Trombose venosa profunda em um paciente com reação hansênica em uso de talidomida e corticóide: um raro efeito adverso?

  • Esther Oliveira Xavier de Brito Médica Estagiária do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
  • Stella Maria Faco Queen Médica Pediatra Hospital dos Servidores do Estado - Rio de Janeiro (RJ), Brasil. - Pós-graduanda em Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Carla Andréa Avelar Pires Especialista em Dermatologia pela SBD/AMB, Hansenóloga pela SBH/AMB, mestre em doenças tropicais pela UFPA e Professora de estágio em saúde coletiva da UFPA e UEPA - Belém (PA), Brasil.
  • Egon Luiz Rodrigues Daxbacher Especialista em dermatologia pela SBD/AMB, hansenólogo pela SBH/AMB e Preceptor do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Palavras-chave: eritema nodoso hansênico, corticóides, talidomida, trombose venosa profunda

Resumo

Após re-introdução no mercado, a Talidomida tornou-se a droga mais eficaz no tratamento do eritema nodoso hânsenico, além de opção terapêutica para diversas doenças, como mieloma múltiplo. Contudo, o crescente uso desta, associado a corticóides  sistêmicos e quimioterápicos, resultou em aumento de efeitos adversos pouco reconhecidos, como trombose venosa profunda.

Referências

1 ______________. Vigilância em Saúde: Dengue, Esquistossomose, Hanseníase, Malária, Tracoma e Tuberculose; Série A Cadernos de Atenção Básica n. 21. Brasília. Ministério da Saúde; 2007.
2 Foss NT, Souza CS, Goulart IMB, Gonçalves HS, Virmond M. Hanseníase: Episódios Reacionais. Projeto Diretrizes AMB, 2003. Acessado em 14 de julho de 2010. Disponível no site: http://www.projetodiretrizes.org.br/
3 Penna GO, Martelli CMT, Stefani MMA, Macedo VO, Maroja MF, Chaul A. Talidomida no tratamento do eritema nodoso hansênico: revisão sistemática dos ensaios clínicos e perspectivas de novas investigações. An Bras Dermatol. 2005;80(5):511-22.
4 Souza, CS. Hanseníase: formas clínicas e diagnóstico diferencial. Medicina, Ribeirão Preto 1997; 30: 325-34.
5 Vetrichevvel TP, Pise GA, Thappa DM. A case report of venous thrombosis in a leprosy patient treated with corticosteroid and thalidomide. Lepr Rev 2008; 79: 193-5.
6 Britton WJ, Lockwood DNJ. Leprosy. Lancet 2004; 363: 1209–1219.
7 Sharma, N. L., V. Sharma, et al. Deep vein thrombosis: a rare complication of thalidomide therapy in recurrent erythema nodosum leprosum. Int J Lepr Other Mycobact Dis 2004; 72(4): 483-85.
8 Sharma NL, Sharma VC, Mahajan VK, Shanker V, Ranjan N, Gupta M. Thalidomide: An experience in therapeutic outcome and adverse reactions. Journal of Dermatological Treatment 2007; 18: 335–40.
9 Fabi SG, Hill C, Witherspoon JN, Boone SL, West DP. Frequency of thromboembolic events associated with thalidomide in the non-cancer setting: a case report and review of the literature. J Drugs Dermatol 2009; 8(8):765-9.
10 Sampaio EP, Kaplan G, Miranda A, Nery JA, Miguel CP, Viana SM, Sarno EN. The influence of thalidomide on the clinical and immunologic manifestation of erythema nodosum leprosum. J Infect Dis 1993:168:408-14.
11 Bennett et al Thalidomide-Associated Deep Vein Thrombosis and Pulmonary Embolism. The American Journal of Medicine 2002; 113: 603-6.
12 Rodeghiero F, Elice F. Thalidomide and Thrombosis. Pathophysiol Haemost Thomb 2003; (suppl 1):15-8.
13 D’Amico EA et al. Mieloma Múltiplo e distúrbios da hemostasia. Rev. bras. Hematol hemoter 2007; 29(1):92-7.
14 Zangari M, Anaissie E, Barlogie B et al. Increased risk of deep-vein thrombosis in patients with multiple myeloma receiving thalidomide and chemotherapy. Blood 2001; 98: 1614–5.
15 Rollo HA et al. Abordagem diagnóstica dos pacientes com suspeita de trombose venosa profunda dos membros inferiores. Artigo de Revisão. J Vasc Br 2005; 4(1):79-92.
16 Valentini A et al Edema na hanseníase: aspectos clínicos e terapêuticos. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 1999; 32(2):131-38.
17 Pfaltzgraff RE, Ramu G. Clinical leprosy. In: Hastings RC (ed) Leprosy. London, Churchill Livingstone, 2ª ed, p. 237-290,1994.
18 Jeffrey Zonder, MD Charles A Schiffer, MD Thrombotic complications following treatment with thalidomide and its analogues, 2010. Acessado em 07 de agosto de 2010. Disponível no site: https://www.uptodate.com
19 Glasmacher A, Hahn C, Hoffmann F, Naumann R, Goldschmidt H, von Lilienfeld-Toal M et al. A systematic review of phase-II trials of thalidomide monotherapy in patients with relapsed or refractory multiple myeloma. Br J Haematol 2006; 132: 584–93.
20 Medeiros S et al. Hansen’s disease in an HIV patient complicated by deep vein thrombosis: a rare complication of thalidomide therapy. European Journal of Dermatology. 2009; 19(3): 272-3.
Publicado
2010-06-30
Como Citar
1.
Brito EOX de, Queen SMF, Pires CAA, Daxbacher ELR. Trombose venosa profunda em um paciente com reação hansênica em uso de talidomida e corticóide: um raro efeito adverso?. Hansen. Int. [Internet]. 30º de junho de 2010 [citado 21º de janeiro de 2022];35(1):53-6. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/index.php/hansenologia/article/view/35123
Seção
Relato de Experiência