Leprosy classification for use in control programs

Autores

  • Cesar Bernardi Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Jair Ferreira Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Gisela del Pino Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Lucio Bakos Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Antonio Carlos Gerbase Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Roberto Lopes Gervini Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.
  • Miriam Gutierres Medical Doctors with the Dermatology Unit Rio Grande do Sul State Health Department — Porto Alegre — Brazil.

DOI:

https://doi.org/10.47878/hi.1981.v6.36116

Palavras-chave:

Hanseníase, Classificação, Controle

Resumo

Neste trabalho, os Autores apresentam uma revisão nos tipos de classificação de hanseníase, atualmente em uso, além de uma análise das dificuldades que surgem na sua aplicação no trabalho de campo. Embora os Autores reconheçam o valor científico dessas classificações, utilizadas para identificar, de modo preciso, os aspectos clínicos, bacteriológicos, histológicos e imunológicos da hanseníase, ao mesmo tempo sugerem uma classificação mais simplificada, como alternativa, para ser aplicada em programas de  controle. Nesse novo sistema, as formas clínicas, que exigem o mesmo tipo de ação sanitária pública foram classificadas juntas, sendo reduzidas, portanto, a três grupos básicos. Os Autores apresentam ainda os critérios clínicos e de laboratório assim como a correlação entre os sistemas de classificação simplificado e clássico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1 DRAFT Report of Classification Committee. In: CONGRESO INTERNA-CIONAL DE LEPROLOGIA, 6, Madrid, 1953. Memorias. p. 75-80.
2 RIDLEY, D.S. & JOPLING, W.H. Classification of leprosy according to immunity: a five-group system. mat. Lepr., 34(3) :255-273, 1966.

Downloads

Publicado

30-11-1981

Como Citar

1.
Bernardi C, Ferreira J, Pino G del, Bakos L, Gerbase AC, Gervini RL, Gutierres M. Leprosy classification for use in control programs. Hansen. Int. [Internet]. 30º de novembro de 1981 [citado 21º de julho de 2024];6(2):130-5. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/hansenologia/article/view/36116

Edição

Seção

Artigos originais