Utilização dos monofilamentos de Semmes-Weisntein na avaliação de sensibilidade dos membros superiores de pacientes hansenianos atendidos no Distrito Federal

Autores

  • Demóstenes Moreira Fisioterapeuta — Mestre em Ciências da Saúde
  • Rosicler Rocha de Aiza Alvarez Médica — Pós-Doutora em Imunodermatologia; Professora adjunta da UnB

DOI:

https://doi.org/10.47878/hi.1999.v24.36425

Palavras-chave:

Hanseníase, Diagnóstico, Monofilamentos de Semmes-Weinstein, Estesiômetro, Sensibilidade

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo identificar a prevalência das alterações de sensibilidade nos membros superiores dos pacientes hansenianos inscritos no Programa de Controle de Hanseníase do Distrito Federal. Tratase de um estudo descritivo de delineamento transversal cuja amostra constou de 80 pacientes e o instrumento utilizado na coleta de dados foram os monofilamentos de Semmes-Weinstein, também conhecidos como estesiômetro (modelo de bolso — "Sensikit"). O estesiômetro consiste em um instrumento de grande importância na prática clínica. As informações evidenciaram que a grande maioria (acima de 50%) dos pacientes em todas as formas clínicas responderam ao estímulo do monofilamento verde, indicando com isso que a sensibilidade na mão encontrava-se normal. O trabalho conclui, e concorda com a literatura, que a perda da sensibilidade consiste no principal fator fisiopatogênico das deficiências físicas nos membros superiores dos pacientes hansenianos. Os parâmetros utilizados durante o exame da sensibilidade devem ser padronizados a fim de que as in formações obtidas sejam con fiáveis e possam ser reproduzidas. Recomenda-se o uso dos monofilamentos de Semmes-Weinstein como rotina na prática clínica e no auxílio do diagnóstico precoce do dano neural depacientes hansenianos. É um teste essencial, porém não deve ser realizado de maneira isolada durante o exame físico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. BELL-KROTOSKI, Judith. Weinstein monofilament using for determing cutaneous light touch deep pressure sensation. The Star, v. 44, n. 2, p. 8-11, 16, 1984.
2. BELL-KROTOSKI, Judith, TOMANCIK, Elizabeth. The r epeatabi l i t y of tes t ing wi th Semmes -Weins tein monofilaments. The Journal of Hand Surgery v. 12 A, p. 155-161. 1987.
3. BELL-KROTOSKI , Judith. 'Poc ket Fi laments " and specifications for the Semmes-Weinstein monofilaments. J. Hand Ther, v. 3, [n.], p. 26-31, 1990.
4. BELL-KROTOSKI, Judith. Peripheral neuropathy and examination of the hands. _The Star, v. 50, n. 5, may/Jun., p. 1-5. 1991.
5. BIRK, ]. A., SIMS, D.S. Plantar Sensory Threshold in the ulcerative foot. Leprosy.Ver, n. 57, p. 261-267, 1986.
6. COSTA, Izelda Maria Carvalho, PATRUS, Orcanda Andrade. Incapacidade físicas em pacientes de hanseníase na faixa de zero a 14 anos, no Distrito Federal, no período de 1979 a 1989. An. bras. Dermatol. v.67, n.5, p.245-249, 1992.
7. CUCÉ, Luis Carlos & NETO, Cyro Festa. Manual de Dermatologia. São Paulo: Atheneu. 1990. 515 p.
8. DORETO, Dario. Fisiopatologia clínica do sistema nervoso: fundamentos da semiologia. Rio de Janeiro: Atheneu, 1989. 442 p.
9. DUERKSEN, Frank, VIRMOND, Marcos C. L. Cirurgia reparadora e reabilitação em hanseníase. Bauru: Instituto Lauro de Sousa Lima, 1997. 363 p.
10. FRIST, Thomas. ALM international - Lookingm towards the future. The Star. v. 50, n. 4, mar./apr., p. 1-5, 1991.
11. GARBINO, José Antonio. Manejo clínico das diferentes formas de comprometimento da Neuropatia Hanseniana. Hansen. Int., No Special, Bauru, p. 93-99, 1998.
12. JAMISON, D. G. Sensitivity testing as a means of differentiating the various forms of leprosy found in Nigeria. Int. J. Leprosy., v. 39, n. 2, p. 504-507, 1971.
13. JOB, Charles K., PATH, F.R.C. O comprometimento neural na hanseníase, Hansen. Int., v. 14, n. 1, p. 50-59, 1989.
14. JOPLING, W. H. , McDOUGALL, A. C. Manual de hanseníase. 4. ed. São Paulo: Atheneu, 1991. 183 p.
15. LEHMAN, Linda Faye; ORSINI, Maria Beatriz Penna, NICHOLL, Anthony Robert Joseph. The development and adaptation of the Semmes-Weinstein monofilaments in Brazil. J. Hand Ther., p. 290-297, oct./dec., 1993
16. LEHMAN, Linda Faye; ORSINI, Maria Beatriz Penna; FUZIKAWA, Priscila Leiko; LIMA, Ronise Costa, GONÇALVES, Soraya Diniz. Avaliação neurológica simplificada. Belo Horizonte: ALM International, 1997. 104 p.
17. MARCIANO, Lúcia Helena S. Camargo, GARBINO, José Antonio. Comparação de técnicas de monitoração da neuropatia hanseniana: teste de sensibilidade e estudo decondução nervosa. Hansen. Int., v. 19, n. 2, p. 5-10, 1994.
18. MARCOS, Almeida Matos, JAMBEIRO, Jorge S., MEIRA, Rogério Barros, SANTANA, Flávio Robert. Neuropatia sensório-motora em pacientes diabéticos. Rev. Bras. Med., v. 55, n. 5, p. 348-350, maio. 1998.
19. MINISTÉRIO DA SAÚDE. FUNDAÇÃO NACIONAL DA SAÚDE. Guia de Controle da Hanseniase. 2. ed. Brasilia: Fundação Nacional de Saúde, 1994. 156 p.
20. MINISTÉRIO DA SAÚDE. FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE. Manual de prevenção de incapacidades. Brasilia: Fundação Nacional de Saúde, 1997. 125 p.
21. PEDROSO, Mariangela, GONÇALVES, Aguinaldo, PADOVANI, Carlos Roberto, BACCARELLI, Rosemari, OLIVEIRA, Suety de. Prevenção e tratamento das incapacidades físicas em hansenfase no Brasil: estudo de risco profissional especifico para a doença. Hansen. Int., v.14, n. 2, p. 112-119, 1989.
22. PEREIRA, Mauricio Gomes. Epidemiologia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995. 583p.
23. PRINCE, Kilulu Von, BUTLER, Bruce Measuring sensory function of the hand in peripheral nerve injuries. A.mJ. Occup Ther, v. 21, n. 6, p. 385-395, 1967.
24. RENDALL, Janet Waylett. Sensibility evaluation and rehabilitation. Orthopedic Clinics of North America, v. 19, n.1, jan., p.43-56, 1988.
25. ROWLAND, Lewis P Tratado de neurologia. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997. 805 p.
26. TRINDADE, Maria Angela Bianconcini, NEMES, Maria Ines Baptistella. Incapacidades físicas em hanseniase no momento do diagnóstico: características epidemiológicas dos casos registrados de 1983-1988 no Estado de São Paulo. Hansen. Mt., v.17, n. 1 / 2, p. 8-14, 1992.
27. YAMASHITA, Jane Tominori, MAEDA, Solange Miki, JABUR, Renée, ROTTA, Osmar. Hanseníase: novos métodos e recursos diagnósticos. An. bras. Dermatol., v. 71, n. 4, jul./ago., p. 343-349, 1996.

Downloads

Publicado

30-11-1999

Como Citar

1.
Moreira D, Alvarez RR de A. Utilização dos monofilamentos de Semmes-Weisntein na avaliação de sensibilidade dos membros superiores de pacientes hansenianos atendidos no Distrito Federal. Hansen. Int. [Internet]. 30º de novembro de 1999 [citado 20º de julho de 2024];24(2):121-8. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/hansenologia/article/view/36425

Edição

Seção

Artigos originais