Metodologias para controle da adequação de embalagens para água mineral
pdf

Palavras-chave

Embalagens para águas minerais
Características organoléticas
Migração total de substâncias orgânicas
Minerais
Permeabilidade

Como Citar

1.
Murata LTF, Nunes MCD, Alcântara MR da S de, Pascuet NS, Minas VHM de. Metodologias para controle da adequação de embalagens para água mineral. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 30º de dezembro de 1994 [citado 19º de maio de 2024];54(2):102-6. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/35699

Resumo

Foram analisadas 146 amostras de embalagens utilizadas no acondicionamento de águas minerais, no período de 1983 a 1993, segundo os testes contidos nas Resoluções 13nS e 4Sn7 da legislação brasileira. Constatou-se que todas as amostras analisadas segundo a Resolução 4Sn7 foram aprovadas, enquanto que, quando avaliadas conforme a Resolução 13nS, 15% foram condenadas. Destas, o material com maior índice de rejeição foi o poliestireno. Sugere-se neste trabalho que sejam mantidos, os testes específicos previstos na Resolução 13nS que não constam dos regulamentos técnicos do MERCOSUL.

https://doi.org/10.53393/rial.1994.54.35699
pdf

Referências

1. ARGENTINA. Leis, decretos, etc. - Código Alimentario Actualizado. Boletin Oficial, 30jun 71, p. 45 - 58.

2. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Determinação da permeabilidade a gases e vapores: método de ensaio. São Paulo, ABNT, 1986 (Projeto N° 23:05.08 - 004).

3. BÉLGICA. Leis, decretos, etc. - Arrêté royal du 25 aoüt 1976, du Ministére de Ia Santé Publique et de la Lamille. Moniteur Belge, Bruxelles, 24 sept. 1976. p. 12029 - 82. Completé l'arrêté royal du 12 sept. 1972 relatif à Ia fabrication, au commerce et à I'ernploí des objets et substances alimentaires.

4. BÉLGICA. INSTITUT BELGE DE NORMALISATION. Analyse des eaux: determination de I' oxydabilite a chaud - méthode par le permanganate de potassium Bruxelles, IBN, 1974. (NBNT 91 - 202).

5. BOLETIM DE INTEGRAÇÃO LA TINOAMERICANA. Rio de Janeiro, Ministério das Relações Exteriores. N° 12,janl mar. 1994.

6. BRASIL. Leis, decretos, etc. Resolução 25n6 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos do Ministério da Saúde. Diário Oficial, Brasília, 12jan. 1977. Seção I, pt. I, p. 1483 - 86. Estabelece padrões de identidade equalidade para as águas minerais da fonte.

7. BRASIL. Leis, decretos, etc. Resolução 13n5 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos do Ministério da Saúde. Diário Oficial, Brasília, 30 jul. 1975. Seção I, pt. I, p. 9518. Dispõe sobre o acondicionamento de águas minerais ou de mesa em recipientes elaborados com substâncias resinosas el ou poliméricas.

8. BRASIL. Leis, decretos, etc. - Resolução 45n7 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos do Ministério da Saúde. Diário Oficial, Brasília, 1° fev. 1978. Seção I, pt. I, p.1781 - 95. Aprova as listas de polímeros, resinas e respectivos aditivos e regulamenta seu emprego na elaboração ou revestimento de embalagens.

9. COMISSION OF THE EUROPEAN COMUNITIES - Directive du Conseil du 15 juillet 1980 - Relative au rapprochment des législations des États membres consernant l'exploitation et Ia mise dans le commerce des eaux minérales naturelles. (30.8.80 N° L 229/1 80n77/CEE).

10. COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL, São Paulo. Água: determinação de oxigênio consumido: método de permanganato de potássio, São Paulo, CETESB, 1993. 4p.

11. COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENT AL, São Paulo. Determinação de sólidos em água: métodos gravimétricos, São Paulo, CETESB, 1991. 16 p.

12. COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENT AL, São Paulo. Invólucros e recipientes plásticos para águas minerais. São Paulo, CETESB, sd. 170 p.

13. FRANÇA. ASSOCIATION FRANÇAISE DE NORMALISATION. Essais des eaus: dosage de l'oxygêne cédé par le permanganate de potassium. Paris, AFNOR, 1960 (NBNT 91-202).

14. FRANÇA. Leis, decretos, etc. Protocole d'expertise du conditionnement des eaux potables ou gazéifiées en matériau autre que le verre. Journal Official de Ia Republique Française, 25 aôut 1971, s 458.

15. GARCIA, E.E.C. Embalagem para água mineral. Informativo CETEA, Campinas: V.I, N° 4, p.2-3, 1989.

16. INSTITUTO ADOLFO LUTZ (São Paulo) - Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz; 3" ed. São Paulo, IMESP, 1985, v.l: Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. p. 458-463.

17. POPOFF, G. - Acondicionamento de águas em embalagem descartável. Laboratoire National de Ia Santé de Ia France - 17 de novembro de 1988. {Apresentado no Seminário Internacional "O PVC na Embalagem de Água Mineral", São Paulo SP, 1988).

18. SINDICATO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS DE ÁGUAS MINERAIS. SINDINAM. Jornal Informativo, V. I, N° I, jul/ago., 1992.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 1994 Lúcia Tieco Fukushima Murata, Maria Cecília Depieri Nunes, Maria Rosa da Silva de Alcântara, Neus Sadocco Pascuet, Vera Helena Machado de Minas

Downloads

Não há dados estatísticos.