Determinação simultânea de chumbo e cádmio em sangue por espectrometria de absorção atômica com forno de grafite
PDF

Palavras-chave

chumbo
cádmio
sangue
forno de grafite
AAS
validação

Como Citar

1.
Carvalho M de FH, de Maio FD, Duran MC, Kira CS, Okada IA. Determinação simultânea de chumbo e cádmio em sangue por espectrometria de absorção atômica com forno de grafite. Rev Inst Adolfo Lutz [Internet]. 3º de janeiro de 2005 [citado 25º de abril de 2024];64(1):44-9. Disponível em: https://periodicos.saude.sp.gov.br/RIAL/article/view/33032

Resumo

O sangue é o indicador biológico mais utilizado para avaliar a exposição humana recente ao chumbo e ao cádmio. A espectrometria de absorção atômica com forno de grafite (GFAAS) é uma escolha apropriada para a determinação desses metais em sangue de crianças, em função da capacidade de detectar baixas concentrações e pequeno consumo de amostra. O objetivo deste estudo foi desenvolver e validar uma metodologia para a determinação simultânea de chumbo e cádmio em sangue por GFAAS. O sangue total foi diluído em uma solução de Triton X-100 em HNO3 e uma solução de NH4H2PO4 e Mg(NO3)2 foi utilizada como modificador químico. As condições analíticas foram otimizadas e as melhores temperaturas de pirólise e atomização foram respectivamente, 500 ºC e 1500 ºC. Para validação da metodologia foram utilizados os materiais de referência certificados NIST SRM 955b (Lead in bovine blood) e SRM 966 (Toxic metals in bovine blood). Foram avaliados os seguintes parâmetros para o chumbo e o cádmio, respectivamente: linearidade (5,0 a 100,0 µg.L-1 e 0,3 a 3,0 µg.L-1), exatidão (99,9% e 97,7%), precisão (CV = 3% e 13%), limite de detecção (5,4 µg.L-1 e 0,06 µg.L-1) e limite de quantificação (18,4 µg.L-1 e 2,1 µg.L-1). O método proposto é rápido, sensível e adequado para a determinação simultânea de chumbo e cádmio em sangue de trabalhadores e de populações expostas, incluindo crianças.
https://doi.org/10.53393/rial.2005.64.33032
PDF

Referências

1. Falomir P, Alegría A, Barberá R, Farré R, Lagarda, M. Directdetermination of lead in human milk by electrothermal atomicabsorption spectrometry. Food Chem, 64: 111-13, 1999.

2. ATSDR, Agency for Toxic Substances and Disease Registry. Toxicological Profile for Cadmium,U.S. Department of Health andHuman Services. Atlanta, USA, 1998.

3. ATSDR, Agency for Toxic Substances and Disease Registry.Toxicological Profile for Lead, U.S. Department of Health and HumanServices. Atlanta, USA, 1999.

4. Parsons PJ, Geraghty C, Verostek MF. An assessment of contemporaryatomic spectroscopic techniques for the determination of lead inblood and urine matrices. Spectrochim Acta Part B, 56: 1593-604,2001.

5. Hállen IP, Jorhem L, Lagerkvist BJ, Oskarsson A. Lead and cadmiumlevels in human milk and blood. Sci Total Environ, 166: 149-155,1995.

6. Sturgeon RE. Graphite furnace atomic spectrometry andenvironmental challenges at the ultratrace level – a review. SpectrochimActa Part B, 52: 1451-57, 1996.

7. Zhang ZW, Shimbo S, Ochi N, Eguchi M, Watanabe T, Moon CS, et al.Determination of lead and cadmium in food and blood by inductivelycoupled plasma mass spectrometry: a comparison with graphite furnaceatomic absorption spectrometry. Sci Total Environ, 205: 179-87,1997.

8. Acar O. Determination of cadmium and lead in biological samples byZeeman ETAAS using various chemical modifiers. Talanta, 55: 613-622, 2001.

9. Yen CC, Chen WK, Hu CC, Wei BL, Chung C, Kuo SC. Leaddetermination in whole blood by graphite furnace atomic absorptionspectrometry.Atom Spectroscopy, 18(2): 64-9, 1997.

10. Correia PRM, Oliveira E, Oliveira PV. Simultaneous determination ofCd and Pb in foodstuffs by electrothermal atomic absorptionspectrometry. Anal Chim Acta, 405: 205-11. 2000.

11. Deval A, Sneddon J. Determination of cadmium and lead in bloodreference samples by simultaneous graphite furnace atomic absorptionspectrometry. Microchem J, 52: 96-100, 1995.

12. Freschi GPG, Dakuzaku CS, Moraes M, Nóbrega JA, Neto J A G.Simultaneous determination of cadmium and lead in wine byelectrothermal atomic absorption spectrometry. Spectrochim ActaPart B, 56: 1987-93, 2001.

13. Hoening M, Cilissen A. Performances and practical applications ofsimultaneous multi-element electrothermal atomic absorptionspectrometry the case of SIMAA 6000. Spectrochim Acta Part B, 52:1443-49, 1997.

14. Campillo N, Viñas P, García IL, Córdoba MH. Rapid determination oflead and cadmium in biological fluids by electrothermal atomicabsorption spectrometry using Zeeman correction. Anal Chim Acta,390: 207-215, 1999.

15. Brasil, Leis, Decretos, etc. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho.Portaria no 24, de 29 de dezembro de 1994. Aprova o texto da NormaReguladora no 7 (NR-7) – Exames Médicos. Diário Oficial da União,Brasília, 30 de dezembro de 1994. Seção I.

16. ACGIH, American Conference of Governamental Industrial Hygienists.Limites de exposição (TLVs) para substâncias químicas e agentes físicose índices biológicos de exposição (BEIs), Ohio, USA, 2003. traduçãoABHO – Associação Brasileira de Higienistas Ocupacionais. São Paulo,SP, 2003. 219 p.

17. CDC, Centers for Disease Control. Screening young children for leadpoisoning: guidance for state and local public health officials.[www.cdc.gov/nceh/lead/guide/1997/pdf]. Acesso em: junho 2003.

18. Chaudhary-Webb M, Paschal DC, Elliott WC, Hopkins HP, GhaziAM, Ting BC, et al. ICP-MS Determination of lead isotope ratios inwhole blood, pottery, and leaded gasoline: lead sources in Mexico City.Atom Spectroscopy, 19(5): 156-163, 1998.

19. Furman A, Mehmet L. Analysis of lead body burden in Turkey. SciTotal Environ, 234: 37-42, 1999.

20. Parsons JP, Slavin W. A rapid Zeeman graphite absorptionspectrometric method for the determination of lead in blood.Spectrochim Acta,48B (67): 925-39, 1993.

21. Draoper NR, Smith H. Applied Regression Analysis, 3o ed., New York:John Wiley; 1998. 706 p.

22. ISO/CD 13812: General Guidelines for Atomic AbsorptionSpectrometry – Graphite furnace analysis, 1996. 63 p.

23. Currie LA. Nomenclature in evaluation of analytical methods includingdetection and quantification capabilities - Pure Appl Chem, 67: 1669– 1723, 1995.

24. Brasil, INMETRO. Orientações sobre validação de métodos de ensaiosquímicos. DOC-CGCRE-008 – revisão 01 – março 2003. [http://www.inmetro.gov.br]. Acesso em: junho 2003.

25. Burguera JL, Burguera M, Rondon CE. Determination of lead in wholeblood and urine by electrothermal atomic absorption spectrometryusing various chemical modifiers. Atom Spectroscopy, 18(3): 109-113, 1997.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2005 Maria de Fátima Henriques Carvalho, Franca D. de Maio, Maria Cristina Duran, Carmen S. Kira, Isaura A. Okada

Downloads

Não há dados estatísticos.