Quantificação do estresse oxidativo no sangue de hansenianos sob efeito ou não de tratamento especifico

Autores

  • Luiz Fernando Rimolil Mestre em Ciências da Saúde - Faculdade de Medicina de São Jose do Rio Preto - FAMERP
  • Moacir Fernandes de Godoy Chefe do Departamento de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

DOI:

https://doi.org/10.47878/hi.2001.v26.36402

Palavras-chave:

Hanseníase, estresse oxidativo, metahemoglobina, corpos de Heinz

Resumo

Neste estudo avaliamos a quantificação do estresse oxidativo no sangue de hansenianos sob efeito ou não de tratamento especifico. Foram coletadas amostras de sangue de 62 portadores de hanseníase e 13 sadios. Destes 62 pacientes, 35 eram da forma multibacilar e faziam tratamento com clofazimina, dapsona e rifampicina; 16 da forma paucibacilar tratados com dapsona e rifampicina; 11 dos pacientes estavam sem tratamento, sendo 5 da forma multibacilar e 6 da forma paucibacilar. As amostras foram levadas para análises laboratoriais onde foram feitas as dosagens de metahemoglobina e contagem de corpos de Heinz. Os resultados encontrados foram submetidos ã análise estatística com cálculo da Odds Ratio e Intervalo de Confiança 95%. Concluímos que a doença hanseníase não foi a causadora do estresse oxidativo, e sim a terapêutica administrada, e o grupo que fazia uso da clofazimina apresentou piores resultados, ou seja, maior estresse oxidativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1 ARUTLA, S., ARRA, G.S., PRABHAKAR, C.M., KRISHNA, D.R. Pro and anti-oxidant effects of some antileprotic drugs in vitro and their influence os super oxide dismutase activity. Arzneimittelforschung. V. 48, p. 1024-7, 1998.
2 BYRD, S.R., GELBER, R.H. Effect of dapsone on haemoglobin concentration in patients with leprosy. Leprosy Rev. v. 62, p. 171- 8, 1991.
3 CALCULO DA ODDS RATIO E INTERVALO DE CONFIANÇA 95%. (http://www.braile.com.br) DPP Braile Biomédica, 1999.
4 DALPINO, D., MAGMA, L.A., OPROMOLLA, D.V.A. Atividade da NADH-redutase de metemoglobina em hemolisado e membranas eritrocitárias de pacientes hansenianos sob tratamento sulfônico. Hansenologia lntemationalis, V. 23, n.1/2, p.14-26, 1998.
5 HMS, M., HARRISON, J.H., HAAS JR, M., HARRISON JR., J.H. Simulation of K-Cl cotransport in rat red cells by a hemolytic anemia producing metabolite of dapsone. Am. J. PhysioL v. 256, p. 265-72, 1989.
6 KELLY, J.W., SCOTT, J., SANDLAND, M., VAN DER WEYDEN, M.B., MARKS, R. Vitamin E and dapsone induced hemolysis. Arch. DermatoL v.120, p. 1582-4, 1984.
7 LACHANT, N.A., TANAKA, K.R. Dapsone associated Heinz body hemolytic anemia in a Cambodian woman with hemoglobin E trait. Am.]. Med. Sc!. v.294, p. 364-8, 1987.
8 LARDO, M. M., DIAZ, N.B., ARTAZA JR, CARBIA, C.D., NAZER, R., VALDEZ, R. Vitamin E as protective agent against hemolysis in leprosy patients under dapsone treatment. Medicina (B. Aires). V. 57, p. 150-4, 1997.
9 MAGNA, L.A. , BEIGUELMAN, R. NADH-methemoglobin reductase and methemoglobinemia among leprosy patients. Int. J. Lepr. Other Mycobact. Dis. V. 52, p. 475-81, 1984.
10 MAIER, M., JOSSO, F. Influence of the hematocrit on formation of Heinz bodies within the red cells. Ann. Biol. Clin. (Paris). V. 36, p. 359-61, 1978.
11 NAOUM, P.C. Hemoglobinas instáveis. In: NAOUM, P.C. Hemoglobinopatias e talassemias. São Paulo: Sarvier, 1997. p. 11-15.
12 SIN, D.D., SHAFRAN, S.D. Dapsone and primaquine induced methemoglobinemia in HIV infected individuals. J. Acquir Immune Defic. Syndr. Hum. RetroviroL v. 15, p. 477-81, 1996.
13 VAN RENSBURG, C.E., GATNER, E.M., IMKAMP, EM., ANDERSON, R. Effects of clofazimine alone or combined with dapsone on neutrophil and lymphocyte functions in normal individuals and patients with lepromatous leprosy. Antimicrob. Agents Chemother. . v. 21, p. 693-7, 1982

Downloads

Publicado

30-11-2001

Como Citar

1.
Rimolil LF, Godoy MF de. Quantificação do estresse oxidativo no sangue de hansenianos sob efeito ou não de tratamento especifico. Hansen. Int. [Internet]. 30º de novembro de 2001 [citado 5º de março de 2024];26(2):93-8. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/hansenologia/article/view/36402

Edição

Seção

Artigos originais