Determinação polarográfica do ácido L-ascórbico em produtos de panificação contendo polisorbato 60 ou 80
pdf

Palavras-chave

ácido L-ascórbico, determinação em produtos de panificação contendo polissorbato 60 ou 80
pão, produtos, determinação do ácido L-ascórbico por polarografia

Como Citar

1.
Zenebon O, Sabino M, Corrêa MJ. Determinação polarográfica do ácido L-ascórbico em produtos de panificação contendo polisorbato 60 ou 80. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 28º de dezembro de 1984 [citado 24º de julho de 2024];44(2):133-40. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/36837

Resumo

Os autores estabeleceram método polarográfico para determinar ácido Lsascórbico na presença de polissorbato eo ou 80 em produtos de panificação, devido à imprecisão na sua determinação pelos métodos usuais. A oxidação anódica do ácido ascórbíco foi realizada em presença da solução-tampão de ace ta to, p H 4,6. Pelo método proposto foram estudadas interferências de alguns aditivos permitidos nas formulações para panificação e também da substãncia oxidante, o bromato de potássio.

https://doi.org/10.53393/rial.1984.44.36837
pdf

Referências

1. BAUERNFEIND, J.C. & PINKERT, D.M. Food processing with added ascorbic acid. In: CHICHESTER, C.O.; MRAK, E.M. & STEWART, G.F., ed. - Advances in food
research. New York, Academic press., 1970. v. 18, p. 219-305.

2. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Resolução nº 10/69 da Comissão Nacional de Nor-
mas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 16 set. 1970. Seção I,
pt. I, p. 8039. Permite o uso, como estabilizantes e agentes de dispersão, dos
ésteres de sorbatana com ácidos graxos comestíveis.

3. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Resolução nº 24/77 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial, Brasília, 6 set. 1977. Seção I, pt. I, p. 11810. Estende o emprego de Polissorbato 80 (mono-oleato de polioxietileno 20) sorbitana, como estabilizante ...

4. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Resolução 11.° 38/77 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos. Diário Oficial. Brasília, 21 dez. 1977. Seção I, pt. I, p. 17594. Aprova como coadjuvantes da tecnologia de fabricação as substâncias constantes dos anexos I, II, III e IV, destinadas ao fabrico dos produtos forneados.

5. BREZINA, M. & ZUMAN, P. - Polarogmphy in medicine , biochemistry and
pharmacy. Translated from the Czech by S. Wanzonek. Rev. English ed. New York, Interscience publ., 1958. p. 401-22.

6. fbid. p. 731.

7. DESSOUKY, Y.M.; HUSSEIN, F.T. & ISMAIEL, S.A. - Dctermination of ascorbic acid in the presence of polysorbate 80. Pharmaeié, 28:791-2, 1973 apu d Anal.. Abstr., 27(1), 1974. IAbstr. 368]

8. KOLTHOFF, LM. & LINGANE, J.J. Polaroçro.ph u, 2nd ed. New York, Inter-science publ., 1952. v. 2, p. 727-8.

9. MEITES, L. - Polaro çricph.ic techmiquee 2nd ed, 2nd print. New York, Interscience publ., 1967. p. 114.

10. SÃO PAULO. Instituto Adolfo Lutz - Normas analíticas do Instituto Adolfo Lute.
v. 1: métodos químicos e físicos para análise de alimentos. 3' ed. São Paulo, 1985.
p. 393-5.

11. STROHECKER, R. & HENNING, H.M. - Vitamin assay: tested methods. Translated by D.D. Libman. 2nd print. rev., 1966. Darmstadt, Verlag Chemie, 1966, p. 231-3.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1984 Odair Zenebon, Myrna Sabino, Maria J. Corrêa

Downloads

Não há dados estatísticos.