oil from different species of fish. J. am. Oil. Chem. Sci., 58 (1):13-6,1981.
29. SUGANO, M. & LEE, I.H. - Nutritional and physiological significance of lipids. J. Dispersion Sci. Technol., l0 (4/5):643-65, 1989.

30. ZAMBONI, C. de Q. - Estudo sobre a composição de 12 espécies de peixes nacionais - I. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 21: 65-82, 1961.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1994 lza Schwarz Gastaldo Badolato, José Byron de Carvalho, Márcia Regina P. do Amaral Mello, Mário Tavares, Norberto Camilo Campos, Sabria Aued-Pimentel, Cleso de Morais

Downloads

Não há dados estatísticos.